Forum Base Militar Web Magazine

Bem-vindo: Sex Ago 23, 2019 3:07 am

Todos os horários são




Criar novo tópico Este tópico está trancado. Você não pode responder ou editar mensagens.  [ Array ]  Ir para página 1, 2, 3, 4, 5 ... 151  Próximo
Autor Mensagem
 Título: KC-390
MensagemEnviado: Qui Set 10, 2009 1:36 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qua Mai 20, 2009 3:49 pm
Mensagens: 1056
Vendemos o avião. E ele nem existe ainda...

Imagem

Citação:
O Embraer EMBRAER KC-390 é um projeto desenvolvido para a produção de um jato militar de transporte, anunciado na feira de materiais de defesa Latin America Aero & Defence (LAAD), no Rio de Janeiro no ano de 2007. Na edição de 2009 do mesmo evento foi anunciado formalmente seu programa de lançamento.

Com turbinas a jato, utilizará a tecnologia fly-by-wire do avião civil Embraer 190 em sua aviônica. Terá capacidade para transportar 19 toneladas de carga, inclusive veículos. Será a aeronave mais pesada produzida pela Embraer.

Em outubro de 2008, o Congresso Brasileiro aprovou o uso de cerca de R$800 mi pela Embraer para o desenvolvimento do C-390. Essa verba deve ser liberada pela FAB via aval do Executivo.

No início de março de 2009, o Presidente Lula anunciou que o Governo vai fazer um investimento para o desenvolvimento inicial do KC-390 na ordem de R$50 a R$60 milhões. Esse montante deve representar cerca de 5% do desenvolvimento da aeronave. Enquanto a Embraer não fecha as parcerias para o desenvolvimento e/ou produção da aeronave, a FAB vai preparando a proposta de desenvolvimento e compra de cerca de 22 a 30 aeronaves num lote inicial. O valor do que seria o primeiro contrato deve chegar a US$1,3 bi, em um mercado estimado pela Embraer de US$20 bi ou mais.

Em março de 2009 o governo brasileiro, durante as turbulências da economia mundial, anunciou um investimento no projeto, a fim de garantir empregos na fabricante brasileira, e dotar a Força Aérea Brasileira com a nova aeronave, em substituição à antiga frota da força.

_________________
"Quando estou voando... me sinto no céu!!."


Voltar ao topo
 
 Título: Re: KC-390
MensagemEnviado: Qui Set 10, 2009 2:01 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Seg Out 13, 2008 1:12 pm
Mensagens: 885
Localização: Florianópolis
Cara!!!! Que ilustração linda!

_________________
"RTF"


Voltar ao topo
 
 Título: Re: KC-390
MensagemEnviado: Qui Set 10, 2009 2:28 pm 
Offline
Novato
Novato
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qua Set 09, 2009 8:39 pm
Mensagens: 20
Localização: United Kingdom
Não vendemos ainda.
O Sarkozy assinou uma carta de intenções em que consta, entre outras coisas, a intenção do governo francês em adquirir um número próximo de uma dúzia, porem inexato, do referido avião.

Essa intenção pode ou não se confirmar...

Sobre as possíveis parcerias para o projeto, vejo a francesa com bons olhos. Seria uma boa parceira de venda para alavancar vendas em países europeus e do mundo francofônico. E a vantagem é que sem a tal parceria americana com a Boing, mercados tidos por ele como vetados não estariam de todo excluídos.

_________________
"All things are difficult before they are easy (...)
With foxes we must play the fox." Thomas Fuller


Voltar ao topo
 
 Título: Re: KC-390
MensagemEnviado: Qui Set 10, 2009 2:38 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qua Mai 20, 2009 3:49 pm
Mensagens: 1056
Fox, my friend, welcome to the forum...

A carta redigida pelo presidente francês indica uma intenção de compra de 10 unidades, que se someriam às 22 à 30 unidades planejadas pelo GF. A intenção é séria e foi comunicada oficialmente de um Chefe de Estado para outro.

Claro que carta de intenções não é contrato assinado, mas também não é desprezível.

_________________
"Quando estou voando... me sinto no céu!!."


Voltar ao topo
 
 Título: Re: KC-390
MensagemEnviado: Qui Set 10, 2009 2:49 pm 
Offline
Novato
Novato
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qua Set 09, 2009 8:39 pm
Mensagens: 20
Localização: United Kingdom
Cmte. Fred escreveu:
Fox, my friend, welcome to the forum...

A carta redigida pelo presidente francês indica uma intenção de compra de 10 unidades, que se someriam às 22 à 30 unidades planejadas pelo GF. A intenção é séria e foi comunicada oficialmente de um Chefe de Estado para outro.

Claro que carta de intenções não é contrato assinado, mas também não é desprezível.



Thanks matey!

Sim, de acordo.

Copio abaixo um post do Blog Poder Aéreo onde eles analisam a frota atual de transporte da França para ver se o KC-390 teria espaço nela, no futuro.

************************************

O KC-390 tem espaço na França?


Durante a divulgação das negociações entre Brasil e França para a venda de caças Rafale, uma das informações que “vazou” foi a eventual aquisição de dez aeronaves de transporte KC-390 pela França.

O KC-390 ainda é um projeto que não saiu da prancheta, mas conta com forte apoio do Comando da Aeronáutica. Inclusive, este mês a Embraer deverá receber a primeira parcela dos recursos da FAB para o desenvolvimento do programa.
A FAB já se comprometeu a adquirir entre 22 e 30 aeronaves. Mas esta quantidade ainda não é suficiente para que o programa fique no “azul”. Por este motivo, tanto a FAB como a Embraer procuram parceiros ou compradores externos. Dentre as hipóteses levantadas até o momento, países como Chile e Colômbia foram citados. Uma eventual “ajuda” da França seria muito bem vinda. Inclusive, alguns veículos de comunicação já se adiantaram e publicaram o interesse francês não apenas na aquisição de alguns aviões, mas também no desenvolvimento do programa.
Mas será que as Forças Armadas da França realmente necessitam desta aeronave? A indústria aeroespacial francesa tem interesse em participar do projeto? São perguntas complexas e que exigem análises mais profundas do que o exposto aqui. Mas vamos aos fatos.
A aviação de transporte da Força Aérea Francesa

Em relação à Força Aérea Francesa o grosso do transporte tático é executado pelos C-160 Transall e é exatamente este modelo que necessita de um substituto urgente. O Transall é um projeto franco-alemão que surgiu no final da década de 1950. Sua configuração é semelhante ao Alenia G 222, mas com uma capacidade de carga ligeiramente maior (16 toneladas) e um alcance máximo de 1850 km.

A França adquiriu 50 exemplares entre 1967 e 1972. A linha de montagem foi reaberta em 1981 somente para atender às necessidades francesas e outros 29 aviões foram fabricados. Aproximadamente 65 aeronaves deste modelo continuam em serviço em quatro esquadrões diferentes (um deles inclusive atua como reabastecimento aéreo).
Além dos velhos Transall, a Força Aérea Francesa possui cerca de 14 C-130H Hecules, com capacidade de carga maior que os C-160 (capacidade em torno de 20 toneladas) e vinte CN235 (aproximadamente 6 toneladas de carga paga).
O substituto

O substituto natural dos C-160 é o Airbus A400M. Embora seja uma aeronave de outra categoria (37 toneladas de carga paga), ela atende aos novos requisitos da Força Aérea Francesa. Na visão dos franceses, as missões táticas mais curtas podem ser perfeitamente cumpridas por aviões com menor capacidade, como é o caso do CN 235. Já as missões táticas que exigem um raio de ação maior e capacidade de carga elevada serão cumpridas pelos A400M. Este, inclusive, terá capacidade de executar missões estratégicas, uma vez que o raio de ação de 6.000 km (com 20 toneladas de carga paga) permite que o mesmo faça voos intercontinentais, atingindo o norte dos EUA ou o Afeganistão a partir da base de Orléans (sede atual de um esquadrão de C-130 e dois esquadrões de C-160).

Ao que tudo indica, o futuro do “Commandement de la Force Aérienne de Projection” (CFAP), unidade da Força Aérea Francesa responsável pelo setor de transporte militar, será a operação de somente dois modelos de avião: o CN 235 e o A400M.
Onde se encaixa o KC-390?

Esta é uma pergunta interessante. Analisando o nicho de mercado do projeto da Embraer, o mesmo ocupará a faixa de aeronaves militares de transporte tático entre 5 e 20 toneladas. Nesta faixa encontramos o CN 235, o C-160 e o C-130, todos em atividade na Força Aérea Francesa.
Os CN 235 são de construção recente e permanecerão ainda por muitos anos em atividade. É possível até que outros exemplares sejam encomendados. Como era desejo inicial da França, os C-160 serão substituídos num primeiro momento e os C-130 mais futuramente por uma aeronave de maior capacidade, o A400M.
Como visto acima, a França terá uma aeronave com capacidade para até seis toneladas (o CN 235) e outra para até 37 toneladas (o A400M). Faltaria uma aeronave intermediária entre estes dois extremos e esta aeronave poderia ser o KC-390. A questão principal é saber se uma aeronave intermediária seria realmente necessária na visão dos estrategistas militares franceses. A relação custo/benefício seria favorável para a operação de um terceiro avião de transporte (no caso o KC-390)?
E a indústria francesa?

Realmente existe um mercado para aeronaves de transporte tático entre 5 e 20 toneladas. É exatamente este mercado que a Embraer está de olho. Segundo dados levantados pela própria empresa, existem aproximadamente 700 aeronaves que deverão ser substituídas nos próximos anos. Um mercado nada desprezível. Acontece que outras companhias também já fizeram estes mesmos cálculos e a França tem conhecimento disso. Porém, a indústria europeia em geral (com exceção do leste europeu) não possui um produto novo e moderno para atender este mercado (o C-27J é uma evolução do G.222 e não um novo conceito).
A associação da indústria aeroespacial francesa com a Embraer para o desenvolvimento do KC-390 possui possibilidades concretas. O KC-390 já possui um comprador (o Brasil) e um mercado promissor. Portanto, a aquisição do KC-390 pela Força Aérea Francesa, mesmo que os estrategistas franceses não julguem necessário, poderia atuar como um novo “garoto propaganda” para o projeto da Embraer e gerar lucros para as empresas francesas que participarem do programa.

Fonte: http://www.aereo.jor.br/?p=12771

_________________
"All things are difficult before they are easy (...)
With foxes we must play the fox." Thomas Fuller


Voltar ao topo
 
 Título: Re: KC-390
MensagemEnviado: Qui Set 10, 2009 7:58 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Ter Abr 29, 2008 8:14 pm
Mensagens: 3387
Localização: Rio
Cmte. Fred escreveu:
Fox, my friend, welcome to the forum...

A carta redigida pelo presidente francês indica uma intenção de compra de 10 unidades, que se someriam às 22 à 30 unidades planejadas pelo GF. A intenção é séria e foi comunicada oficialmente de um Chefe de Estado para outro.

Claro que carta de intenções não é contrato assinado, mas também não é desprezível.


O que podemos afirmar, com toda segurança, é que a França comprou o KC-390 na mesma medida em que o Brasil comprou Rafale. Seja lá o que isso signifique em termos de infalibilidade, está escrito no mesmo documento.

_________________
S T E E N

-- http://www.peremptorio.com.br --


Voltar ao topo
 
 Título: Re: KC-390
MensagemEnviado: Qui Set 10, 2009 8:43 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qua Jan 03, 2007 11:50 am
Mensagens: 3410
Localização: Vitória ES
O Gripen NG também não existe..........


Voltar ao topo
 
 Título: Re: KC-390
MensagemEnviado: Sex Set 11, 2009 9:49 am 
Offline
Recente
Recente
 Perfil

Registrado em: Ter Mai 19, 2009 2:23 pm
Mensagens: 51
Esdras escreveu:
O Gripen NG também não existe..........

A diferença é que o governo Brasileiro está comprometido com o projeto do KC - 390.
A Suécia poderá se comprometer daqui a 30 anos (salve engano) com o NG.
Isso faz diferença.


Voltar ao topo
 
 Título: Re: KC-390
MensagemEnviado: Sex Set 11, 2009 3:31 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qua Jan 03, 2007 11:50 am
Mensagens: 3410
Localização: Vitória ES
Luis Gustavo escreveu:
Esdras escreveu:
O Gripen NG também não existe..........

A diferença é que o governo Brasileiro está comprometido com o projeto do KC - 390.
A Suécia poderá se comprometer daqui a 30 anos (salve engano) com o NG.
Isso faz diferença.


Sim esta é a grande diferença, porque um já tem seu projeto de desenvolvimento aprovado e com recursos $$ garantidos pelo governo do brasil, além de encomenda de 30 unidades. O outro não tem nada disso.


Voltar ao topo
 
 Título: Re: KC-390
MensagemEnviado: Sáb Set 12, 2009 12:51 am 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qua Out 01, 2008 6:53 pm
Mensagens: 1837
Localização: Florida
Algumas correções: onde se lê "Lockheed Martim", é Lockheed Martin (de Martin Marietta). E sublinhei umas palavras que possivelmente seriam erros.

Blog Poder Aereo escreveu:
Proposta francesa para o F-X2 pode definir futuro do C-130J na Armée de l’Air

A França já se convenceu de que não terá o seu futuro avião de transporte Airbus A400M pronto no tempo necessário para substituir a atual frota de velhos C-160 Transall e C-130H. O programa de testes do novo cargueiro europeu está muito atrás do calendário proposto. Somente os problemas com o software que controla os motores já tomaram três anos além do esperado. E o motor em si enfrenta problemas relacionados à certificação.

Tomando o atraso no programa A400M como ponto inicial de discussão, a França possui poucas alternativas. Reformar e atualizar as células das suas aeronaves de transporte tático e continuar utilizando as mesmas até o limite da estrutura, arrendar algumas aeronaves, solicitar maior cooperação do SALIS (Strategic Airlift Interim Solution) da OTAN ou adquirir um outro modelo.

A primeira possibilidade parece estar descartada, pois não existem movimentos (ou pelo menos não foram divulgados) neste sentido. Por outro lado, a solução que mais ganhou força foi a aquisição de uma “aeronave tampão”. A idéia da compra de um certo número de aeronaves de transporte permitiria um menor desgaste dos atuais C-160 e C-130 franceses, “esticando” a vida operacional do mesmos sem que haja a necessidade de um programa de modernização e revitalização das células.

Pensando desta maneira, a Força Aérea da França iniciou estudos para adquirir uma aeronave “stopgap”. O desejo da mesma era a aquisição de um número limitado do avião de transporte C-17A, produzido pela Boeing. O C-17A possui um alcance maior e transporta mais carga que o A400M. No entanto, até mesmo uma pequena frota de C-17A teria um alto custo de aquisição.

A decisão mais viável parece ser a aquisição ou arrendamento de uma frota de aeronaves C-130J, fabricada pela Lockheed Martim. Pelo menos este era o pensamento dos estrategistas franceses até junho deste ano. A Lockheed, através do seu vice-presidente James Grant, chegou a afirmar que manteve conversações com autoridades francesas sobre a possibilidade de vender alguns C-130J.

Pelo lado francês existe uma preferência pelo modelo C-130J pelo seu tamanho, capacidade de transporte e alcance. Autoridades daquele país disseram que um número entre 12 e 15 aviões seria o ideal. Menos do que 10 aeronaves seria antieconômico.
Gargalos na produção

É claro que a Lockheed tem o maior interesse em vender estes aviões para a França. Acontece que a linha de produção do C-130J está sobrecarregada, pois a empresa está praticamente sozinha no mercado de aeronaves até 20 toneladas. O número de encomendas é muito grande para a capacidade atual de 12 aeronaves por ano e por este motivo ela está sendo duplicada.

Mesmo que a França formalize seu pedido junto à fabricante norte-americana hoje, ela demoraria para receber os aviões. Ela terá que aguardar uma enorme fila de alguns anos até que o seu pedido seja contemplado. Somente uma intervenção política dos EUA permitiria que o eventual pedido francês fosse “passado na frente”.
Areia no negócio dos outros?

Tudo caminhava para a aquisição de 12 a 15 C-130J pela Força Aérea da França e a Lockheed dava como certa mais essa venda. Não se sabe exatamente quando, mas a reviravolta no caso deve ter acontecido em julho ou agosto. Negociações entre representantes do governo francês e representantes do governo brasileiro, juntamente com membros da Embraer, devem ter ocorrido e na proposta do F-X2 foi oferecido o KC-390 para o lugar do C-130J.

O KC-390 veio exatamente para brigar no nicho do C-130J. Não é somente um confronto contra uma outra aeronave, mas sim uma disputa contra um complexo industrial militar gigante chamado Lockheed Martim.

Uma venda de 15 C-130J para a França significaria um contrato beirando 2,3 bilhões de dólares. Nenhuma empresa gostaria de perder um negócio destes.

Outros interessados

Na verdade o problema francês é só a ponta do iceberg. Todas as nações que fazem parte do consórcio A400M sofrem dos mesmos problemas de substituição de suas respectivas frotas de transporte. Com os atrasos no programa A400M, diversos países europeus também não poderão esperar até que os seus primeiros aviões sejam entregues. Portanto, existe um mercado muito provisor na Europa para aeronaves de transporte tático que, até o momento, não vinha sendo considerado em algumas análises.

É exatamente neste mercado que a Lockheed está de olho. E o KC-390 poderá disputá-lo somente se tiver um desenvolvimento rápido e sem sobressaltos.


http://www.aereo.jor.br/?p=12943


Voltar ao topo
 
 Título: Re: KC-390
MensagemEnviado: Sáb Set 12, 2009 6:10 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qua Out 01, 2008 6:53 pm
Mensagens: 1837
Localização: Florida
Citação:
Ministro da Defesa da França classifica o KC-390 de 'carrinho de mão'

PARIS - Os aviões KC-390, projeto de aeronave de transporte militar da Embraer, são para o Ministério da Defesa da França, seu primeiro cliente, nada mais do que um "carrinho de mão voador". A expressão foi usada pelo ministro Hervé Morin para minimizar a importância da compra de 10 a 15 aviões, anunciada na segunda-feira, em Brasília. Pelo negócio, que faz parte do pacote de venda de 36 caças Rafale ao Brasil, os franceses devem pagar entre 500 milhões e 750 milhões de euros.

A crítica indireta foi feita por Morin em entrevista à RTL, uma emissora de rádio de Paris. Confrontado com questionamentos sobre a pertinência de adquirir os cargueiros brasileiros, em um momento no qual o consórcio francês, alemão, britânico e espanhol EADS enfrenta sucessivos atrasos e até risco de cancelamento do projeto de avião de transporte Airbus A400M, Morin se saiu com um jargão militar francês, reduzindo a importância da compra. "Nós precisamos do que chamamos um carrinho de mão voador", afirmou, definindo o KC-390 como "um avião de transporte militar capaz de transportar muito longe", mas "que não tem o nível de equipamentos do A400M".

O ministro francês da Defesa, Hervé Morin, admitiu nesta quinta-feira que a venda ao Brasil de 36 aviões de combate Rafale da fabricante francesa Dassault será um fato apenas no dia de assinatura do contrato.

O ministro da Defesa francês definiu o projeto do A400M, apresentado em agosto de 2008 em Sevilha, como "um programa de altíssimo nível". Para ele, o KC-390 é "um avião em torno de 50 milhões, 60 milhões de euros, enquanto o A400M chega a 100 milhões de euros". Morin entende que os dois aviões não competem entre si. Essa opinião é contestada por analistas militares, críticos da adoção de várias aeronaves de mesmas características, o que eleva os custos de manutenção da esquadrilha.

O projeto KC-390 da EMBRAER, classificado de "carrinho de mão" pelo Ministro da Defesa da França

Apesar do aparente menosprezo de Morin pelo modelo da Embraer, especialistas em indústria militar acreditam que o equipamento brasileiro tem chances de penetrar no mercado da União Europeia. Em favor do KC-390, pesam os sucessivos problemas industriais do A400M. Lançado oficialmente em 2003, o avião já deveria ter decolado, o que ainda não ocorreu. Em março, a EADS chegou a cogitar o abandono do projeto, antes da intervenção do governo francês, em junho. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

http://www.defesanet.com.br/md1/fr_br_38.htm


Voltar ao topo
 
 Título: Re: KC-390
MensagemEnviado: Sáb Set 12, 2009 6:29 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Seg Out 13, 2008 1:12 pm
Mensagens: 885
Localização: Florianópolis
Que situação estão os dois projetos? O "Carrinho de mão" brasileiro e o Airbus A400M. A grosso modo é possível fazer uma comparação no andamento do projeto? Qual deles está mais adiantado?

_________________
"RTF"


Voltar ao topo
 
 Título: Re: KC-390
MensagemEnviado: Sáb Set 12, 2009 6:44 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Ter Abr 29, 2008 8:14 pm
Mensagens: 3387
Localização: Rio
O A-400 com toda certeza. Existe um protótipo. Ainda não fez seu primeiro vôo. O C-390 ainda é um projeto.

Obviamente isso não quer dizer qual vai terminar primeiro. O A-400 é um projeto multinacional (o que sempre complica um pouco) e possui requisitos bem ambiciosos.

O C-390 é mais simples e deve procurar se beneficiar de uma série de tecnologias já existentes.

_________________
S T E E N

-- http://www.peremptorio.com.br --


Voltar ao topo
 
 Título: Re: KC-390
MensagemEnviado: Sáb Set 12, 2009 7:05 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qua Out 01, 2008 6:53 pm
Mensagens: 1837
Localização: Florida
Esta é uma pergunta difícil de se responder...

Explico: o A400 sofre uma grande ameaça em ser cancelado!! Pode ser em meses, semanas ou dias! Isto porque simplesmente ele não... voa!

Problemas nas turbinas, sua certificação e muitos outros. E exatamente por ser um produto multi-nacional com muitos pedidos (urgentes) das nações parceiras, a pressão é muito grande por estar super atrasado e muito acima dos custos previstos. Não é igual ao Boeing 787 em que a crise amena os atrasos. As forças aéreas estão desesperadas pra substituir os cargueiros, muitos deles o próprio Hercules.

Claro, o KC-390 ainda nem saiu da prancha, mas se depender da competência de nossos engenheiros da Embraer, não só ele estará pronto no tempo previsto (pequenos atrasos são normais), como preencherá os requisitos previstos, ou até melhoras como é de costume em seus produtos. E so o A400 "fold" aí então já viu né.

Torço pra que este ministro francês angula suas palavras. Vamos enfiar um carrinho de mão modelo 390 no... dele. Em um futuro próximo veremos o que acontecerá e leremos este mesmo post de hoje.


Voltar ao topo
 
 Título: Re: KC-390
MensagemEnviado: Sáb Set 12, 2009 7:43 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Seg Out 13, 2008 1:12 pm
Mensagens: 885
Localização: Florianópolis
Seria ótimo! faria muito gringo engolir as palavras... e também muito brasileiro vira-casaca!

_________________
"RTF"


Voltar ao topo
 
Exibir mensagens anteriores:  Ordenar por  
Criar novo tópico Este tópico está trancado. Você não pode responder ou editar mensagens.  [ Array ]  Ir para página 1, 2, 3, 4, 5 ... 151  Próximo

Todos os horários são


Quem está online


Enviar mensagens: Proibido
Responder mensagens: Proibido
Editar mensagens: Proibido
Excluir mensagens: Proibido
Enviar anexos: Proibido

Ir para:  
cron
Powered by phpBB © 2000, 2002, 2005, 2007 phpBB Group  
Design By Poker Bandits  
Traduzido por: Suporte phpBB Brasil