Forum Base Militar Web Magazine

Bem-vindo: Qui Nov 14, 2019 5:40 am

Todos os horários são




Criar novo tópico Responder  [ Array ]  Ir para página 1, 2, 3, 4, 5 ... 81  Próximo
Autor Mensagem
 Título: A-29 Super Tucano (parte II)
MensagemEnviado: Ter Jul 31, 2012 11:54 am 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Seg Jan 08, 2007 5:22 pm
Mensagens: 9197
Localização: Brasília - DF, Brasil
Sigamos por aqui. :wink:


Voltar ao topo
 
 Título: Re: A-29 Super Tucano (parte II)
MensagemEnviado: Ter Jul 31, 2012 2:08 pm 
Offline
Sênior
Sênior
 Perfil

Registrado em: Qui Ago 20, 2009 10:28 pm
Mensagens: 1522
Honestamente, não creio que haja muita "grana" e pouco "comando".
Realmente os valores da pasta da defesa são grandes, mas quanto disso é para pagamento de pessoal e o quanto é para investimento e custeio?


Voltar ao topo
 
 Título: Re: A-29 Super Tucano (parte II)
MensagemEnviado: Ter Jul 31, 2012 9:56 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qui Nov 29, 2007 9:11 pm
Mensagens: 9903
Localização: Caxias do Sul - RS
Abellosi escreveu:
Honestamente, não creio que haja muita "grana" e pouco "comando".
Realmente os valores da pasta da defesa são grandes, mas quanto disso é para pagamento de pessoal e o quanto é para investimento e custeio?


Abel,

Eu ainda não lí nada sobre o PLOA 2012.... por isto, a título de informação, vou colocar aqui um resumo do PLOA de 2011..... OK !!

Sds.

Imagem

Imagem

Imagem
Imagens/Ifográficos: Blog das Forças Terrestres-FORTE.


Voltar ao topo
 
 Título: Re: A-29 Super Tucano (parte II)
MensagemEnviado: Qua Ago 01, 2012 9:09 am 
Offline
Sênior
Sênior
 Perfil

Registrado em: Qui Ago 20, 2009 10:28 pm
Mensagens: 1522
Baschera, bom dia. Não deve ter mudado a tendência de maior gasto com pessoal, esse gasto só tende a aumentar (incremento na expectativa de vida e aumento do número de pensionistas) portanto dá para se ter, pela média histórica, que investimento é menos de 15% do gasto total.
Até mais!


Voltar ao topo
 
 Título: Re: A-29 Super Tucano (parte II)
MensagemEnviado: Qua Ago 01, 2012 9:46 am 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qui Nov 10, 2011 8:18 am
Mensagens: 2298
O orçamento é sempre o velho bicho-papão das Forças Armadas e está assim por falta de comando.

Fim do OFF-TOPIC.


Voltar ao topo
 
 Título: Re: A-29 Super Tucano (parte II)
MensagemEnviado: Dom Ago 05, 2012 2:40 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qui Nov 29, 2007 9:11 pm
Mensagens: 9903
Localização: Caxias do Sul - RS
Conexão Diplomática

Silvio Queiroz

Caiu sozinho?

Em tempo, as relações Brasil-Colômbia no terreno da cooperação militar, incrementadas no período de Lula e Uribe, têm pela frente um teste de durabilidade. Um dos elementos-chaves nessa aproximação entre governos com orientações políticas flagrantemente díspares foi a venda, para a Força Aérea Colombiana, de um lote de caças Supertucano. Nos últimos dois ou três anos, os aviões brasileiros tornaram-se uma espécie de bala de prata para os golpes mais contundentes sofridos pelo alto comando das Farc. Um deles caiu no fim de julho em situação de combate, e a guerrilha anunciou prontamente ter abatido o aparelho versão desmentida pelos militares.

A análise da caixa-preta, a cargo da Embraer, não sairá de graça. Ou desmentirá os vizinhos ou, se confirmada uma falha técnica, manchará a reputação de um item de sucesso na pauta de exportações brasileira.

Fonte: Correio Brasiliense, via Notimp/FAB.


Sds.


Voltar ao topo
 
 Título: Re: A-29 Super Tucano (parte II)
MensagemEnviado: Dom Ago 05, 2012 3:08 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Sex Jan 01, 2010 9:52 pm
Mensagens: 9235
Baschera escreveu:
Conexão Diplomática

Silvio Queiroz

Caiu sozinho?

Em tempo, as relações Brasil-Colômbia no terreno da cooperação militar, incrementadas no período de Lula e Uribe, têm pela frente um teste de durabilidade. Um dos elementos-chaves nessa aproximação entre governos com orientações políticas flagrantemente díspares foi a venda, para a Força Aérea Colombiana, de um lote de caças Supertucano. Nos últimos dois ou três anos, os aviões brasileiros tornaram-se uma espécie de bala de prata para os golpes mais contundentes sofridos pelo alto comando das Farc. Um deles caiu no fim de julho em situação de combate, e a guerrilha anunciou prontamente ter abatido o aparelho versão desmentida pelos militares.

A análise da caixa-preta, a cargo da Embraer, não sairá de graça. Ou desmentirá os vizinhos ou, se confirmada uma falha técnica, manchará a reputação de um item de sucesso na pauta de exportações brasileira.

Fonte: Correio Brasiliense, via Notimp/FAB.


Sds.

O avião não é uma aeronave nova e ja foi testada e aprovada, em nenhum dos casos: abate, erro humano ou pane, haverá prejuízo para futuras vendas.

Como nenhuma das 3 opções interessa a Colômbia, eles não devem divulgar nada conclusivo.


Voltar ao topo
 
 Título: Re: A-29 Super Tucano (parte II)
MensagemEnviado: Dom Ago 05, 2012 5:06 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Sex Ago 21, 2009 6:03 pm
Mensagens: 1324
wstrobel escreveu:
Baschera escreveu:
Conexão Diplomática

Silvio Queiroz

Caiu sozinho?

Em tempo, as relações Brasil-Colômbia no terreno da cooperação militar, incrementadas no período de Lula e Uribe, têm pela frente um teste de durabilidade. Um dos elementos-chaves nessa aproximação entre governos com orientações políticas flagrantemente díspares foi a venda, para a Força Aérea Colombiana, de um lote de caças Supertucano. Nos últimos dois ou três anos, os aviões brasileiros tornaram-se uma espécie de bala de prata para os golpes mais contundentes sofridos pelo alto comando das Farc. Um deles caiu no fim de julho em situação de combate, e a guerrilha anunciou prontamente ter abatido o aparelho versão desmentida pelos militares.
til
A análise da caixa-preta, a cargo da Embraer, não sairá de graça. Ou desmentirá os vizinhos ou, se confirmada uma falha técnica, manchará a reputação de um item de sucesso na pauta de exportações brasileira.

Fonte: Correio Brasiliense, via Notimp/FAB.


Sds.

O avião não é uma aeronave nova e ja foi testada e aprovada, em nenhum dos casos: abate, erro humano ou pane, haverá prejuízo para futuras vendas.

Como nenhuma das 3 opções interessa a Colômbia, eles não devem divulgar nada conclusivo.


Eu acredito que ele não foi abatido, mas o fato de ele ter caído "na vertical" é pra lá de intrigante. E caso tenha sido abatido: bom não será, mas também não terá relevância a ponto de prejudicar vendas, lembrando que o F-16 já foi derrubado por artilharia anti-aérea.


Voltar ao topo
 
 Título: Re: A-29 Super Tucano (parte II)
MensagemEnviado: Seg Ago 06, 2012 7:14 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qui Nov 29, 2007 9:11 pm
Mensagens: 9903
Localização: Caxias do Sul - RS
Embraer entrega os quatro primeiros A-29 Super Tucano da Indonésia
6 de agosto de 2012.

Imagem

A Embraer Defesa e Segurança informou nesta segunda-feira, 6 de agosto, a entrega de quatro aeronaves de ataque leve e treinamento avançado A-29 Super Tucano para a Força Aérea da Indonésia em cerimônia realizada na Unidade Gavião Peixoto, no interior paulista. A Indonésia é o primeiro operador do Super Tucano na Ásia.

Segundo a empresa, os quatro A-29 Super Tucanos fazem parte do primeiro lote de oito aeronaves encomendadas pela Força Aérea da Indonésia em 2010. Desde então, a Força Aérea da Indonésia encomendou um segundo lote de oito Super Tucanos, como parte do seu programa de modernização, elevando o número total de encomendas para 16 aeronaves.

“Estamos honrados pelo fato da Força Aérea da Indonésia ter selecionado o A-29 Super Tucano para o programa de modernização de sua frota”, disse Luiz Carlos Aguiar, Presidente da Embraer Defesa e Segurança. “O Super Tucano é uma aeronave de experiência comprovada, capaz de cumprir um amplo espectro de missões e com mais de 160 unidades em operação no mundo todo”.

O A-29 Super Tucano foi escolhido pelas Forças Armadas da Indonésia para substituir sua frota de OV-10 Broncos como parte do plano de modernização de equipamentos para os anos 2009-2014. A Embraer também informou que o Super Tucano já acumulou mais de 157 mil horas de voo e mais de 23 mil horas de combate, sendo capaz de executar uma ampla gama de missões, que incluem ataque leve, vigilância, interceptação aérea e contra insurgência.

FONTE / FOTO: Embraer,via Poder Aéreo.


Sds.


Voltar ao topo
 
 Título: Re: A-29 Super Tucano (parte II)
MensagemEnviado: Sáb Ago 11, 2012 3:19 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Sex Jan 01, 2010 9:52 pm
Mensagens: 9235
Bonitos vídeos de divulgação da Embraer sobre os ST da Indonésia.

http://www.youtube.com/watch?v=WvorcNRv ... r_embedded

http://www.youtube.com/watch?v=_hpGzG_1 ... re=related


Voltar ao topo
 
 Título: Re: A-29 Super Tucano (parte II)
MensagemEnviado: Qua Ago 15, 2012 11:27 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qua Jul 29, 2009 12:36 pm
Mensagens: 1139
Localização: Cidade de Rio Grande /RS
Abellosi escreveu:
Baschera, bom dia. Não deve ter mudado a tendência de maior gasto com pessoal, esse gasto só tende a aumentar (incremento na expectativa de vida e aumento do número de pensionistas) portanto dá para se ter, pela média histórica, que investimento é menos de 15% do gasto total.
Até mais!


Embora o quadro fale em Pessoal Ativo creio que se refira a pessoal ativo e inativo.

As despesas militares brasileiras são duplamente mentirosas, quantitativamente e qualitativamente.

Ao incluir no orçamento de DEFESA os valores pagos aos inativos e pensionistas o valor total passa a compor um IRREAL valor aplicado em defesa em proporção ao PIB. Que embora modesto proporcionalmente passa a ter um valor ABSOLUTO impactante aos vizinhos latino-americanos.

Entretanto retirando-lhe esta parte INATIVA, o que RESTARIA reclassificaria o país para a uma posição vexatória em termos de percentagem do PIB em aplicação REAL em Defesa ATIVA.

Como os militares brasileiros são razoavelmente bem formados e pagos o que SOBRA para equipamento e treinamento REAL é quase NADA.

Do jeito que se coloca esta proporção atual a GLOBO, a mídia em geral e muitos que postam sobre o assunto acabam na INEVITÁVEL conclusão de que a penúria das forças militares são culpa dos próprios militares e pensionistas que recebem salários de marajás e não o governo que oferece recursos insuficientes para a atividade de defesa do país...

A solução para as FFAAs brasileiras é bem simples, é o governo RETIRAR o pagamento de inativos e pensionistas para o tesouro nacional e manter o valor do orçamento atual do MD de modo que o VALOR atualmente pago a inativos e pensionistas seja usado para manter e aparelhar a força.

O governo como um TODO que financie (em conta separada e distinta) o pagamento dos inativos e pensionistas militares JUNTO com os TODOS demais servidores da UNIÃO de modo que quando TODOS se aposentarem recebam diretamente do tesouro e não fiquem onerando a folha do seu ministério de origem. E dando a FALSA IMPRESSÃO que aquele valor em dinheiro está sendo aplicado em alguma atividade ou programa corrente daquele ministério e não em algo como salário/benefício de EX-servidores do poder EXECUTIVO.

_________________
Sea Gripen no A-13 Pernambuco
Aeronave de Combate operacional - 2 Pilotos ou Piloto/WSO - Engine by GE F-414 Enhanced - segundo assento elevado em Super Tucano Style


Voltar ao topo
 
 Título: Re: A-29 Super Tucano (parte II)
MensagemEnviado: Qui Ago 16, 2012 12:02 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qui Nov 29, 2007 9:11 pm
Mensagens: 9903
Localização: Caxias do Sul - RS
Gilberto Rezende escreveu:
Abellosi escreveu:
Baschera, bom dia. Não deve ter mudado a tendência de maior gasto com pessoal, esse gasto só tende a aumentar (incremento na expectativa de vida e aumento do número de pensionistas) portanto dá para se ter, pela média histórica, que investimento é menos de 15% do gasto total.
Até mais!


Embora o quadro fale em Pessoal Ativo creio que se refira a pessoal ativo e inativo.

As despesas militares brasileiras são duplamente mentirosas, quantitativamente e qualitativamente.

Ao incluir no orçamento de DEFESA os valores pagos aos inativos e pensionistas o valor total passa a compor um IRREAL valor aplicado em defesa em proporção ao PIB. Que embora modesto proporcionalmente passa a ter um valor ABSOLUTO impactante aos vizinhos latino-americanos.

Entretanto retirando-lhe esta parte INATIVA, o que RESTARIA reclassificaria o país para a uma posição vexatória em termos de percentagem do PIB em aplicação REAL em Defesa ATIVA.

Como os militares brasileiros são razoavelmente bem formados e pagos o que SOBRA para equipamento e treinamento REAL é quase NADA.

Do jeito que se coloca esta proporção atual a GLOBO, a mídia em geral e muitos que postam sobre o assunto acabam na INEVITÁVEL conclusão de que a penúria das forças militares são culpa dos próprios militares e pensionistas que recebem salários de marajás e não o governo que oferece recursos insuficientes para a atividade de defesa do país...

A solução para as FFAAs brasileiras é bem simples, é o governo RETIRAR o pagamento de inativos e pensionistas para o tesouro nacional e manter o valor do orçamento atual do MD de modo que o VALOR atualmente pago a inativos e pensionistas seja usado para manter e aparelhar a força.

O governo como um TODO que financie (em conta separada e distinta) o pagamento dos inativos e pensionistas militares JUNTO com os TODOS demais servidores da UNIÃO de modo que quando TODOS se aposentarem recebam diretamente do tesouro e não fiquem onerando a folha do seu ministério de origem. E dando a FALSA IMPRESSÃO que aquele valor em dinheiro está sendo aplicado em alguma atividade ou programa corrente daquele ministério e não em algo como salário/benefício de EX-servidores do poder EXECUTIVO.



Concordo 100%.

Sds.


Voltar ao topo
 
 Título: Re: A-29 Super Tucano (parte II)
MensagemEnviado: Qui Ago 16, 2012 12:25 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Sex Jan 01, 2010 9:52 pm
Mensagens: 9235
Baschera escreveu:
Gilberto Rezende escreveu:
Abellosi escreveu:
Baschera, bom dia. Não deve ter mudado a tendência de maior gasto com pessoal, esse gasto só tende a aumentar (incremento na expectativa de vida e aumento do número de pensionistas) portanto dá para se ter, pela média histórica, que investimento é menos de 15% do gasto total.
Até mais!


Embora o quadro fale em Pessoal Ativo creio que se refira a pessoal ativo e inativo.

As despesas militares brasileiras são duplamente mentirosas, quantitativamente e qualitativamente.

Ao incluir no orçamento de DEFESA os valores pagos aos inativos e pensionistas o valor total passa a compor um IRREAL valor aplicado em defesa em proporção ao PIB. Que embora modesto proporcionalmente passa a ter um valor ABSOLUTO impactante aos vizinhos latino-americanos.

Entretanto retirando-lhe esta parte INATIVA, o que RESTARIA reclassificaria o país para a uma posição vexatória em termos de percentagem do PIB em aplicação REAL em Defesa ATIVA.

Como os militares brasileiros são razoavelmente bem formados e pagos o que SOBRA para equipamento e treinamento REAL é quase NADA.

Do jeito que se coloca esta proporção atual a GLOBO, a mídia em geral e muitos que postam sobre o assunto acabam na INEVITÁVEL conclusão de que a penúria das forças militares são culpa dos próprios militares e pensionistas que recebem salários de marajás e não o governo que oferece recursos insuficientes para a atividade de defesa do país...

A solução para as FFAAs brasileiras é bem simples, é o governo RETIRAR o pagamento de inativos e pensionistas para o tesouro nacional e manter o valor do orçamento atual do MD de modo que o VALOR atualmente pago a inativos e pensionistas seja usado para manter e aparelhar a força.

O governo como um TODO que financie (em conta separada e distinta) o pagamento dos inativos e pensionistas militares JUNTO com os TODOS demais servidores da UNIÃO de modo que quando TODOS se aposentarem recebam diretamente do tesouro e não fiquem onerando a folha do seu ministério de origem. E dando a FALSA IMPRESSÃO que aquele valor em dinheiro está sendo aplicado em alguma atividade ou programa corrente daquele ministério e não em algo como salário/benefício de EX-servidores do poder EXECUTIVO.



Concordo 100%.

Sds.

A aposentadoria militar ocorre praticamente sem perdas salariais, o que não ocorre no meio civil, por isso é muito importante manter seu próprio sistema separado nas Forças Armadas.

O que tem que aumentar é o orçamento para a defesa, desta forma fica parecendo que o pessoal é o culpado pelos poucos investimentos, o que não é verdade.


Voltar ao topo
 
 Título: Re: A-29 Super Tucano (parte II)
MensagemEnviado: Qui Ago 16, 2012 1:24 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Visitar website do usuário  Perfil

Registrado em: Qua Out 21, 2009 9:00 pm
Mensagens: 1230
Localização: Auckland - New Zealand
Amigos,

A aposentadoria com valor integral é característica de todo o funcionalismo público, ou não?
Abraços,

Justin


Voltar ao topo
 
 Título: Re: A-29 Super Tucano (parte II)
MensagemEnviado: Qui Ago 16, 2012 1:40 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Sex Jul 24, 2009 2:12 pm
Mensagens: 2411
Localização: Brasília
Justin Case escreveu:
Amigos,

A aposentadoria com valor integral é característica de todo o funcionalismo público, ou não?
Abraços,

Justin


Foi. Há bastante tempo já.
No caso dos civis, os mais antigos ainda se aposentam com os penduricalhos incorporados, com o último valor recebido.
Mas os que entram depois de cada mudança na Previdência cumprem as novas regras em vigor.
No caso dos militares deve ser assim também.
Abç.

_________________
"As leis que proibem o porte de armas... desarmam somente aqueles que não estão nem dispostos nem determinados a cometer crimes." - Cesare Beccaria


Voltar ao topo
 
Exibir mensagens anteriores:  Ordenar por  
Criar novo tópico Responder  [ Array ]  Ir para página 1, 2, 3, 4, 5 ... 81  Próximo

Todos os horários são


Quem está online


Enviar mensagens: Proibido
Responder mensagens: Proibido
Editar mensagens: Proibido
Excluir mensagens: Proibido
Enviar anexos: Proibido

Ir para:  
cron
Powered by phpBB © 2000, 2002, 2005, 2007 phpBB Group  
Design By Poker Bandits  
Traduzido por: Suporte phpBB Brasil