Forum Base Militar Web Magazine

Bem-vindo: Sex Jul 21, 2017 9:48 pm

Todos os horários são




Criar novo tópico Responder  [ Array ] 
Autor Mensagem
 Título: Acidentes Navais
MensagemEnviado: Qua Mar 21, 2012 3:58 am 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qua Dez 05, 2007 2:02 pm
Mensagens: 9157
Citação:
Navio da Marinha sofre incêndio em Manacapuru, no Amazonas
20 de março de 2012, em Acidentes navais, Marinha do Brasil, Noticiário Nacional, por Galante

Imagem
O Navio-Patrulha Bracuí do Grupamento Naval do Norte da Marinha do Brasil teve parte da estrutura incendiada. O sinistro ocorreu próximo ao município de Manacapuru, por volta das 18h20, desta segunda-feira (19)

O Navio-Patrulha Bracuí do Grupamento de Patrulha Naval do Norte da Marinha do Brasil sofreu um incêndio no compartimento das máquinas principais, no início da noite dessa segunda-feira (19), próximo ao município de Manacapuru (distante 84 km de Manaus).

A embarcação foi rebocada para a Estação Naval do Rio Negro (ENRN), em Manaus, por dois empurradores, onde permanecerá para realização de perícias técnicas que instruirão o inquérito aberto para apuração das causas do sinistro.

O “Patrulha Bracuí” é subordinado ao Comando do 4º Distrito Naval (Com4ºDN), em Belém, e que se encontra atualmente sob o controle operativo do Comando do 9º Distrito Naval (Com9ºDN), para realizar Patrulha Naval, no rio Solimões.

Conforme nota enviada à imprensa, a Marinha do Brasil informou que o incêndio foi prontamente combatido pela tripulação do navio e após cerca de uma hora, foi extinto, e não houve qualquer acidente com o pessoal de bordo.

Ainda de acordo com a nota, o navio deverá ser encaminhado à sua sede, na Base Naval de Val de Cães (BNVC), em Belém (PA), assim que estabelecidas a sua estrutura e segurança, para condições operativas.

FONTE: ACRITICA.COM
:arrow: http://www.naval.com.br/blog/2012/03/20/navio-da-marinha-sofre-incendio-em-manacapuru-no-amazonas/#comments

_________________
Abraços.

Imagem


Não alimente os trolls------------Don't feed the trolls---------------インタネット荒らしを無視しろ


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Acidentes Navais
MensagemEnviado: Qua Mar 21, 2012 5:34 am 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qua Dez 05, 2007 2:02 pm
Mensagens: 9157
Citação:
20/03/2012 16h45 - Atualizado em 20/03/2012 17h04
Navio-patrulha da Marinha pega fogo no Pará
Ninguém ficou ferido e embarcação foi levada para Manaus.
Tripulação demorou uma hora para controlar as chamas na casa de máquinas.

Glauco Araújo Do G1, em São Paulo

O Navio-Patrulha Bracuí, da Marinha, pegou fogo na noite desta segunda-feira (19), no Rio Solimões, em Manacapuru (PA). De acordo com informações do Grupamento de Patrulha Naval do Norte, subordinado ao comando do 4º Distrito Naval, em Belém, o problema aconteceu no compartimento de máquinas. Ninguém ficou ferido e a tripulação controlou as chamas em cerca de uma hora.

Segundo a assessoria de imprensa da Marinha, o navio foi rebocado para a Estação Naval do Rio Negro, Manaus, por dois empurradores e teve sua atracação auxiliada por um terceiro rebocador manauara. Durante o trajeto, a embarcação foi escoltada por outro navio-patrulha, o "Amapá", também da Marinha.

Este não é primeiro problema enfrentado pela Marinha neste ano. O mais grave aconteceu na madrugada de 25 de fevereiro, quando dois militares morreram e um ficou ferido em um incêndio na Estação Antártica Comandante Ferraz, base da Marinha do Brasil na Antártida. O problema ocorreu no local onde ficam os geradores de energia. (veja vídeo ao lado)

Um Inquérito Policial Militar foi instaurado para apurar as causas. O ministro da Defesa, Celso Amorim, afirmou, em nota, que a Estação Antártica Comandante Ferraz será reconstruída em dois anos.

Poucos dias antes, em 22 de fevereiro, um incêndio no porta-aviões São Paulo, da Marinha, matou uma pessoa e deixou outras duas feridas, na Ilha das Cobras, na Baía Guanabara. As chamas teriam sido causadas por uma pane elétrica e foram controladas por homens do Grupo de Controle de Avarias, que são treinados e especializados em combate a incêndios, segundo a Marinha. (veja vídeo ao lado)

As chamas teriam sido causadas por uma pane elétrica e foram controladas por homens do Grupo de Controle de Avarias, que são treinados e especializados em combate a incêndios, segundo a Marinha.

Um dia depois do problema com o porta-aviões, a Marinha divulgou nota sobre um princípio de incêndio na sala de ginástica do Navio de Desembarque de Carros de Combate "Mattoso Maia", que foi controlado em cerca de 30 minutos. Uma sindicância foi instaurada para apura os fatos. Não houve feridos.

Em 26 de fevereiro, a Delegacia da Capitania dos Portos em Itacuruçá e Angra dos Reis registrou a explosão da embarcação esportiva durante o abastecimento no posto da Marina Porto Real, em Conceição Jacareí, na Costa Verde. (veja vídeo ao lado)

O problema ocorreu durante a partida na embarcação, que culminou em incêndio. Quatro pessoas estavam à bordo, sendo um tripulante e três passageiros. Mulher e filhos sofreram queimaduras e as outras duas pessoas saíram ilesas. Foi instaurado Inquérito Administrativo para apurar as causas do acidente.

Em setembro de 2010, uma lancha do Centro de Instrução Almirante Wandenkolk (CIAW) da Marinha pegou fogo no trajeto entre a Ilha das Enxadas, na Baía de Guanabara, e o cais do 1º Distrito Naval, na Praça Mauá, na Zona Portuária do Rio. Ninguém ficou ferido.

http://g1.globo.com/brasil/noticia/2012/03/navio-patrulha-da-marinha-pega-fogo-no-para.html

_________________
Abraços.

Imagem


Não alimente os trolls------------Don't feed the trolls---------------インタネット荒らしを無視しろ


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Acidentes Navais
MensagemEnviado: Qua Mar 21, 2012 6:19 am 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Sex Mai 08, 2009 7:24 pm
Mensagens: 872
Tudo isso deve ser uma GRANDE coincidência.

apesar de tudo, tenho admirado o trabalho da FAB, que parece ter organizado as demais atividades da Força antes de procurar um meio mais moderno para sua linha de frente. (apesar de ter torrado muita grana no projeto espacial).

Se ninguém mais vê um descaso da MB com os demais meios que nao sejam o SP e sua "ala" aérea e o subnuc, deve ser porque fiquei neurótico mesmo.


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Acidentes Navais
MensagemEnviado: Dom Abr 01, 2012 1:04 am 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Sex Jan 01, 2010 9:52 pm
Mensagens: 9189
Acidentes com "Fogo Amigo" ja são raros em treinamentos militares, mas ja aconteceram e infelizmente podem sempre voltar a acontecer, como o do contratorpedeiro argentino Sarandi D-13 que acertou fragata Rademaker.

Sarandí was involved in an unfortunate incident on November 29, 2004, during the annual FRATERNO naval exercise with ships of the Brazilian Navy. While conducting gunnery practice shots against target drones, she fired by mistake on the Brazilian frigate Rademaker, injuring four Brazilian crewmen and an Argentine naval observer and causing moderate damage to the Brazilian ship. wikipédia

Sarandi D-13
Imagemwikipédia

Estrago na Rademaker F49 causado por tiros de 40mm e seus estilhaços disparados pela Sarandi D13, por sorte não haviam misseis na Rademaker.
Imagemnaviosbrasileiros
Imagemnaviosbrasileiros
Imagemnaviosbrasileiros
Imagemnaviosbrasileiros

Mui amigo, los hermanos!!! Apesar da brincadeira, foi um acidente por falha no sistema de armas que acabou ferindo um Argentino também, o CF (ARA) Marcos Emílio Mateso.

....................................................................XXX.................................................................

Mas muito mais raro é um navio ser atingido por ele mesmo, isso aconteceu com o Cruzador Bahia em 1945, um marinheiro que devia atirar em um alvo flutuante disparou acidentalmente e acertou o próprio navio e deu o azar de atingir uma carga de profundidade na popa, morreram 340 pessoas.

"Na Segunda Guerra Mundial o Bahia foi utilizado novamente como escolta de comboios, navegando mais de 100.000 milhas náuticas no decorrer de quase um ano. Em 4 de julho de 1945, durante os preparativos para um exercício com as metralhadoras antiaéreas Oerlikon de 20 mm, o cruzador Bahia parou momentaneamente para lançar ao mar um alvo flutuante para exercício de tiro, mas às 09:10h, foi atingido por uma violenta explosão provocada por um disparo acidental, que acertou as cargas de profundidade na popa.
A violenta explosão ocorreu quando o navio estava próximo aos Rochedos de São Pedro e São Paulo. Na catástrofe, perderam a vida o seu comandante, Capitão-de-Fragata Garcia D’Ávila Pires de Albuquerque e mais 339 dos 372 homens que estavam a bordo, inclusive 4 marinheiros americanos. Em 8 de julho, foram salvos apenas 36 tripulantes pelo mercante inglês S/S “Balfe“. Sua baixa foi oficializada pelo Aviso n.º 1055 de 19 e julho de 1945." wikipedia

Imagemnaviosbrasileiros

O Incrível é que um único disparo de 20mm afundou um cruzador de 3.000 tons e 120m de comprimento.(em 1910, ano de sua fabricação 3.000 tons era Scout Cruiser).
"A scout cruiser was a type of warship of the early 20th Century, which were smaller, faster, more lightly armed and armoured than protected cruisers or light cruisers, but larger than contemporary destroyers. Intended for fleet scouting duties and acting as a flotilla leader". Wikiperia
Tudo é questão de onde acerta, já vi gente dizer que um míssil portátil não faz nada em um navio.


O Bahia teve história, foi um dos amotinados da R. Chibata quando tinha seis meses, participou da 1º Guerra patrulhando a costa do Senegal, na Revolta de 1932 bloqueou o Porto de Santos, na 2º Guerra patrulhou o Atlântico e ainda encerrou sua vida num dos maiores acidentes navais de auto-flagelo com 340 mortos.


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Acidentes Navais
MensagemEnviado: Seg Abr 09, 2012 6:25 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Sex Jan 01, 2010 9:52 pm
Mensagens: 9189
Eu tinha visto este vídeo e achei exagero falarem em perigo, mas agora apareceu o vídeo com a aviso do CMT do MSC Orchestra pedindo desculpas pela ocorrência, onde diz que houve uma quase colisão devido a manobra do Costa Pacifica.
O MSC Orchestra estava ancorado e pelo que dá para ver em um dos vídeos teve que acionar os motores para se afastar da manobra do Costa Pacifica.
Eu não entendo de navios, se alguém entende pode nos dizer se é permitido passar a esta distancia de um navio ancorado.

Video da fina filmado do MSC Orchestra, aumente o volume para escutar o Comandante ** http://www.youtube.com/watch?v=0cUg5JUqW8I

Video da fina filmado do Costa Pacifica ** http://www.youtube.com/watch?v=RK_Ca15F ... ure=fvwrel

Foto dos dois navios em outro local
Imagemipernity.com


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Acidentes Navais
MensagemEnviado: Qua Abr 18, 2012 3:03 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Sex Jan 01, 2010 9:52 pm
Mensagens: 9189
Não tem jeito, só mandando Pai de Santo benzer. Se fica preso no início do inverno, já era..

‘Ary Rongel’ deixa gelo espesso com o auxílio do RRS ‘Ernest Shackleton’
18 de abril de 2012, em Noticiário Internacional, por Guilherme Poggio

Logo pela manhã do domingo, 8 de abril, o navio de pesquisa antártica britânico RRS Ernest Shackleton recebeu um alerta para auxiliar o navio de apoio oceanográfico Ary Rongel da Marinha do Brasil que se encontrava cercado por espessos blocos de gelo próximo à ponta nordeste do estreito de Bransfield, na região das Ilhas Shetland do Sul.

O RRS Ernest Shackleton permaneceu em contato com o Ary Rongel durante todo o domingo, enviando informações para o navio brasileiro por email e rádio VHF. O navio inglês finalmente alcançou o Ary Rongel na noite daquele dia, por volta das 20:00h, perto do por do Sol. Com o uso de luzes de busca, o Ary Rongel pôde seguir o RRS Ernest Shackleton através da espessa camada de gelo por toda a noite debaixo de uma tempestade até que a ilha de Deception e o mar aberto.

Fora do gelo, os navios trocaram mensagens de agradecimentos antes de prosseguirem para diferentes rumos.

O capitão do RS Ernest Shackleton, John Harper, disse:

“Um navio rodeado por gelo espesso, com forte acreção de gelo sob clima desfavorável não é um bom lugar para se estar. Eu acredito que o Ary Rongel ficou feliz de nos ver e de poder fornecer a assistência necessária.”

Imagem

Read more: http://www.naval.com.br/blog/#ixzz1sPsKnHNs


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Acidentes Navais
MensagemEnviado: Qua Abr 18, 2012 5:50 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Sex Jan 01, 2010 9:52 pm
Mensagens: 9189
Em relação ao post acima, os dois navios, o Ary Rangel e o RRS Ernest Shackleton já tiveram algo em comum, o mesmo nome, os dois foram lançados como Polar Queen e depois foram rebatizados.

NApOc Ary Rongel (H-44), ex Polar Queen
Lançado pela Noruega em 1981 e vendido para a MB em 1994, foi construido para fazer pesquisas no Mar Norte.
Deslocamento (toneladas): 3.670-plena carga
Dimensões (metros): 75,3 x 13 x 5,3
Velocidade (nós): 14,5
Raio de Ação (milhas): 19.500 a 14 nós
Tripulação: 64 homens
Helicópteros: 2 UH-13 Esquilo
Construtor: George Eides Sonner A/S, Noruega
Imagemwikipedia
ImagemBritish Antarctic

RRS Ernest Shackleton, ex MV Polar Queen
Lançado em 1995 para outros programas ingleses de pesquisa e adquirido em 1999 pela British Antartic Survey para navio de transporte do programa antartico, não deve ser confundido com o RRS Shackletom anterior, fabricado em 1956 e aposentado em 1992, que operava nas Malvinas e chegou a ser atingido por disparos pelo ARA Almirante Storni na guerra.
Class and type: Royal Research Ship
(Research/Survey/Cargo)
Displacement: 4,028 tonnes (Gross)
5,455 tonnes (loaded)
Length: 80 m (262 ft)
Beam: 17.0 m (56 ft)
Draught: 6.15 m (20 ft)
Ice class: DNV ICE-05
Installed power: 2 x Bergen Diesel BRM 6 each 2550 kW
Propulsion: Thrusters : 816 Hp x 3 + 1088 Hp x 1 + 1 Azimuth 1088 Hp[1]
Speed: 11 kn (20 km/h), max: 14 kn (26 km/h)
Range: 40,000 nmi (74,000 km)
Endurance: 130 days
Complement: 72 including crew
Imagemwarehousenews
Imagemwikipedia


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Acidentes Navais
MensagemEnviado: Qua Mai 23, 2012 10:41 am 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qua Dez 05, 2007 2:02 pm
Mensagens: 9157
Citação:
Warship damaged by fire at Cammell Laird shipyard

by Katie Oakes, Liverpool Echo
May 21 2012

A WARSHIP being refurbished in a Wirral shipyard was damaged after a fire broke out in one of the cabins.

Five fire engines raced to the Cammell Laird shipyard just after 9am yesterday.

Workers at the Birkenhead yard are currently refurbishing three tankers from the Ministry of Defence’s Royal Auxiliary Fleet (RFA).

They were working on the Black Rover tanker when one of the cabins went up in flames.

No-one was injured in the fire, which was put out by 10.45am.

The refurbishment of the 140m tanker, which weighs 7,892 tons, is part of a £234m RFA contract won by Laird’s in 2007.

A spokesman for Merseyside fire service said: “Shipyard personnel were working in the cabins and one ignited.

“The shipyard did a really good job of getting it under control before we arrived.”

Cammell Laird was unavailable for comment yesterday.

http://www.liverpoolecho.co.uk/liverpool-news/local-news/2012/05/21/warship-damaged-by-fire-at-cammell-laird-shipyard-100252-31011220/

_________________
Abraços.

Imagem


Não alimente os trolls------------Don't feed the trolls---------------インタネット荒らしを無視しろ


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Acidentes Navais
MensagemEnviado: Qui Mai 24, 2012 7:23 am 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qua Dez 05, 2007 2:02 pm
Mensagens: 9157
Citação:
Fire Strikes Nuke Sub USS Miami In Portsmouth Dry Dock

By Colin Clark

Published: May 23, 2012

Imagem

Word came late last night about a fire ripping through the USS Miami, a Los Angeles class attack submarine. The ship's reactor was not operating at the time and no weapons were aboard.

The fire, even if the reactor is completely undamaged, is expected to add at least several months to the Miami's stay in the Portsmouth Naval Shipyard. Los Angeles subs are mostly designed to escort carrier groups.

At 11 p.m. Wednesday the fire was still not under control.

"At approximately 5:41 this evening Portsmouth Naval Shipyard Fire Department responded to a report of a fire onboard USS Miami (SSN 755). Emergency personnel remain on-scene and continue to fight the fire. The cause of the fire is not known at this time and will be fully investigated," Capt. Bryant Fuller, head of the shipyard, said in a statement.

The sub was in dry dock for regularly scheduled maintenance.

We'll update this story in the morning.

http://defense.aol.com/2012/05/23/fire-strikes-nuke-sub-uss-miami-in-portsmouth-dry-dock/

_________________
Abraços.

Imagem


Não alimente os trolls------------Don't feed the trolls---------------インタネット荒らしを無視しろ


Voltar ao topo
 
Exibir mensagens anteriores:  Ordenar por  
Criar novo tópico Responder  [ Array ] 

Todos os horários são


Quem está online


Enviar mensagens: Proibido
Responder mensagens: Proibido
Editar mensagens: Proibido
Excluir mensagens: Proibido
Enviar anexos: Proibido

Ir para:  
cron
Powered by phpBB © 2000, 2002, 2005, 2007 phpBB Group  
Design By Poker Bandits  
Traduzido por: Suporte phpBB Brasil