Forum Base Militar Web Magazine

Bem-vindo: Qui Nov 14, 2019 7:39 pm

Todos os horários são




Criar novo tópico Responder  [ Array ]  Ir para página Anterior  1, 2
Autor Mensagem
 Título: Re: GE Brasil
MensagemEnviado: Qua Ago 11, 2010 10:17 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qui Fev 18, 2010 6:44 pm
Mensagens: 958
Gilberto Rezende

Também acho que o projeto de turbinas nacíonal fez tremer na base a GE, afinal de contas somos o 3 maior construtor de aviões do mundo, ( APESAR DE EU VER A EMBRAER APENAS COMO UMA " MONTADORA " DE AVIÕES, E QUE DE BRASILEIRA SÓ TEM O NOME E OS FUNCIONÁRIOS QUE EMPREGA, POIS TODA TÉCNOLOGIA DE PONTA EMPREGADA NOS AVIÕES ( PROPULSÃO, AVIÔNICOS, RADAR etc..) É EXTRANGEIRA.).
Até quando o Brasil vai deixar de ver que PROPULSÃO é extratégico e começar á empregar vastos recursos em P&D nessa área? principalmente nesse projeto de turbinas nacíonal. Acho que a GE esta sabendo dos resultados ou pelomenos expectativas da TAPP 5000, e que esse projeto em breve desbancará os grandes fabricantes de turbinas, Lí recentemente que o IPT pretende ingressar na área de pesquisa aeronautica, pena que de inicio ele pretende estudar estruturas aeronauticas e emprego de matérias compostos, mas seria interessante agregar DCTA,IPT,TGM TURBINAS POLARIS, EMBRAER &MB noPROJETO DA TURBINA NACÌONAL .Com recursos " undantes " & OFF-SET do KC-390 & FX-2, em breve teremos exito nessa área.


Voltar ao topo
 
 Título: Re: GE Brasil
MensagemEnviado: Qui Ago 19, 2010 5:42 pm 
Offline
Avançado
Avançado
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Ter Jul 20, 2010 11:26 am
Mensagens: 755
Citação:
Aporte em centro de pesquisa da GE pode chegar a R$ 530 milhões

São Paulo, Rio de Janeiro e Campinas seguem na briga pela unidade; local de instalação será definido até o fim do ano

Bruna Bessi, iG São Paulo | 28/07/2010 05:55

O investimento da multinacional americana General Electric no centro de pesquisa que a companhia vai instalar no Brasil pode chegar a US$ 300 milhões (cerca de R$ 530 milhões, em valores atuais), segundo Fernando Rodriguez, gerente de vendas de redes inteligentes da empresa. Em janeiro, quando a criação do centro de pesquisa foi anunciada, o desembolso previsto era de US$ 200 milhões.

Este será o quinto centro que a empresa terá no mundo. Os outros estão localizados nos Estados Unidos, Alemanha, China e Índia. Rodriguez não especificou os motivos para uma possível elevação dos investimentos na unidade.

O local da instalação do novo centro, ainda sob discussão, é disputado por São Paulo, Rio de Janeiro e Campinas. Segundo Rodriguez, a escolha dependerá principalmente da existência de uma quantidade representativa de doutores, mestres e engenheiros à disposição para as novas pesquisas. A infraestrutura de aeroportos, rodovias e tecnologia comunicacional também é um dos fatores sob análise.

O projeto, que será implementado até o fim do ano, terá como foco o desenvolvimento de novas tecnologias para atender ao mercado brasileiro e à América Latina. “Temos como diretrizes implantar uma sede no local em que desenvolvermos novas tecnologias para atender necessidades regionais”, diz Rodriguez.


Benefícios para o País

No novo centro serão desenvolvidas pesquisas em diversas áreas, como redes inteligentes (ou "smart grid", segundo o termo mais usual no setor). Esse segmento estuda a automatização do sistema elétrico por meio de tecnologias com sensores, medições automáticas do consumo de energia e o uso de telecomunicações, medidas com as quais se busca melhor desempenho da rede. “Queremos iniciar projetos-piloto para uma pequena escala e criar uma base sólida. A tecnologia para a realidade brasileira já existe. O que não há ainda é uma regulamentação”, diz Rodriguez.

O investimento da GE não é significativo apenas para as estratégias da empresa, segundo análise de pesquisadores e especialistas. “O impacto do centro será representativo para o País”, diz Mário Barra, membro da diretoria da Associação Nacional de Pesquisa, Desenvolvimento e Engenharia das Empresas Inovadoras (Anpei). “Será um avanço, uma vitória. O novo centro elevará a capacidade de inovação do Brasil. Ele trará abordagens inovadoras”, afirma.

A GE é uma das companhias que mais investem em pesquisa e desenvolvimento no mundo. Os desembolsos anuais são de cerca de US$ 6 bilhões. Em janeiro, quando o aporte no centro brasileiro foi anunciado, a previsão era que ele ficaria pronto 15 meses depois da definição do local.

http://economia.ig.com.br/inovacao/apor ... 13939.html


Voltar ao topo
 
 Título: Re: GE Brasil
MensagemEnviado: Qui Jul 14, 2011 2:26 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Sex Jan 01, 2010 9:52 pm
Mensagens: 9235
Eu espero que o Brasil não torre dinheiro no desenvolvimento de turbina para uso aeronáutico, pois nossos aviões fazem sucesso la fora porque usam o que tem de melhor no mundo, e não porque sejam TestBed de projetos nacionais, que só serviriam para encher o ego de alguns pesquisadores e o bolso de outros empresários.
Com certeza a Embraer não vai entrar nessa onda e oferecer no mercado internacional um avião com turbina e aviônicos nacionais. Uma coisa é projetar um avião com peças testadas e aprovadas no mercado, outra é construir, como dizia a turma dos anos 70, do parafuso ao foguete.


Voltar ao topo
 
 Título: Re: GE Brasil
MensagemEnviado: Ter Nov 01, 2011 9:56 am 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qua Dez 05, 2007 2:02 pm
Mensagens: 9157
Citação:
01/11/2011 - 09:59
GE do Brasil leva sistema de geração de energia para aterro sanitário em Belo Horizonte (MG)

Projeto de Gás de Aterro Sanitário para Energia da Asja Brasil em Belo Horizonte, Minas Gerais, destaca o compromisso do Brasil com a produção de energia alternativa. Três motores a gás Jenbacher da GE usam o gás de metano de resíduos de aterros para gerar 4,3 MW de energia limpa e renovável. Projeto será ampliado para produzir um total de 5,5 MW de energia renovável até o final de 2011.

São Paulo, Brasil— As metas do Brasil para aumentar a produção de energia renovável e alternativa receberam recentemente um importante estímulo, com o início bem sucedido do novo projeto de 4,3 megawatts (MW) de gás de aterro sanitário para geração de energia da Asja Brasil em Belo Horizonte (MG). O projeto atualmente conta com três motores a gás GE Jenbacher J420 de 1,4 megawatts (MW) com certificação ecomagination da GE (NYSE: GE). Esse projeto foi ampliado com o pedido de um novo motor J420, recentemente entregue e que será comissionado até o final de 2011.

Os motores a gás da GE com flexibilidade de combustível são alimentados por gás de aterro sanitário, que é criado a partir da decomposição de resíduos sólidos e depois recuperado como um importante combustível renovável. Esse gás teria sido desperdiçado ao ser liberado para a atmosfera como gás de efeito estufa. O metano tem um fator de aquecimento global que é 21 vezes maior do que o dióxido de carbono - o gás de efeito estufa mais conhecido por afetar a mudança climática.

A Asja Brasil, uma subsidiária do Grupo multinacional italiano Asja, gerenciará o projeto para capturar e recuperar o gás de resíduos de aterros sanitários, em Belo Horizonte, por 15 anos. "Este empreendimento será responsável por reduzir o equivalente a quatro milhões de toneladas de emissões de dióxido de carbono na atmosfera, além da geração de energia elétrica para a cidade. Este projeto agora é uma realidade graças às soluções inovadoras e à colaboração da GE”, disse Enrico Maria Roveda, gerente da Asja no Brasil.

O projeto do consórcio Horizonte-Asja, que começou a operação comercial em fevereiro de 2011, apoia as iniciativas do governo brasileiro para aumentar a produção de eletricidade a partir de fontes renováveis ??e reduzir as emissões de gás de efeito estufa do país entre 36,1 e 38,9%, com base nos montantes previstos para 2020. O contrato foi certificado como um projeto de Mecanismo de Desenvolvimento Limpo (MDL). O MDL é um programa de créditos de carbono estabelecido pelo Protocolo de Kyoto.

A Asja ampliará ainda mais sua unidade em Belo Horizonte, com a chegada do quarto motor a gás GE Jenbacher J420 para produzir um total de 5,5 MW até o final de 2011 - energia suficiente para abastecer uma cidade média brasileira de mais de 60 mil habitantes. O projeto em Belo Horizonte reforça a parceria de quase 20 anos da GE com a Asja.

"Estamos comprometidos em trabalhar com nossos clientes no Brasil e na América Latina, fornecendo tecnologias confiáveis e com alta flexibilidade de combustíveis que atendem melhor às necessidades para geração de energia, além do desenvolvimento ambiental e econômico", disse Wendell Oliveira, diretor Executivo da Divisão de Motores a Gás da GE Energy na América Latina. “Os conjuntos de geradores J420 da GE, acondicionados em contêineres, são modulares, têm instalação rápida e podem ser realocados com facilidade quando as reservas de um aterro de gás metano se esgotam”, observou Oliveira.

O portfólio da GE de gás para energia inclui motores a gás Jenbacher e Waukesha, que foram especificamente concebidos para proporcionar a flexibilidade necessária no uso de combustíveis alternativos, como o gás de aterro sanitário, oferecendo altos níveis de eficiência elétrica. Os motores Jenbacher de gás de aterro da GE têm certificação ecomagination, o compromisso da GE em investir em um futuro que cria soluções inovadoras para os desafios ambientais globais. No geral, o negócio de Motores a Gás da GE tem mais de 1.650 unidades operando em gás de aterro sanitário com uma produção elétrica de mais de 1.650 MW.

A GE (NYSE: GE) é uma empresa de tecnologias avançadas, serviços e finanças, que busca solucionar os desafios mais difíceis do mundo. Dedicada a inovações em energia, saúde, transporte e infraestrutura, a GE opera em mais de 100 países e emprega cerca de 300 mil funcionários globalmente. [www.ge.com ].

A GE também atende ao setor de energia, oferecendo soluções de tecnologia e serviços que são baseadas em um compromisso de qualidade e inovação. A empresa continua a investir em novas soluções tecnológicas e crescer através de aquisições estratégicas para fortalecer sua presença local e servir melhor os clientes em todo o mundo. Os negócios que compõem a GE Energy www.ge.com/energy - GE Power & Water, GE Energy Services e GE Oil & Gas trabalham em conjunto com mais de 90.000 funcionários no mundo todo e com receita de US$ 38 bilhões em 2010, para oferecer soluções integradas de produtos e serviços em todas as áreas da indústria de energia, incluindo carvão, petróleo, gás natural e energia nuclear; recursos renováveis como água, energia eólica, solar e biogás, bem como outras alternativas de combustíveis e novas tecnologias de modernização de malha para atender às necessidades energéticas do Século XXI.

A GE opera no Brasil desde 1919, com escritórios em diferentes estados no País e unidades industriais em São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. Os negócios da GE no Brasil empregam um total de cerca de 7.000 pessoas. [www.ge.com / br ou o blog GE Reports Brasil em http://brasil.geblogs.com ].

http://www.revistafator.com.br/ver_noticia.php?not=179086

_________________
Abraços.

Imagem


Não alimente os trolls------------Don't feed the trolls---------------インタネット荒らしを無視しろ


Voltar ao topo
 
 Título: Re: GE Brasil
MensagemEnviado: Sex Mai 25, 2012 10:26 am 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qua Dez 05, 2007 2:02 pm
Mensagens: 9157
Citação:
GE investe US$300 mi no Grupo EBX, de Eike Batista
Noticiário cotidiano - Portos e Logística
Qui, 24 de Maio de 2012 22:57

RIO DE JANEIRO/NOVA YORK - A GE anunciou nesta quinta-feira investimento de 300 milhões de dólares no Grupo EBX, do empresário Eike Batista, em uma transação que ajudará no desenvolvimento de projetos e reforçará a estrutura de capital da holding que agrupa empresas de petróleo, mineração, logística, entre outras.

Sob o acordo, a GE assumirá uma participação acionária minoritária de 0,8 por cento na Centennial Asset Brazilian Equity e em outras holdings offshore do Grupo EBX, segundo comunicado.

A Centennial é a companhia de investimento do bilionário brasileiro, cujas empresas incluem a petrolífera OGX, a LLX (logística), OSX (estaleiro), MMX (mineração), MPX Energia, entre outras.

A GE já fornece equipamento e serviços para a EBX, como turbinas e equipamento de energia, e é potencial fornecedora para os segmentos de petróleo e construção de navios.

"Esse investimento está em linha com uma série de objetivos comuns que a GE e o Grupo EBX têm focado ao longo dos últimos anos e consolida ainda mais a relação estreita entre as duas organizações", afirmaram em nota.

A parceria estratégica constitui um investimento minoritário da GE na Centennial, sem alterações no controle, na gestão ou nas atividades diárias das empresas de capital aberto de Eike Batista.

Neste ano, a Mubadala Development Company , de Abu Dhabi, investiu 2 bilhões de dólares por 5,63 por cento do capital da Centennial, fornecendo novo capital para o conglomerado brasileiro. O negócio marcou o maior investimento único do grupo na América Latina.

Outros parceiros de Eike incluem a Hyundai e a alemã E.ON.

(Fonte: Reuters/Nick Zieminski em Nova York; Jeb Blount e Sérgio Spagnuolo no Rio de Janeiro)
http://portosenavios.com.br/site/noticias-do-dia/portos-e-logistica/15557-ge-investe-us300-mi-no-grupo-ebx-de-eike-batista

_________________
Abraços.

Imagem


Não alimente os trolls------------Don't feed the trolls---------------インタネット荒らしを無視しろ


Voltar ao topo
 
 Título: Re: GE Brasil
MensagemEnviado: Sáb Jan 05, 2013 11:30 pm 
Offline
Moderador
Moderador
Avatar do usuário
 Visitar website do usuário  Perfil

Registrado em: Dom Dez 31, 2006 12:17 pm
Mensagens: 4813
Localização: Rio de Janeiro, Brasil
Acaba de ser anunciada na Europa a compra da AVIO subcontratada da GE na Itália. Interesantementye essa compra fecha um ciclo que envolve a industria brasileira. Quando a GE comprou a CELMA de Petrópolis foi criada no Brasil uma nova empresa, a Focal, para seguir dando manutenção nos motores não-GE que eram cuidados pela Celma. No início do ano a Focla foi absorvida pela AVIO que assim marcou sua chegada no mercado nacional de defesa. Com esta nova compra a GE volta a absorver a empresa responsável pela manutenção de outras famílias de turbinas como as conhecidas PT-6 da Pratt & Whitney Canada. Começo > desenvolvimento > fim e começo de novo. Isso sem falar que nem Avio nem GE se qualificam mais como "industria estratégica de defesa" do Brasil....

[]s Hammer

_________________
There are 10 kinds of people in this world, those who understand binary, and those who don't.


Voltar ao topo
 
 Título: Re: GE Brasil
MensagemEnviado: Qui Nov 13, 2014 7:16 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Seg Jan 08, 2007 5:22 pm
Mensagens: 9197
Localização: Brasília - DF, Brasil
Brasil recebe primeira universidade corporativa da GE na América Latina

Luiz Padilha
13/11/2014


Imagem

GE investe US$ 50 milhões em Crotonville Rio, braço latino-americano da primeira universidade fundada por uma empresa para desenvolver funcionários

Rio de Janeiro, 13 de novembro de 2014 – O Brasil será o quinto país do mundo a contar com uma extensão de Crotonville, a lendária universidade corporativa da GE. Baseada no Rio de Janeiro, no terceiro andar do prédio que também acolhe o novo Centro de Pesquisas Global da companhia, Crotonville Rio recebe investimentos de US$ 50 milhões e funcionará como o centro de formação e qualificação de líderes da GE na América Latina – reforçando a posição estratégica do País para o futuro de suas operações globais.

(..........................)

http://www.defesaaereanaval.com.br/?p=47792


Voltar ao topo
 
 Título: Re: GE Brasil
MensagemEnviado: Seg Nov 17, 2014 11:07 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Seg Jan 08, 2007 5:22 pm
Mensagens: 9197
Localização: Brasília - DF, Brasil
Eu pensei que iria demandar algum tempo ainda, mas não, já está inaugurado

Citação:
Imagem

GE inaugura moderno Centro de Pesquisas no Brasil

Publicado em 17/11/2014 por Fernando Valduga

Imagem
Imagem panorâmica do novo Centro de Pesquisas da GE do Brasil, inaugurado no Rio de Janeiro. (Foto: GE do Brasil)

A GE inaugurou oficialmente na quinta-feira, dia 13, na Ilha do Bom Jesus, Rio de Janeiro (RJ), o seu novo Centro de Pesquisas Global – a primeira unidade do Centro na América Latina. A companhia também confirmou a duplicação dos investimentos no local, que saltou de US$ 250 milhões para US$ 500 milhões, além da ampliação de sua capacidade, que chegará a 400 profissionais até 2020.

A abertura do Centro de Pesquisas – que ocupa uma área total de 24 mil metros quadrados, metade dela ocupada por laboratórios – mais uma vez destaca o compromisso da GE com o Brasil, a América Latina e a indústria global para o desenvolvimento de novas tecnologias aplicáveis em diversos segmentos estratégicos, dentre eles o da aviação. A nova unidade faz parte da rede global de inovação da companhia e será fundamental para conceber tecnologias avançadas, voltadas à superação de grandes desafios mundiais em áreas como petróleo e gás, energias renováveis, aviação, transporte ferroviário e saúde.

(...........................)

http://www.cavok.com.br/blog/?p=81098


Voltar ao topo
 
 Título: Re: GE Brasil
MensagemEnviado: Dom Dez 21, 2014 4:42 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Seg Jan 08, 2007 5:22 pm
Mensagens: 9197
Localização: Brasília - DF, Brasil
Não sei se os amigos notaram, mas a GE vem fazem uma campanha midiática bem expressiva na televisão paga nestes últimos dias, o que será que tem pela frente?! :?


Voltar ao topo
 
 Título: Re: GE Brasil
MensagemEnviado: Qui Ago 20, 2015 12:31 am 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Seg Jan 08, 2007 5:22 pm
Mensagens: 9197
Localização: Brasília - DF, Brasil
Imagem

19 de Agosto, 2015 - 13:40 ( Brasília )

GE CELMA previsão ano recorde com novos clientes
A GE CELMA é uma das principais unidades de revisão e manutenção de motores aeronáuticos da GE no mundo.

Imagem

A GE CELMA, uma das principais unidades de revisão e manutenção de motores aeronáuticos da GE no mundo, alcançou conquistas significativas no primeiro semestre de 2015. Além de figurar no ranking das “20+” da Secretaria de Comércio Exterior (SECEX/MDIC), que contém as maiores exportadoras brasileiras no primeiro trimestre deste ano, a companhia ampliou sua atuação ao desembarcar no continente asiático.

Em maio deste ano, a GE Celma entregou o primeiro motor GEnx revisado na unidade de Petrópolis (RJ) para a Índia. A manutenção da turbina – cujo modelo é o maior e mais avançado já produzido pela GE – foi realizada para a Air India e a qualidade do trabalho feito em solo brasileiro foi comprovada no aeroporto de Mumbai, com um rigoroso teste do motor na asa de uma aeronave da operadora indiana.

“A criação deste novo mercado mostra que o plano de expansão da GE CELMA foi bem estruturado e trará os resultados esperados. Até 2020, investiremos US$ 100 milhões, o que inclui a meta de atingir a capacidade de revisão de 500 motores aeronáuticos de grande porte por ano, fazendo com que a CELMA cresça 25%”, antecipa Júlio Talon, presidente da GE Celma. Para 2014, a CELMA espera revisar 400 motores de grande porte. “Se a previsão se confirmar, teremos nosso melhor ano de atuação no Brasil, mesmo diante das adversidades financeiras”.

A partir do primeiro GEnx enviado para a Ásia, outros três motores revisados na GE CELMA fizeram o trajeto Petrópolis x Ásia, tendo desembarcado na Jordânia e novamente na Índia. O êxito é consequência do plano de ampliação da capacidade operacional da companhia, iniciado em 2007. Até 2020, a empresa pretende atingir a capacidade de revisão de 500 motores aeronáuticos de grande porte por ano, fazendo com que a Celma cresça 25%.

Outro marco expressivo foi o envio, em junho, dos dois primeiros motores fabricados em Petrópolis para a China. O modelo CF34-10A será usado no avião ARJ21, da companhia estatal COMAC. A produção das turbinas chinesas começaram neste ano e não param, já que a terceira unidade já está em linha de montagem na fábrica petropolitana. A qualificação da GE CELMA para manufatura do modelo 10A vem do trabalho realizado nos últimos quatro anos com o motor CF34-10E, que são fornecidos para a EMBRAER e atualmente equipam as aeronaves dos modelos 190 e 195.

“Quando iniciamos a produção do modelo CF34-10E, sabíamos que o êxito do projeto significaria outros trabalhos para a GE CELMA. A companhia tem agora a oportunidade de provar sua excelência também na montagem de novas turbinas”, avalia Julio Talon.

Entre as maiores exportadoras

Ao longo dos últimos anos, a GE CELMA se consolidou como uma das maiores exportadoras de serviços do Brasil. A companhia ocupa a 15ª posição no ranking das “20+” e, de acordo com dados da Secretaria de Comércio Exterior (SECEX/MDIC), apenas oito empresas listadas registraram, em 2015, número superior ao de 2014. Nos três primeiros meses deste ano, a GE Celma ampliou o volume de exportações em aproximadamente 44,5% na comparação com o mesmo período do ano passado.

“Hoje, somos uma das principais oficinas de reparo e manutenção de motores aeronáuticos da GE no mundo e é um orgulho estar entre os principais exportadores do País”, comemora Talon. “A importância das operações em Petrópolis (RJ) para a cadeia produtiva global da GE Aviation é refletida nos números: cerca de 90% a 95% do trabalho realizado pela Celma é voltado para a exportação”, complementa.

Parte do resultado de US$ 433,4 milhões em exportações no trimestre é fruto dos contratos da GE Celma ao segmento aeronáutico da Ásia. A conquista deste novo mercado corrobora a estratégia de desenvolvimento da companhia, cuja expectativa de crescimento para este ano é de 10% a 15%. Já em 2014, a companhia registrou o melhor ano de sua história, com recorde de produção, quando foram revisados 360 motores de grande porte.

http://www.defesanet.com.br/aviacao/not ... -clientes/


Voltar ao topo
 
Exibir mensagens anteriores:  Ordenar por  
Criar novo tópico Responder  [ Array ]  Ir para página Anterior  1, 2

Todos os horários são


Quem está online


Enviar mensagens: Proibido
Responder mensagens: Proibido
Editar mensagens: Proibido
Excluir mensagens: Proibido
Enviar anexos: Proibido

Ir para:  
Powered by phpBB © 2000, 2002, 2005, 2007 phpBB Group  
Design By Poker Bandits  
Traduzido por: Suporte phpBB Brasil