Forum Base Militar Web Magazine

Bem-vindo: Qui Nov 14, 2019 6:31 pm

Todos os horários são




Criar novo tópico Responder  [ Array ]  Ir para página Anterior  1, 2, 3, 4  Próximo
Autor Mensagem
 Título: Re: TECNOLOGIA MILITAR
MensagemEnviado: Qui Mai 12, 2011 2:08 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qua Dez 05, 2007 2:02 pm
Mensagens: 9157
Citação:
Tecnologia militar é usada para identificar falhas na rede elétrica
Técnicos da CPFL estão utilizando aparelho para mais agilidade na resolução de problemas

11/05/2011 - 18:57

EPTV
Uma nova tecnologia tem ajudado engenheiros da CPFL de Ribeirão Preto a encontra defeitos na rede elétrica. O aparelho, que pode apontar falhas por meio de radiação infra-vermelha, usa tecnologia militar para evitar queda de luz.

O aparelho tem um termovisor que faz uma leitura da rede elétrica e aponta exatamente onde está o defeito. Ele também indica pontos de aquecimento e a temperatura da rede. A tecnologia, que hoje é tão importante para esse trabalho de inspeção, foi desenvolvida na década de 60 pelo exército americano para ajudar a localizar os soldados inimigos camuflados na guerra do Vietnã.

Para usar o equipamento, a CPFL precisou de autorização das Forças Armadas. Os técnicos fazem um cronograma de trabalho e com o aparelho, é possível conseguir um Raio X da rede elétrica.

O aparelho, ao ser utilizado, mostra no monitor se algo está errado na rede. Com ele, o eletricista Antonio Aparecido Barbosa, conseguiu identificar dois problemas que só seria possível com outros recursos mais complicados. Com precisão e mesmo à distância, ele conseguiu identificar um super-aquecimento e um mau contato na conexão do transformador com a rede.

Imagem

http://eptv.globo.com/ribeiraopreto/noticias/NOT,2,2,348705,Ribeirao+Preto+Tecnologia+militar+identificar+falhas+rede+eletrica+CPFL.aspx

_________________
Abraços.

Imagem


Não alimente os trolls------------Don't feed the trolls---------------インタネット荒らしを無視しろ


Voltar ao topo
 
 Título: Re: TECNOLOGIA MILITAR
MensagemEnviado: Qui Mai 12, 2011 2:26 pm 
Offline
Sênior
Sênior
 Perfil

Registrado em: Ter Dez 08, 2009 6:00 pm
Mensagens: 964
akivrx78 escreveu:
Citação:
Tecnologia militar é usada para identificar falhas na rede elétrica
Técnicos da CPFL estão utilizando aparelho para mais agilidade na resolução de problemas

11/05/2011 - 18:57

EPTV
Uma nova tecnologia tem ajudado engenheiros da CPFL de Ribeirão Preto a encontra defeitos na rede elétrica. O aparelho, que pode apontar falhas por meio de radiação infra-vermelha, usa tecnologia militar para evitar queda de luz.

O aparelho tem um termovisor que faz uma leitura da rede elétrica e aponta exatamente onde está o defeito. Ele também indica pontos de aquecimento e a temperatura da rede. A tecnologia, que hoje é tão importante para esse trabalho de inspeção, foi desenvolvida na década de 60 pelo exército americano para ajudar a localizar os soldados inimigos camuflados na guerra do Vietnã.

Para usar o equipamento, a CPFL precisou de autorização das Forças Armadas. Os técnicos fazem um cronograma de trabalho e com o aparelho, é possível conseguir um Raio X da rede elétrica.

O aparelho, ao ser utilizado, mostra no monitor se algo está errado na rede. Com ele, o eletricista Antonio Aparecido Barbosa, conseguiu identificar dois problemas que só seria possível com outros recursos mais complicados. Com precisão e mesmo à distância, ele conseguiu identificar um super-aquecimento e um mau contato na conexão do transformador com a rede.

Imagem

http://eptv.globo.com/ribeiraopreto/noticias/NOT,2,2,348705,Ribeirao+Preto+Tecnologia+militar+identificar+falhas+rede+eletrica+CPFL.aspx


Precisa autorização do Exercito??? Acho que não.
Além do mais, esse aparelho (termovisor) é muito usado no Brasil e faz tempo. Acho que essa reportagem precisa ser revista ou ser mais específica.


Voltar ao topo
 
 Título: Re: TECNOLOGIA MILITAR
MensagemEnviado: Qui Mai 12, 2011 9:20 pm 
Offline
Recente
Recente
 Perfil

Registrado em: Dom Mar 20, 2011 10:14 pm
Mensagens: 53
Srs

Esta tecnologia é utilizada há mais de 30 anos no setor elétrico brasileiro.

Sds


Voltar ao topo
 
 Título: Re: TECNOLOGIA MILITAR
MensagemEnviado: Sáb Mai 21, 2011 12:52 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Ter Abr 29, 2008 10:20 pm
Mensagens: 1496
Lembro de uma "criatura" bastante destacada nos meios políticos da "Boa Terra" que durante uma caçada em sua fazenda no Oeste da Bahia, acabou inadvertidamente acertando o próprio pé com uma espingarda calibre 28. Imediatamente deu no Jornal de Salvador que o mesmo havia sido objeto de um atentado! E antes de se dizer que Chico não era Francisco, mobilizaram mais de 100 policiais pra descobrir o assassino do "Doutor"! :lol: Repórteres!

_________________
Brasil, o País da Desfaçatez e dos Hipócritas!


Voltar ao topo
 
 Título: Re: TECNOLOGIA MILITAR
MensagemEnviado: Qui Jul 14, 2011 10:33 am 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Sex Jan 01, 2010 9:52 pm
Mensagens: 9235
M. Souza escreveu:
Lembro de uma "criatura" bastante destacada nos meios políticos da "Boa Terra" que durante uma caçada em sua fazenda no Oeste da Bahia, acabou inadvertidamente acertando o próprio pé com uma espingarda calibre 28. Imediatamente deu no Jornal de Salvador que o mesmo havia sido objeto de um atentado! E antes de se dizer que Chico não era Francisco, mobilizaram mais de 100 policiais pra descobrir o assassino do "Doutor"! :lol: Repórteres!

Quando trabalhava na BARF em 1988, um soldado que estava de serviço de sentinela apareceu de madrugada em coma, em meio a uma poça de sangue e sem o fuzil.
Se iniciou uma verdadeira operação de guerra para procurar os traficantes/guerrilheiros que teriam roubado o fuzil, a infantaria subiu o morro do Jordão para procurar o fuzil na favela.
Quando o soldado acordou no hospital, la pelas duas horas da tarde, revelou o ocorrido. Estava com fome e subiu em uma mangueira para encher a barriga, deixou o fuzil la em cima num galho mais grosso e foi tentar pegar as mangas melhores na ponta do galho. Não deu outra, caiu que nem uma pedra, de cabeça.
Tentou andar até o hospital mas desmaiou antes, a PA foi até a arvore e la estava o fuzil, como a suspeita era de roubo, ninguém pensou em procurar nos galhos.
Só para completar, este mesmo soldado, uns meses depois, saiu de serviço e sumiu, não devolvendo a arma, foi acionada uma patrulha e chegando na sua casa, encontrou o soldado exibindo a arma para a vizinhança, o mesmo alegou que não a roubaria, pois a cautela do material bélico estava em seu nome, só queria mostrar para a namorada e os amigos. Depois desta seu tempo não foi renovado e o mesmo foi para casa. pois juntando as duas punições ele perdeu a chance de prolongar seu serviço militar.


Voltar ao topo
 
 Título: Re: TECNOLOGIA MILITAR
MensagemEnviado: Dom Jul 17, 2011 9:46 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Ter Abr 29, 2008 10:20 pm
Mensagens: 1496
wstrobel escreveu:
M. Souza escreveu:
Lembro de uma "criatura" bastante destacada nos meios políticos da "Boa Terra" que durante uma caçada em sua fazenda no Oeste da Bahia, acabou inadvertidamente acertando o próprio pé com uma espingarda calibre 28. Imediatamente deu no Jornal de Salvador que o mesmo havia sido objeto de um atentado! E antes de se dizer que Chico não era Francisco, mobilizaram mais de 100 policiais pra descobrir o assassino do "Doutor"! :lol: Repórteres!

Quando trabalhava na BARF em 1988, um soldado que estava de serviço de sentinela apareceu de madrugada em coma, em meio a uma poça de sangue e sem o fuzil.
Se iniciou uma verdadeira operação de guerra para procurar os traficantes/guerrilheiros que teriam roubado o fuzil, a infantaria subiu o morro do Jordão para procurar o fuzil na favela.
Quando o soldado acordou no hospital, la pelas duas horas da tarde, revelou o ocorrido. Estava com fome e subiu em uma mangueira para encher a barriga, deixou o fuzil la em cima num galho mais grosso e foi tentar pegar as mangas melhores na ponta do galho. Não deu outra, caiu que nem uma pedra, de cabeça.
Tentou andar até o hospital mas desmaiou antes, a PA foi até a arvore e la estava o fuzil, como a suspeita era de roubo, ninguém pensou em procurar nos galhos.
Só para completar, este mesmo soldado, uns meses depois, saiu de serviço e sumiu, não devolvendo a arma, foi acionada uma patrulha e chegando na sua casa, encontrou o soldado exibindo a arma para a vizinhança, o mesmo alegou que não a roubaria, pois a cautela do material bélico estava em seu nome, só queria mostrar para a namorada e os amigos. Depois desta seu tempo não foi renovado e o mesmo foi para casa. pois juntando as duas punições ele perdeu a chance de prolongar seu serviço militar.



Se a gente for contar os "casos" e "causos" desse meio militar/policial, vamos encher umas 100 páginas... :lol:

_________________
Brasil, o País da Desfaçatez e dos Hipócritas!


Voltar ao topo
 
 Título: Re: TECNOLOGIA MILITAR
MensagemEnviado: Dom Nov 20, 2011 2:23 am 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qua Dez 05, 2007 2:02 pm
Mensagens: 9157
Citação:
18.11.2011 | 11:26 | MUNDO
Exército dos EUA testa míssil cinco vezes mais rápido que o som
Agência Brasil

O governo do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, confirmou que o Exército norte-americano testou de forma bem-sucedida uma nova arma capaz de atingir cinco vezes a velocidade do som. A chamada Arma Hipersônica Avançada foi lançada do Havaí e atingiu seu alvo, o atol de Kwajalein, a 3,7 mil quilômetros de distância em menos de meia hora.

De acordo com as autoridades norte-americanas, o míssil, que pode ter o percurso alterado para evitar que passe pelo espaço aéreo de determinados países, é parte de um programa para que os Estados Unidos tenha capacidade de atingir qualquer país do mundo em apenas uma hora.

O programa militar norte-americano é denominado Iniciativa Estratégica de Defesa Estratégica. O objetivo é construir um sistema de defesa capaz de impedir um ataque nuclear contra o território dos Estados Unidos. O programa também ficou conhecido como guerra nas estrelas.

http://goiasnet.com/ultimas/ult_report.php?cod=498907


Citação:
U.S. Army tests hypersonic weapon that travels five times the speed of sound... and can hit ANY target on earth in 30mins

U.S. may no longer rely on stationing missiles abroad
Prompt Global Strike project to hit anywhere in 60mins
Follows 15-ton bunker busting bomb by USAF

By Lee Moran

Last updated at 11:40 AM on 19th November 2011

A hypersonic flying missile that can strike a target anywhere in the world in just 30 minutes has been unveiled by the U.S. military.

The Advanced Hypersonic Weapon (AHW), which travels five times the speed of sound, was successfully tested yesterday.

It was launched by rocket from Hawaii at 11.30am, glided south westwards through the upper atmosphere over the Pacific at 'hypersonic speed' before hitting its target on the Kwajalein atoll in the Marshall Islands - some 2,500 miles away.

Read more: http://www.dailymail.co.uk/news/article ... z1eDhoRoHY

Imagem
It comes hot on the heels of the U.S. Air Force announcement that it has taken delivery of eight, 15-ton bunker buster bombs, called the Massive Ordnance Penetrator, that can blow apart 200ft of concrete.

And if it is rolled out by the U.S. military, it will mean America will no longer have to rely on stationing missiles in foreign countries.

The Pentagon did not reveal how fast the AHW, which unlike traditional ballistic missiles can be manoeuvred, reached.

Imagem
Imagem
Zeroed in: The weapon, which could look similar to this Falcon HTV-2, left, was fired from Hawaii, glided south westwards through the upper atmosphere over the Pacific at 'hypersonic speed' before hitting its target on the Kwajalein atoll in the Marshall Islands - some 2,500 miles away

Spokesman Lieutenant Colonel Melinda Morgan said the test was aimed at gathering data on 'aerodynamics, navigation, guidance and control, and thermal protection technologies'.

The U.S. Army's AHW project is part of the 'Prompt Global Strike' programme.

It seeks to give the U.S. military the means to deliver conventional weapons anywhere in the world within an hour.

Imagem
Project: The Pentagon test flew another hypersonic glider, dubbed HTV-2, earlier this year, which is capable of flying 16,776 miles per hour

Scientists classify hypersonic speeds as those that exceed Mach 5 - or five times the speed of sound - 3,728 miles per hour.

On August 11, the Pentagon test flew another hypersonic glider dubbed HTV-2, which is capable of flying 16,776 miles per hour. But it was a failure.


Imagem
Threat: USAF specialists stand under a mock-up of the new bunker busting Big Blu

The AHW's range is less than that of the HTV-2, the Congressional Research Service said in a report, without providing specifics.

Despite half the circumference of the earth at the equator measuring 12,450 miles, the maximum distance travelled by the AHW will be significantly less, as it will follow a trajectory rising into the upper atmosphere before making its descent.

The Pentagon has invested $239.9 million in the Global Strike program this year, including $69 million for the flying bomb tested yesterday, CRS said.

The news comes the day after the USAF revealed it would now be using the 15-ton bunker busting Massive Ordnance Penetrator bombs.

B-2 Stealth Bombers will use the six metre long GPS guided rocket, dubbed the Big Blu and fitted with 2.5 tons of explosives, to smash open underground bunkers and tunnels suspected of containing weapons of mass destruction.

The delivery of the super bomb, and testing of the AHW, is in the same week U.S. President Barack Obama said America would act firmly against any nuclear proliferation activities by North Korea.

And it comes as an International Atomic Energy Agency report renewed calls for a pre-emptive strike against Iran's nuclear facilities.

Read more: http://www.dailymail.co.uk/news/article-2063117/Pentagon-tests-hypersonic-weapon-travels-5-times-speed-sound.html#ixzz1eDh3WubC

_________________
Abraços.

Imagem


Não alimente os trolls------------Don't feed the trolls---------------インタネット荒らしを無視しろ


Voltar ao topo
 
 Título: Re: TECNOLOGIA MILITAR
MensagemEnviado: Qua Nov 23, 2011 9:21 am 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qua Dez 05, 2007 2:02 pm
Mensagens: 9157
Citação:
O Brasil e a arma hipersônica dos EUA
Seg, 21 de Novembro de 2011 19:40
E-mail Imprimir PDF
Por Mauro Santayana, em seu blog:

O fato de os Estados Unidos, mesmo em crise econômica e política - com milhares de pessoas ocupando as ruas para protestar contra o sistema - terem anunciado o sucesso, há três dias, do vôo de teste, entre o Havaí e as Ilhas Marshall, de uma nova bomba voadora, de velocidade supersônica, capaz de atingir qualquer ponto do globo em menos de uma hora, tem que servir de alerta para o Brasil e para os BRICS.

Enquanto investimos bilhões na compra de equipamento e tecnologia militar obsoleta, como os submarinos Scorpéne e, eventualmente, o Rafale, desenvolvidos há mais de 30 anos, os Estados Unidos não cessam de pesquisar novas armas de destruição em massa, e sistemas de armamento naval como o canhão magnético de munição cinética, anunciado no ano passado, que não depende de combustível para atingir alvos a uma distância de 300 quilômetros.

Isso, apesar de Washington ter um déficit de 7 trilhões de dólares, boa parte dele derivado dos 35 bilhões de dólares que gasta, por semana, para manter seus soldados no Iraque e no Afeganistão, países dos quais já prepara a retirada de suas tropas convencionais - com o rabo entre as pernas - a partir do ano que vem.

A insistência de os Estados Unidos em continuarem se armando, mesmo em uma situação de crise econômica e institucional crescente, aponta para a cristalização de uma perigosa equação, que, do ponto de vista do resto do mundo – excetuando-se a Europa, cada vez mais submissa aos interesses norte-americanos - equivale a um mendigo louco com uma arma na mão na praça de alimentação de um Shopping, ou, à velha metáfora, mais usada antigamente, de um macaco solto em uma loja de louças.

Como a história mostrou nos anos do equilíbrio do terror da Guerra Fria, quando os EUA não ousariam invadir países como o Iraque e o Afeganistão, sem a aquiescência tácita da URSS, de nada adianta construir uma nova ordem multipolar, se o poder no mundo continuar obedecendo a uma situação unipolar do ponto de vista militar.

O BRICS tem se erguido, nos últimos anos, na economia e na diplomacia, justamente para fazer frente à Europa e aos Estados Unidos, porque o mundo não pode continuar refém, como tem acontecido, das decisões que são tomadas em uma Europa e em uma América do Norte cada vez mais frágeis, no âmbito político-institucional, e cada vez mais decadentes, do ponto de vista econômico.

Nada disso funcionará, no entanto, se a projeção do crescente poder do BRICS não se fizer, também, na área militar. Não dá para se pensar em uma estratégia de defesa viável, no futuro, se não juntarmos nossos recursos financeiros e tecnológicos, nosso conhecimento e nossos pesquisadores militares aos da Rússia, da China, da Índia e da África do Sul para o desenvolvimento de uma nova geração de armamentos que vá, como está ocorrendo com os Estados Unidos, um pouco além do armamento convencional hoje existente.

Não se pode confiar nem cooperar com os países ocidentais nessa área. Eles só nos vêem como “parceiros” da hora dos coquetéis de seus adidos militares, ou no quando tem interesse de nos vender material obsoleto para utilizar o lucro no desenvolvimento de novas gerações de armamentos. Quando chega o momento de a onça beber água, eles se aliam entre si, e nos vêem como sempre nos viram, como um bando de subdesenvolvidos. Que o diga a Argentina, que até hoje não esqueceu as lições que aprendeu quando precisou de armamento para reposição na Guerra das Malvinas.

http://www.planetaosasco.com/oeste/index.php?/2011112125537/Coluna-politica/o-brasil-e-a-arma-hipersonica-dos-eua.html

_________________
Abraços.

Imagem


Não alimente os trolls------------Don't feed the trolls---------------インタネット荒らしを無視しろ


Voltar ao topo
 
 Título: Re: TECNOLOGIA MILITAR
MensagemEnviado: Qui Nov 24, 2011 8:48 am 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qua Dez 05, 2007 2:02 pm
Mensagens: 9157
Citação:
Rheinmetall successfully tests high-energy laser weapons, expects power to increase over coming years
Written by defenceWeb Wednesday, 23 November 2011 14:32
Imagem

Rheinmetall expects a high-energy laser weapon system with an output of 100 kW to be available within the next three to five years, after demonstrating several laser weapons in action.

Rheinmetall said that laser weapons in future will offer the principal advantage of reduced cost, since material consumption and wear and tear with laser effectors is naturally low.

The company made the statement after a live fire laser demo at the Group's Ochsenboden proving ground, where international guests were able to view two laser weapon demonstrators in action, each featuring different performance parameters.

For example, a 10-kW laser was integrated into an air defence system consisting of an Oerlikon Skyguard 3 fire control unit and a Skyshield gun turret. Modular and scalable, the laser weapon itself consisted of two 5-kW laser weapon modules.

In addition, a 1-kW laser weapon module was displayed, specially mounted on a TM 170-type vehicle for the purpose.

Both laser weapon demonstrators were deployed in different scenarios: as a means of providing protection from asymmetric, terrorist-type threats; in a C-RAM context to counter the threat from incoming rockets, artillery and mortar rounds; and in an air defence scenario with an unmanned air vehicle serving as the target.

Among other things, the 1-kW laser weapon demonstrator successfully sank a moving rubber raft (a substitute for an enemy speedboat), and also proved highly effective in destroying IEDs as well as neutralizing unexploded ordnance from a safe distance.

In the C-RAM scenario, the 10-kW laser weapon demonstrator revealed that doubling the laser output from 5 kW (the design status in 2010) to 10 kW results in substantially improved performance against mortar rounds, with the required engagement time reduced by approximately 50%.

A technological highlight in the air defence scenario was the engagement of a Tier 1-class unmanned air vehicle (UAV). The air defence system, equipped with a 10-kW laser weapon demonstrator, was able to detect, track and engage the target (the so-called "kill chain"), successfully destroying the UAV in flight.

The Oerlikon Skyguard system detected the incoming threat, initiated the electronic target tracking process, slewed the Skyshield turret in the direction of the UAV and transmitted the target data to the laser weapon demonstrator. Independently taking up the target tracking process, this effector switched to fine-tracking mode before aiming the laser beam at the drone and destroying it in a matter of seconds.

Rheinmetall also occupies a leading position in another area of laser R&D: in cooperation with its cooperation partner, the Fraunhofer Institute for Applied Optics and Precison Engineering (IOF) in Jena, Rheinmetall holds the public world record for spectral coupling of laser pulses with an 8-kW laser output and excellent beam quality.

Many other defence companies are working on laser weapons. In September MBDA Germany said it conducted several successful tests with a laser demonstrator, paving the way to a counter rocket, artillery, mortar (C-RAM) laser weapon system.

The company said the ability to direct 10 kW of laser power over a long distance and reach a target with a high quality beam is a decisive forward step. “For the first time, 10kW laser power reached a moving target located more than two kilometres away while retaining a high quality beam. The tracking of dynamic objects and the effects on the object were demonstrated over a distance of more than 2 300m and an altitude differential of 1 000m under real-life environmental conditions.”

MBDA Germany leads an European consortium that has been developing the major aspects of the system in a study being conducted on behalf of the European Defence Agency (EDA) since 2009.

Meanwhile, in the United States the Department of Defence mounted a megawatt-class chemical oxygen iodine laser (COIL) inside a modified Boeing 747-400F to create the Boeing YAL-1 Airborne Laser Testbed weapons system, which was designed to destroy tactical ballistic missiles, while in boost phase.

The YAL-1 with a low-power laser was test-fired in flight, at an airborne target in 2007. A high-energy laser was used to intercept a test target in January 2010, and the following month, successfully destroyed two test missiles.

Between October 2010 and April 2011 the U.S. Navy and Northrop Grumman successfully demonstrated high-energy, solid-state laser defences at sea by completing a "counter-material" test of the Maritime Laser Demonstrator (MLD) against small boats.

Northrop Grumman designed and built the MLD for the Office of Naval Research, leveraging a laser built by Northrop Grumman for the U.S. Army Space and Missile Defense Command/Army Forces Strategic Command and the High Energy Laser Joint Technology Office.

Open ocean tests were conducted at the Pacific Ocean Test Range near San Nicolas Island off the Central California coast. For these tests, the laser system was installed on the Navy's Self Defence Test Ship, the USS Paul Foster.

Boeing’s Directed Energy Systems (DES) division is teaming with BAE Systems to develop the Mk 38 Mod 2 Tactical Laser System, combining a gun and a laser, for defence of US Navy ships. The Mk 38 Mod 2 Tactical Laser System couples a solid-state high-energy laser weapon module with the operational Mk 38 Machine Gun System.

Boeing has been building the truck mounted High Energy Laser Technology Demonstrator for the US Army to shoot UAVs and projectiles.

Although lasers have many advantages, they are not perfect – developing sufficient destructive power is a major drawback at the moment. Denel Dynamics chief scientist Dr Gerrit Viljoen recently said that although the cost per kill can be very low, lasers “are simply not all weather, they do not work in fog, rain, cloud and smoke. They also have long dwell times on the target which limits the rate at which they can shoot down threats.” Viljoen was referring specifically to ground-based active defence systems.

http://www.defenceweb.co.za/index.php?option=com_content&view=article&id=21429:rheinmetall-successfully-tests-high-energy-laser-weapons-expects-power-to-increase-over-coming-years&catid=50:Land&Itemid=105

_________________
Abraços.

Imagem


Não alimente os trolls------------Don't feed the trolls---------------インタネット荒らしを無視しろ


Voltar ao topo
 
 Título: Re: TECNOLOGIA MILITAR
MensagemEnviado: Qui Nov 24, 2011 10:54 am 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qua Dez 05, 2007 2:02 pm
Mensagens: 9157
Citação:
24/11/2011 08h47 - Atualizado em 24/11/2011 08h47
Agência dos EUA cria sensor capaz de "enxergar" através de paredes

Alessandro Iglesias Para o TechTudo

Agentes federais norte-americanos poderão ter sua eficiência elevada a extremos graças a um novo projeto da DARPA (Defense Advanced Research Projects Agency), setor responsável pelo desenvolvimento de novas tecnologias militares. A agência anunciou neste mês de novembro que vem trabalhando em um sensor térmico biométrico capaz de fazer com que militares consigam "ver" através de paredes.
Imagem
Seria assim a investigação do futuro? (Foto: Divulgação)

Esta nova ferramenta é, a grosso modo, uma junção de dois projetos preexistentes da DARPA. São eles o Radar Scope, que permite identificar indivíduos através de paredes, e o Life Reader, um rastreador que usa os batimentos cardíacos do investigado para determinar sua localização exata.

Apesar de dispositivos deste gênero não serem uma total novidade, a DARPA acredita poder melhorar bastante seus produtos, já que os atuais possuem restrições de distância (usualmente, 8 m de tolerância) e não são precisos para buscas em locais densamente povoados. A agência pretende ampliar a ação de seu novo sensor para até 10 m, tornando viável o envio de dados sobre os criminosos ou sequestrados mesmo quando estes estiverem atrás de paredes bastante espessas.

Seu conceito mais ousado consiste em identificar simultaneamente diversas pessoas graças a informações conseguidas por eletrocardiografia. Este recurso viabilizaria saber em que lugar se encontram os personagens-chave de missões, facilitando toda a operação. Uma arma que promete minimizar os riscos para soldados e civis envolvidos.

http://www.techtudo.com.br/curiosidades/noticia/2011/11/agencia-dos-eua-cria-sensor-capaz-de-enxergar-atraves-de-paredes.html

_________________
Abraços.

Imagem


Não alimente os trolls------------Don't feed the trolls---------------インタネット荒らしを無視しろ


Voltar ao topo
 
 Título: Re: TECNOLOGIA MILITAR
MensagemEnviado: Qui Nov 24, 2011 10:30 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Ter Abr 29, 2008 10:20 pm
Mensagens: 1496
Não deixa de ser alvissareiro esse repórter fazer um alerta desse gênero ao grande público... Logo ele....

_________________
Brasil, o País da Desfaçatez e dos Hipócritas!


Voltar ao topo
 
 Título: Re: TECNOLOGIA MILITAR
MensagemEnviado: Seg Nov 28, 2011 8:15 am 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qua Dez 05, 2007 2:02 pm
Mensagens: 9157
Citação:
O lado mais previsível E surpreendente da relação soldados/robôs

Por: Carlos Cardoso em 28/11/11 na(s) categoria(s): Hardware

Existe uma velha piada contada em todo curso de Direito: Cientistas estariam usando advogados no lugar de ratos de laboratório, pois estavam se apegando aos ratos. A realidade é que dada a psicologia humana, acabariam se apegando até aos advogados.

Que o diga o General James Mattis, que passando por um campo de fuzileiros navais no Iraque notou um destacamento de 6 homens em meio a uma cerimônia fúnebre. Chegando perto descobriu que estavam enterrando com honras militares –bandeira e tudo- um robô usado para desarmar bombas.

Era a 5a vez que ele havia sido ferido em combate, mas dessa vez não foi possível consertá-lo. Os homens, tantas vezes salvos por aquela maquininha, acharam justo enterrá-lo ao invés de jogar no lixo, como um equipamento quebrado.

Em 2009 os EUA tinham mais de 12 mil robôs no Iraque, entre unidades de patrulha, esquadrões de bomba, drones de reconhecimento e de ataque, como o Reaper. Para os soldados eles já fazem parte do dia-a-dia, mudaram radicalmente as táticas E as baixas, pois se é possível fazer o reconhecimento de uma casa usando um robô, não é necessário arriscar a vida de um fuzileiro. Vai que a casa iraquiana está cheia de vietcongs (História não é meu forte).

Esses robôs foram criados com a função de se sacrificar para salvar vidas humanas. Eles mesmo sem compreensão exercem a 1a Lei da Robótica, de Isaac Asimov:

“Um robô não pode ferir um ser humano, ou por inação, permitir que um humano seja ferido”

Para quem está de fora é simples e óbvio, mas esquecemos que humanos tendem a antropomorfizar tudo. Um monte de gente dá nome pro celular, pro carro e ninguém acha estranho nos filmes os pilotos falarem com os aviões. A Enterprise é uma personagem quase como qualquer outra em Star Trek, e adoramos dar nomes a espadas. Excalibur, Anduril, Agulha, Ferroada, ou até BMF, o sabre de luz de Mace Windu.

Criamos relações pessoas com nossas coisas, isso é um efeito colateral de nossos “circuitos de empatia” que nos fazem (teoricamente) viver tão bem em sociedade. Quem convive com animais de estimação sabe bem o que é isso.

O inesperado talvez é que os soldados estão apresentando empatia com robôs que nem de longe são antropomórficos. OK, uma geração que cresceu amando R2D2, que se parece com uma lata de lixo talvez não tenha esse preconceito bípede, mas mesmo assim os casos são alarmantes.

Há vários robôs feridos em combate agraciados com Corações Púrpuras por suas unidades (não oficialmente, claro) e um dos casos mais sérios foi o de um soldado que correu mais de 50 metros sob fogo cerrado de metralhadoras para resgatar seu robô, que havia sido incapacitado por atiradores inimigos.

Se a tecnologia continuar evoluindo a tendência é robôs ultrapassarem o Vale da Estranheza e se tornarem mais e mais “humanos” a nossos olhos. Aí perderão de vez sua utilidade, pois dificilmente um comandante de pelotão mandaria para uma missão suicida uma… criatura com a qual ele convive diariamente enfrentando a morte, robô ou não.

Fonte: MM
http://meiobit.com/94385/o-lado-mais-previsvel-e-surpreendente-da-relao-soldadosrobs/

_________________
Abraços.

Imagem


Não alimente os trolls------------Don't feed the trolls---------------インタネット荒らしを無視しろ


Voltar ao topo
 
 Título: Re: TECNOLOGIA MILITAR
MensagemEnviado: Ter Nov 29, 2011 2:27 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qua Dez 05, 2007 2:02 pm
Mensagens: 9157
Citação:
Laser truck leaps ahead
By Marc Selinger
Imagem
Boeing/Eric Shindelbower

The U.S. Army's new laser truck has taken a major step toward becoming a reality. Boeing integrated a beam control system to find and track targets and point and focus a laser beam on the targets.

The U.S. Army has thousands of trucks, but one of its newer vehicles clearly stands out from the rest.

Boeing, the prime contractor for the U.S. Army Space and Missile Defense Command’s (SMDC) High Energy Laser Technology Demonstrator (HEL TD), recently completed integrating a ruggedized beam control system and other critical hardware on an Oshkosh military vehicle.

The beam control system (BCS) will find and track targets and point and focus the laser beam on those targets. The most eye-catching feature of the BCS is the beam director, a rotating, dome-shaped turret that extends above the roof of the vehicle when it engages targets.

“Working together, the SMDC management team and Boeing and its subcontractors have taken a major step toward providing our warfighters a new and game-changing counter rockets, artillery and mortars capability,” said Michael Lavan, director of the Army’s Space and Missile Defense Technical Center, Emerging Technology Directorate.

The program’s next step is using the low-power laser currently installed in the system to demonstrate the ability to target and engage moving projectiles later this year. The vehicle will then get a high-power laser in 2012 – to show it can destroy such targets.

“Working together, the SMDC management team and Boeing and its subcontractors have taken a major step toward providing our warfighters a new and game-changing counter rockets, artillery and mortars capability.”

Imagem
Boeing/Eric Shindelbower

The beam director, a key part of the beam control system, is a rotating, dome-shaped turret that extends above the roof of the vehicle while engaging targets.

U.S. and allied troops currently have limited options to defend against rockets, artillery or mortars. The short-range projectiles are airborne for only seconds, providing little time to take cover. And using heavy gunfire might inadvertently hit friendly forces in the process. But HEL TD’s laser beam, moving at the speed of light, or approximately 186,000 miles per second, will hit targets with unprecedented precision and swiftness.

“If you’re in Iraq, Afghanistan or other areas where there are bad guys, they’re shooting mortars, rockets and artillery shells. This system can track those bullets very finely, put a beam of light on them and destroy them in a matter of seconds,” said Michael Rinn, vice president of Boeing Directed Energy Systems. “So it will save lives and make a difference to our troops.”

“We’re very excited to be partnering with the Army on this program,” said Greg Hyslop, vice president and general manager of Boeing Strategic Missile and Defense Systems. “We believe that directed energy is the next leap forward in capability for the United States. When we harness the precision and power of light on the battlefield, that’s going to give our warfighters a tremendous advantage.”

http://www.boeing.com/Features/2011/11/bds_hel_td_11_28_11.html

_________________
Abraços.

Imagem


Não alimente os trolls------------Don't feed the trolls---------------インタネット荒らしを無視しろ


Voltar ao topo
 
 Título: Re: TECNOLOGIA MILITAR
MensagemEnviado: Sex Fev 17, 2012 5:43 pm 
Offline
Sênior
Sênior
 Perfil

Registrado em: Ter Dez 08, 2009 6:00 pm
Mensagens: 964
Achei esse link sobre valores RCS e as repectivas distâncias para serem detectados por um Hawkeye E-2C.

Também fornece a faixa alcance de cada radar para determinadas faixas de RCS.

Sei que são dados de Super-Trunfo, mas mesmo sendo imprecisos, servem para dar uma noção de valores:

http://www.indiandefence.com/forums/f34 ... body-6172/


Voltar ao topo
 
 Título: Re: TECNOLOGIA MILITAR
MensagemEnviado: Sex Fev 08, 2013 7:55 am 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qua Dez 05, 2007 2:02 pm
Mensagens: 9157
Imagem

Black Hornet Nano

fabricante:http://www.proxdynamics.com/products/pd_100_prs/

_________________
Abraços.

Imagem


Não alimente os trolls------------Don't feed the trolls---------------インタネット荒らしを無視しろ


Voltar ao topo
 
Exibir mensagens anteriores:  Ordenar por  
Criar novo tópico Responder  [ Array ]  Ir para página Anterior  1, 2, 3, 4  Próximo

Todos os horários são


Quem está online


Enviar mensagens: Proibido
Responder mensagens: Proibido
Editar mensagens: Proibido
Excluir mensagens: Proibido
Enviar anexos: Proibido

Ir para:  
cron
Powered by phpBB © 2000, 2002, 2005, 2007 phpBB Group  
Design By Poker Bandits  
Traduzido por: Suporte phpBB Brasil