Forum Base Militar Web Magazine

Bem-vindo: Sex Out 18, 2019 5:25 pm

Todos os horários são




Criar novo tópico Este tópico está trancado. Você não pode responder ou editar mensagens.  [ Array ]  Ir para página Anterior  1 ... 132, 133, 134, 135, 136  Próximo
Autor Mensagem
 Título: Re: Super Hornet News parte 2
MensagemEnviado: Qui Nov 21, 2013 5:08 am 
Offline
Moderador
Moderador
Avatar do usuário
 Visitar website do usuário  Perfil

Registrado em: Dom Dez 31, 2006 12:17 pm
Mensagens: 4813
Localização: Rio de Janeiro, Brasil
Em Dubai Boeing parece otimista com a sobrevida do F-18E/F

Citação:
Boeing executives upbeat about future of F/A-18 fighter
Reuters
November 18, 2013 10:47 AM

By Andrea Shalal-Esa and Tim Hepher

Related Stories

Boeing shows off F/A-18 fighter as production end looms Reuters
S.Korea would get F-35s with full combat capability -Pentagon Reuters
Boeing to decide soon where to build new 777 Reuters
Boeing says no immediate plans to reopen union talks on 777X Reuters
AIRSHOW-Boeing to decide soon where to build new 777 Reuters
DUBAI (Reuters) - Top Boeing Co (NYS:BA) executives are upbeat about the future of the F/A-18 Super Hornet fighter jet and see a good chance of winning additional U.S. and international orders that would keep the production line running past 2016.

Boeing Chief Executive Jim McNerney told reporters at the Dubai Airshow it was difficult to predict future orders given continued uncertainty about the U.S. budget.

"I can't predict the future exactly, but I think there is a good chance of more orders from the U.S. government," McNerney said.

He said he also saw "a good chance" that Brazil would ultimately select the F/A-18 in a fighter jet competition that has been delayed after reports that the U.S. National Security Agency spied on Brazilian President Dilma Rousseff.

"I could imagine a worst case scenario where the line shuts down in three to four years, but I don't think that will come to pass," McNerney said.

Boeing is showing the F/A-18 fighter jet at the Dubai Airshow as it seeks orders that will extend the production line past 2016, when it is currently expected to end.

Mounting budget pressures in the United States, and the Pentagon's decision to focus on the Lockheed Martin Corp (NYS:LMT) F-35 fighter jet, coupled with delays in foreign competitions mean Boeing must decide soon whether to invest its own money to keep the line running until firm orders emerge.

Dennis Muilenburg, who heads Boeing's defence division, said the company decided this year to close its C-17 production plant in Long Beach, California and its Wichita, Kansas plant to preserve cash for investment in the F/A-18 fighter line.

Muilenburg said he was not expecting a decision to close the F/A-18 anytime soon.

"That's exactly why we did things like ... shutting Wichita and shutting down the C-17 line so we can continue to invest in product lines that have longevity, and that's why we're investing in the F/A-18 line," Muilenburg told Reuters in an interview at the air show.

"We are intentionally putting R&D into that platform because we believe it has longevity for our customers," he said, citing Boeing's work on developing a package of upgrades to improve the popular Navy F/A-18 fighter jet, and the older F-15 jet.

He declined to spell out the exact amount invested in the line, saying only, "It's one of our largest investments."

"We think that combination of capability and cost and schedule certainty is one that's in demand now, and will be a decade from now, and decades to go," he said.

He said the company would have to decide over the next year whether to self-fund certain items to keep the line going, but said he did not expect a decision to close the fighter line.

He said the company expected dozens of additional orders, but that number could grow to over 100.

Muilenburg said Boeing's F/A-18 and F-15 jets were under consideration by several Arab countries, including United Arab Emirates, Qatar and Kuwait. Canada, Denmark and Malaysia also have fighter competitions under way.

Canada and Denmark initially planned to buy Lockheed's F-35 fighter, but have recently restarted competitions.

(Reporting by Andrea Shalal-Esa. Editing by Jane Merriman)

_________________
There are 10 kinds of people in this world, those who understand binary, and those who don't.


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Super Hornet News parte 2
MensagemEnviado: Qui Nov 21, 2013 3:51 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Visitar website do usuário  Perfil

Registrado em: Ter Nov 06, 2007 6:50 pm
Mensagens: 4256
Localização: Brasil, RJ
Hammer escreveu:
Em Dubai Boeing parece otimista com a sobrevida do F-18E/F

Citação:
Boeing executives upbeat about future of F/A-18 fighter
Reuters
November 18, 2013 10:47 AM

By Andrea Shalal-Esa and Tim Hepher

Related Stories

Boeing shows off F/A-18 fighter as production end looms Reuters
S.Korea would get F-35s with full combat capability -Pentagon Reuters
Boeing to decide soon where to build new 777 Reuters
Boeing says no immediate plans to reopen union talks on 777X Reuters
AIRSHOW-Boeing to decide soon where to build new 777 Reuters
DUBAI (Reuters) - Top Boeing Co (NYS:BA) executives are upbeat about the future of the F/A-18 Super Hornet fighter jet and see a good chance of winning additional U.S. and international orders that would keep the production line running past 2016.



Na verdade, ela não tem outra opção a não ser o F-18 e o F-15. Como ela perdeu tanto para o F-22 quanto pra o F-35, ela não tem nenhum produto conceitualmente novo para disputar o mercado com os delta canards europeus ou o stealth monoturbina da Lockheed.

O último caça feito para o mercado externo foi o F-5E. Depois dele, todos os caças exportados foram modelos usados também pela USAF ou pela USNavy.

Mas mesmo que ela quisesse, acho difícil o governo americano autorizar a Boeing a desenvolver um modelo stealth para exportação. Corre-se o risco de se vender para outros países um caça melhor e mais barato do que o F-35 adotado internamente. Assim, a única coisa que ela pode fazer é tentar aperfeiçoar seus caças para diminuir o gap entre a 4ª e 5ª geração. Mas comercialmente não é a melhor situação.

atenciosamente,

_________________
::Robson Rocha
http://www.comunicarteei.blogspot.com


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Super Hornet News parte 2
MensagemEnviado: Qui Nov 21, 2013 8:20 pm 
Offline
Sênior
Sênior
 Perfil

Registrado em: Qua Jan 10, 2007 6:07 pm
Mensagens: 2201
Robsonmkt escreveu:
Hammer escreveu:
Em Dubai Boeing parece otimista com a sobrevida do F-18E/F

Citação:
Boeing executives upbeat about future of F/A-18 fighter
Reuters
November 18, 2013 10:47 AM

By Andrea Shalal-Esa and Tim Hepher

Related Stories

Boeing shows off F/A-18 fighter as production end looms Reuters
S.Korea would get F-35s with full combat capability -Pentagon Reuters
Boeing to decide soon where to build new 777 Reuters
Boeing says no immediate plans to reopen union talks on 777X Reuters
AIRSHOW-Boeing to decide soon where to build new 777 Reuters
DUBAI (Reuters) - Top Boeing Co (NYS:BA) executives are upbeat about the future of the F/A-18 Super Hornet fighter jet and see a good chance of winning additional U.S. and international orders that would keep the production line running past 2016.



Na verdade, ela não tem outra opção a não ser o F-18 e o F-15. Como ela perdeu tanto para o F-22 quanto pra o F-35, ela não tem nenhum produto conceitualmente novo para disputar o mercado com os delta canards europeus ou o stealth monoturbina da Lockheed.

O último caça feito para o mercado externo foi o F-5E. Depois dele, todos os caças exportados foram modelos usados também pela USAF ou pela USNavy.

Mas mesmo que ela quisesse, acho difícil o governo americano autorizar a Boeing a desenvolver um modelo stealth para exportação. Corre-se o risco de se vender para outros países um caça melhor e mais barato do que o F-35 adotado internamente. Assim, a única coisa que ela pode fazer é tentar aperfeiçoar seus caças para diminuir o gap entre a 4ª e 5ª geração. Mas comercialmente não é a melhor situação.
atenciosamente,

Yep. ;)
E com os orçamentos ultra apertados nos EUA, a solução é reinventar a roda para ver se alguém compra versões recicladas de aviões já existentes. Mas tanto a USAF quanto a USN não querem saber disso.

[]s
CB_Lima

_________________
Ordem e Progresso :)


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Super Hornet News parte 2
MensagemEnviado: Qua Dez 11, 2013 1:22 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Visitar website do usuário  Perfil

Registrado em: Ter Nov 06, 2007 6:50 pm
Mensagens: 4256
Localização: Brasil, RJ
Citação:
Manutenção da linha de produção do Super Hornet será decidia em março de 2014
EMPRESA PRECISA DECIDIR EM BREVE SE ADQUIRE OU NÃO ITENS DE LONGO PRAZO, NECESSÁRIOS PARA A PRODUÇÃO DE NOVAS AERONAVES. SE NOVOS PEDIDOS NÃO SURGIREM, LINHA DE MONTAGEM FECHARÁ EM 2016

A Boeing deve decidir em março 2014 se investirá dezenas de milhões de dólares para continuar a produção do caça F/A-18 Super Hornet, disse um alto executivo da empresa nesta segunda-feira 9/12, ressaltando sua confiança de que encomendas suficientes emergirão para manter o avião em produção até além de 2020.

“Eu sei onde aposto o meu dinheiro”, disse Mike Gibbons, vice-presidente dos programas F/A-18 Super Hornet e EA-18 Growler, a jornalistas após uma cerimônia da Marinha dos EUA celebrando o 35º aniversário do primeiro voo do F/A-18 Hornet na sede do comando da aviação da Marinha.

“Temos sido extremamente otimistas sobre o futuro da produção do Super Hornet e do Growler “, Gibbons disse, notando que a Boeing investiu recentemente quantidades substanciais em novas ferramentas para reduzir o custo de construção de aviões em sua fábrica em Saint Louis.

A linha de montagem do avião está programada para fechar em 2016. A Boeing e seus aliados lançaram uma grande campanha para pressionar os militares dos EUA para comprar mais Super Hornet a um custo de cerca de US$ 51-52 milhões por avião, incluindo motores , radares e equipamentos de guerra eletrônica, especialmente devido ao fato de que a versão embarcada do F-35 não estar operacional até 2019.

A produção de caças inclui itens como titânio, que devem ser comprados bem antes do início da produção, o que significa que a Boeing pode ter que pagar por esses itens para garantir que os aviões sejam construídos em tempo se pedidos firmes da Marinha ou compradores estrangeiros não aparecerem em breve.

A Boeing também está promovendo as vendas externas dos aviões para o Canadá, Dinamarca, Brasil, Malásia, Kuwait e outros países do Oriente Médio, mas os executivos admitem que não há orçamento na USN para mais aviões e várias das competições estrangeiras foram adiadas.

O capitão de mar e guerra da USN Frank Morley, que dirige o programa para a Marinha, disse a repórteres que os principais líderes militares dos Estados Unidos irão decidir o futuro do programa ao longo do próximo ano.

“Há conversas aqui e ali”, disse ele, acrescentando que as decisões sobre mais pedidos dependerá de futuros níveis de financiamento do Pentágono.

Íntegra da notícia em http://www.aereo.jor.br/2013/12/11/manu ... o-de-2014/


Creio que a página do SH está se virando. Me parece que Boeing deverá apostar suas fichas em uma parceria com a SAAB para o a concorrência do TX.
Se o projeto for bem executado, ele poderá ter desdobramentos como um caça leve para o mercado externo tal qual o T-50 coreano.

Atenciosamente,

_________________
::Robson Rocha
http://www.comunicarteei.blogspot.com


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Super Hornet News parte 2
MensagemEnviado: Qua Dez 18, 2013 8:56 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Dom Jun 14, 2009 11:59 pm
Mensagens: 5835
BOEING - DECLARAÇÃO OFICIAL SOBRE ANÚNCIO DO F-X2


Declaração oficial da Boeing sobre anúncio do F-X2


A Boeing está ciente sobre o anúncio do governo brasileiro de que o caça F/A-18E/F Super Hornet não foi selecionado para participar das negociações contratuais da concorrência F-X2. Embora decepcionante para a Boeing, a decisão, de forma alguma, diminui o comprometimento da empresa em expandir sua presença, ampliar suas parcerias e apoiar as necessidades do Brasil em termos de segurança. Nas próximas semanas, nós trabalharemos com a Força Aérea Brasileira (FAB) para entender melhor sua decisão.

Nossa participação na concorrência F-X2 ofereceu a oportunidade de estabelecer parcerias importantes e colaboração com a indústria e o governo brasileiro, as quais continuaremos a expandir independentemente da decisão do F-X2.

http://www.defesanet.com.br/fx2/noticia ... o-do-F-X2/

_________________
[] Spock

Os Estados não se defendem exigindo explicações, pedidos de desculpas ou com discursos na ONU.

“Quando encontrar um espadachim, saque da espada: não recite poemas para quem não é poeta”


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Super Hornet News parte 2
MensagemEnviado: Qua Dez 18, 2013 9:22 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qua Dez 11, 2013 10:29 pm
Mensagens: 1885
Localização: Hell de Janeiro
Se não houverem novas encomendas da USN, provavelmente a linha de produção do SH deve se encerrar em breve. Os executivos da Boeing devem estar mais decepcionados do que a nota deve transparecer, afinal seriam no mínimo mais 36 aviões que poderiam chegar à 120 (ou talvez mais).


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Super Hornet News parte 2
MensagemEnviado: Qui Dez 19, 2013 12:06 am 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qui Nov 29, 2007 9:11 pm
Mensagens: 9903
Localização: Caxias do Sul - RS
Danzig escreveu:
Se não houverem novas encomendas da USN, provavelmente a linha de produção do SH deve se encerrar em breve. Os executivos da Boeing devem estar mais decepcionados do que a nota deve transparecer, afinal seriam no mínimo mais 36 aviões que poderiam chegar à 120 (ou talvez mais).



Nem um choro !

Em breve saberão os senhores porque !!

Sds.


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Super Hornet News parte 2
MensagemEnviado: Qui Dez 19, 2013 12:20 am 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Dom Jun 14, 2009 11:59 pm
Mensagens: 5835
Baschera escreveu:
Danzig escreveu:
Se não houverem novas encomendas da USN, provavelmente a linha de produção do SH deve se encerrar em breve. Os executivos da Boeing devem estar mais decepcionados do que a nota deve transparecer, afinal seriam no mínimo mais 36 aviões que poderiam chegar à 120 (ou talvez mais).



Nem um choro !

Em breve saberão os senhores porque !!

Sds.


Ha não Basch ... para com isso ... pode começar a falar, brow ... se não, dá pelo menos dicas ...

abs
Spock

_________________
[] Spock

Os Estados não se defendem exigindo explicações, pedidos de desculpas ou com discursos na ONU.

“Quando encontrar um espadachim, saque da espada: não recite poemas para quem não é poeta”


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Super Hornet News parte 2
MensagemEnviado: Qui Dez 19, 2013 12:29 am 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qui Nov 29, 2007 9:11 pm
Mensagens: 9903
Localização: Caxias do Sul - RS
Spock escreveu:
Baschera escreveu:
Danzig escreveu:
Se não houverem novas encomendas da USN, provavelmente a linha de produção do SH deve se encerrar em breve. Os executivos da Boeing devem estar mais decepcionados do que a nota deve transparecer, afinal seriam no mínimo mais 36 aviões que poderiam chegar à 120 (ou talvez mais).



Nem um choro !

Em breve saberão os senhores porque !!

Sds.


Ha não Basch ... para com isso ... pode começar a falar, brow ... se não, dá pelo menos dicas ...

abs
Spock


Simples meu caro Spock....a Boeing será "abençoada" com outros contratos no futuro.... não imagina que por causa disto o Brasil e os EUA vão declarar guerra ou vão parar o comércio, etc.

A perda maior não é da Boeing, que está se lixando para Us$ 5 ou 6 bilhões... quando estes dias venderam Us$ 150 bilhões em aviões comerciais numa feira só..... a perda maior é para a credibilidade do desgoverno Obama.... mais uma que perdeu em politica externa.....

A Boeing tem outros planos....

Sds.


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Super Hornet News parte 2
MensagemEnviado: Qui Dez 19, 2013 9:57 am 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qua Dez 11, 2013 10:29 pm
Mensagens: 1885
Localização: Hell de Janeiro
Baschera escreveu:
Danzig escreveu:
Se não houverem novas encomendas da USN, provavelmente a linha de produção do SH deve se encerrar em breve. Os executivos da Boeing devem estar mais decepcionados do que a nota deve transparecer, afinal seriam no mínimo mais 36 aviões que poderiam chegar à 120 (ou talvez mais).



Nem um choro !

Em breve saberão os senhores porque !!

Sds.


C-17? Ah-64 para o EB? SH para a MB? Diga se pelo menos é uma das alternativas 8)


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Super Hornet News parte 2
MensagemEnviado: Qui Dez 19, 2013 10:25 am 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Visitar website do usuário  Perfil

Registrado em: Ter Nov 06, 2007 6:50 pm
Mensagens: 4256
Localização: Brasil, RJ
Por exemplo, o TX da USAF no qual ela participará junto com, ora ora, a SAAB no desenvolvimento de um treinador novo. Coisa para mais de 1000 exemplares, a se julgar a quantidade de Talons produzidos.
E este treinador pode ser a base de um caçá-los cost. para o mercado internacional - coisa que o SH não conseguiu ser.

Atenciosamente,

_________________
::Robson Rocha
http://www.comunicarteei.blogspot.com


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Super Hornet News parte 2
MensagemEnviado: Qui Dez 19, 2013 10:30 am 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qui Nov 29, 2007 9:11 pm
Mensagens: 9903
Localização: Caxias do Sul - RS
Danzig escreveu:
Baschera escreveu:
Danzig escreveu:
Se não houverem novas encomendas da USN, provavelmente a linha de produção do SH deve se encerrar em breve. Os executivos da Boeing devem estar mais decepcionados do que a nota deve transparecer, afinal seriam no mínimo mais 36 aviões que poderiam chegar à 120 (ou talvez mais).



Nem um choro !

Em breve saberão os senhores porque !!

Sds.


C-17? Ah-64 para o EB? SH para a MB? Diga se pelo menos é uma das alternativas 8)


Ainda não se sabe.... o MD está estudando.... tomara que não sejam os V-22 Osprey.... embora uma máquina fantástica.... eu descobri que o seu custo de hora de voo é proibitivo.... acima de Us$ 83,000, segundo dados que possuo da USAF.

Sds.


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Super Hornet News parte 2
MensagemEnviado: Qui Dez 19, 2013 10:38 am 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qua Dez 11, 2013 10:29 pm
Mensagens: 1885
Localização: Hell de Janeiro
Os C-17 bem que viriam a calhar. Umas 8 ou 10 unidades devem sair mais ou menos o mesmo valor do FX-2 e dariam ao Brasil a tão sonhada capacidade de transporte estratégico. Mas tem que correr, porque a linha de produção também está sendo encerrada. A não ser que venham unidades ex-USAF e a Boeing ganhe com um pacote de retrofit.


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Super Hornet News parte 2
MensagemEnviado: Qui Dez 19, 2013 12:06 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Seg Jan 08, 2007 5:22 pm
Mensagens: 9197
Localização: Brasília - DF, Brasil
Danzig escreveu:
Os C-17 bem que viriam a calhar. Umas 8 ou 10 unidades devem sair mais ou menos o mesmo valor do FX-2 e dariam ao Brasil a tão sonhada capacidade de transporte estratégico. Mas tem que correr, porque a linha de produção também está sendo encerrada. A não ser que venham unidades ex-USAF e a Boeing ganhe com um pacote de retrofit.

Eu penso nessa aeronave também, mas ai corremos o risco de ficar com todo o nosso transporte estratégico na mão de um único fornecedor, literalmente, visto que teríamos KC-767 e C-17, por isso a minha opção de que o melhor teria sido ficar com os A-330 MRTT, assim você distribui suas fontes de peças e manutenção.

O problema é que tem gente dentro da FAB que se dependesse deles, teríamos Super Honet, KC-767 e C-17, tudo dos EUA e tudo Boeing, a FAB seria quase uma sucursal da USAF/USNavy.

Até mais!!! ;)


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Super Hornet News parte 2
MensagemEnviado: Qui Dez 19, 2013 1:38 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qui Nov 29, 2007 9:11 pm
Mensagens: 9903
Localização: Caxias do Sul - RS
Danzig escreveu:
Os C-17 bem que viriam a calhar. Umas 8 ou 10 unidades devem sair mais ou menos o mesmo valor do FX-2 e dariam ao Brasil a tão sonhada capacidade de transporte estratégico. Mas tem que correr, porque a linha de produção também está sendo encerrada. A não ser que venham unidades ex-USAF e a Boeing ganhe com um pacote de retrofit.


Que eu saiba a linha de produção do C-17 Globemaster III esta sendo encerrada neste mês por falta de mais encomendas.

Além disto, o avião custa caro.... algo como Us$ 320 milhões por unidade, via FMS.

Sua hora de voo também não é assim barata... é, para o tamanho do bicho, mais ou menos.... para a USAF (que é grande operadora) é de pouco menos de Us$ 24,000.

Sds.


Voltar ao topo
 
Exibir mensagens anteriores:  Ordenar por  
Criar novo tópico Este tópico está trancado. Você não pode responder ou editar mensagens.  [ Array ]  Ir para página Anterior  1 ... 132, 133, 134, 135, 136  Próximo

Todos os horários são


Quem está online

Array


Enviar mensagens: Proibido
Responder mensagens: Proibido
Editar mensagens: Proibido
Excluir mensagens: Proibido
Enviar anexos: Proibido

Ir para:  
Powered by phpBB © 2000, 2002, 2005, 2007 phpBB Group  
Design By Poker Bandits  
Traduzido por: Suporte phpBB Brasil