Forum Base Militar Web Magazine

Bem-vindo: Sex Jul 21, 2017 10:17 pm

Todos os horários são




Criar novo tópico Responder  [ Array ]  Ir para página Anterior  1 ... 4, 5, 6, 7, 8  Próximo
Autor Mensagem
 Título: Re: Guarda Costeira Brasileira
MensagemEnviado: Sáb Mar 02, 2013 9:13 am 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Sex Jan 01, 2010 9:52 pm
Mensagens: 9189
Eu que não consigo imaginar o Brasil no futuro sem uma Guarda Costeira independente, achei ótimo o projeto.

Quanto a gastos e geração de empregos, o que é que a MB tem a ver com isso?

Só acho que esta GC não deve se limitar a rios e lagos, devendo atuar nos mares. Abraçando funções que hoje são da MB.


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Guarda Costeira Brasileira
MensagemEnviado: Sáb Mar 02, 2013 12:06 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Visitar website do usuário  Perfil

Registrado em: Ter Nov 06, 2007 6:50 pm
Mensagens: 4252
Localização: Brasil, RJ
wstrobel escreveu:
Eu que não consigo imaginar o Brasil no futuro sem uma Guarda Costeira independente, achei ótimo o projeto.

Quanto a gastos e geração de empregos, o que é que a MB tem a ver com isso?

Só acho que esta GC não deve se limitar a rios e lagos, devendo atuar nos mares. Abraçando funções que hoje são da MB.


Como o Art colocou, a USGC nao é independente, mas subordinada a US NAVY. Nao vejo porque aqui deveria ser diferente.

O Strobel, pelas suas colocações em posts sobre os mais diversos assuntos, me da a entender que tem afinidade com o neto de vista liberal no tocante a economia, a qual preconiza um Estado mínimo, pouca ou nenhuma interferência do governo na economia, etc e tal.

Além disso, uma característica típica dos liberais e neoliberais brasileiros é um fatalismo/pessimismo no tocante a nossa industria. Geralmente acham que nao vale a pena desenvolver na aqui dentro, que vai sair mais caro e pior os que o que já existe, que devemos aceitar nosso destino manifesto de exportarmos compositores e importarmos produtos manufaturados, etc.

Ou seja, creio que o ponto de vista dele seja uma opinião sincera segundo uma visão de mundo, de uma estrutura administrativa que lhe parece mais racional e funcional, embora possa parecer para alguns que seja aquela velha rixa entre fabianos e marinheiros.

Prezado Strobel, se estou equivocado respeito de seu ponto de vista, sinta- se livre para me retrucar, como eu disse, é apenas uma impressão minha baseado em algumas de suas colocações, ok? :wink:

Porém, no tocante a uma Guarda Costeira Brasileira, o que prevejo que vá acontecer é:

1) aumento de gastos governamentais com a criação de uma estrutura física e de pessoal separada da que já existe, a da MB. Estamos falando de prédios, embarcações e efetivo;

2) diminuição das verbas da MB. Como o pais tradicionalmente nao da importância para a sua própria defesa, apenas para questões de segurança interna (e mesmo essas, mal). Com a separação, veríamos o grosso do orçamento naval indo para a Guarda Costeira e as sobras indo para a MB;

Já vimos isto acontecer antes. No Brasil Império, antes da Guerra do Paraguai, a Guarda Nacional era mais bem vista e equipada do que o Exercito. Nao foi a toa que boa parte da cúpula que veio proclamar a Republica era formada por oficiais do Exercito Brasileiro. Pelo menos foi isso que eu aprendi na escola.

Na minha modesta opinião de leigo, seria melhor se as verbas da MB fossem incrementadas para que ela pudesse cumprir a contento a missão de patrulhamento fluvial e costeiro. Sai mais barato para o pais do que criar e manter duas estruturas burocráticas análogas para fazer aquilo que a MB pode e sabe fazer sozinha.

Ou alguém pensa em fazer uma guarda nacional aérea para patrulhamento de fronteiras e de rodovias federais somente porque a Guarda Nacional dos EUA tem F-16?

Atenciosamente,

_________________
::Robson Rocha
http://www.comunicarteei.blogspot.com


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Guarda Costeira Brasileira
MensagemEnviado: Sáb Mar 02, 2013 12:36 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Sex Jan 01, 2010 9:52 pm
Mensagens: 9189
Robsonmkt escreveu:
wstrobel escreveu:
Eu que não consigo imaginar o Brasil no futuro sem uma Guarda Costeira independente, achei ótimo o projeto.

Quanto a gastos e geração de empregos, o que é que a MB tem a ver com isso?

Só acho que esta GC não deve se limitar a rios e lagos, devendo atuar nos mares. Abraçando funções que hoje são da MB.


Como o Art colocou, a USGC nao é independente, mas subordinada a US NAVY. Nao vejo porque aqui deveria ser diferente.

O Strobel, pelas suas colocações em posts sobre os mais diversos assuntos, me da a entender que tem afinidade com o neto de vista liberal no tocante a economia, a qual preconiza um Estado mínimo, pouca ou nenhuma interferência do governo na economia, etc e tal.

Além disso, uma característica típica dos liberais e neoliberais brasileiros é um fatalismo/pessimismo no tocante a nossa industria. Geralmente acham que nao vale a pena desenvolver na aqui dentro, que vai sair mais caro e pior os que o que já existe, que devemos aceitar nosso destino manifesto de exportarmos compositores e importarmos produtos manufaturados, etc.

Ou seja, creio que o ponto de vista dele seja uma opinião sincera segundo uma visão de mundo, de uma estrutura administrativa que lhe parece mais racional e funcional, embora possa parecer para alguns que seja aquela velha rixa entre fabianos e marinheiros.

Prezado Strobel, se estou equivocado respeito de seu ponto de vista, sinta- se livre para me retrucar, como eu disse, é apenas uma impressão minha baseado em algumas de suas colocações, ok? :wink:

Porém, no tocante a uma Guarda Costeira Brasileira, o que prevejo que vá acontecer é:

1) aumento de gastos governamentais com a criação de uma estrutura física e de pessoal separada da que já existe, a da MB. Estamos falando de prédios, embarcações e efetivo;

2) diminuição das verbas da MB. Como o pais tradicionalmente nao da importância para a sua própria defesa, apenas para questões de segurança interna (e mesmo essas, mal). Com a separação, veríamos o grosso do orçamento naval indo para a Guarda Costeira e as sobras indo para a MB;

Já vimos isto acontecer antes. No Brasil Império, antes da Guerra do Paraguai, a Guarda Nacional era mais bem vista e equipada do que o Exercito. Nao foi a toa que boa parte da cúpula que veio proclamar a Republica era formada por oficiais do Exercito Brasileiro. Pelo menos foi isso que eu aprendi na escola.

Na minha modesta opinião de leigo, seria melhor se as verbas da MB fossem incrementadas para que ela pudesse cumprir a contento a missão de patrulhamento fluvial e costeiro. Sai mais barato para o pais do que criar e manter duas estruturas burocráticas análogas para fazer aquilo que a MB pode e sabe fazer sozinha.

Ou alguém pensa em fazer uma guarda nacional aérea para patrulhamento de fronteiras e de rodovias federais somente porque a Guarda Nacional dos EUA tem F-16?

Atenciosamente,

Quanto a sua posição sobre minhas ideias , gostei.

Quanto as Guardas Costeiras, que podem ter variados nomes em diversos países, elas na maioria não são subordinadas a Marinha.

A USCG opera sob o Departamento de Segurança Interna em tempo de paz, e pode ser transferido para o Departamento da Marinha pelo Presidente a qualquer momento, ou pelo Congresso durante o tempo de guerra, é considerada uma força de reserva da US Navy só em tempos de guerra, em momento de exceção.

A Prefeitura Naval da Argentina também é independente da sua Armada, sendo subordinada ao Ministerio de Seguridad.

A JCG japonesa é subordinada ao Ministério da Infraestrutura, Transportes e Turismo, também sendo independente da sua Marinha(JMSDF-Japan Maritime Self-Defense Force).

Mas pode ter certeza que a MB não presta um serviço adequado aos navegantes deste Brasil, só como exemplo eu cito as cidades costeiras servidas por helicópteros da MB, São Pedro da Aldeia-RJ e Rio Grande-RS, isto com 7.000 km de costa. Mas esta conversa da MB por ter medo de perder os recursos é velha e não vai se sustentar por muito tempo.


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Guarda Costeira Brasileira
MensagemEnviado: Sáb Mar 02, 2013 12:49 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Visitar website do usuário  Perfil

Registrado em: Ter Nov 06, 2007 6:50 pm
Mensagens: 4252
Localização: Brasil, RJ
wstrobel escreveu:
Quanto a sua posição sobre minhas ideias , gostei.

Quanto as Guardas Costeiras, que podem ter variados nomes em diversos países, elas na maioria não são subordinadas a Marinha.

A USCG opera sob o Departamento de Segurança Interna em tempo de paz, e pode ser transferido para o Departamento da Marinha pelo Presidente a qualquer momento, ou pelo Congresso durante o tempo de guerra, é considerada uma força de reserva da US Navy só em tempos de guerra, em momento de exceção.

A Prefeitura Naval da Argentina também é independente da sua Armada, sendo subordinada ao Ministerio de Seguridad.

A JCG japonesa é subordinada ao Ministério da Infraestrutura, Transportes e Turismo, também sendo independente da sua Marinha(JMSDF-Japan Maritime Self-Defense Force).

Mas pode ter certeza que a MB não presta um serviço adequado aos navegantes deste Brasil, só como exemplo eu cito as cidades costeiras servidas por helicópteros da MB, São Pedro da Aldeia-RJ e Rio Grande-RS, isto com 7.000 km de costa. Mas esta conversa da MB por ter medo de perder os recursos é velha e não vai se sustentar por muito tempo.


Legal. Quanto ao que eu escrevi, duas pequenas correções: onde esta escrito "neto" leia-se "ponto" e onde esta escrito "compositores" leia-se "commodities". A droga do IPad corrigiu automaticamente e eu nao reparei... :oops:

Atenciosamente,

_________________
::Robson Rocha
http://www.comunicarteei.blogspot.com


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Guarda Costeira Brasileira
MensagemEnviado: Sáb Mar 02, 2013 12:50 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Sex Abr 17, 2009 2:54 pm
Mensagens: 2243
Prezados....

Minha visão sobre a guarda Costeira do Brasil é simplesmente o que ocorreu com a ANAC, que foi politizada e colocada como mais um sumidouro de Cargos públicos de partidos politicos com indicação sem nenhuma pessoa capacitada, como tudo que já conhecemos do nosso país não melhorou muito depois que saiu da FAB.

O que vai acontecer é menos verba para a MB e um péssimo serviço prestado ao povo....das duas corporações da MB sem dinheiro e da Guarda costeira sem capacidade técnica e com indicações politicas, se é para isso PODE DEIXAR COMO ESTÁ.

como colocou o colega robson a história mostra que nosso país não dá muita importância as coisas de defesa. tendenciando a deixar em segundo/terceiro plano.

agora se fosse acontecer como queríamos em um país sério seria muito bem vindo, por isso sou radicalmente contra.

Abraços

_________________
"Uma nação que confia em seus direitos, em vez de confiar em seus soldados, engana-se a si mesma e prepara a sua própria queda." (Rui Barbosa)


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Guarda Costeira Brasileira
MensagemEnviado: Sáb Mar 02, 2013 1:01 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Sex Jan 01, 2010 9:52 pm
Mensagens: 9189
ART escreveu:
Prezados....

Minha visão sobre a guarda Costeira do Brasil é simplesmente o que ocorreu com a ANAC, que foi politizada e colocada como mais um sumidouro de Cargos públicos de partidos politicos com indicação sem nenhuma pessoa capacitada, como tudo que já conhecemos do nosso país não melhorou nada muito depois que saiu da FAB.

O que vai acontecer é menos verba para a MB e um péssimo serviço prestado ao povo....das duas corporações da MB sem dinheiro e da Guarda costeira sem capacidade técnica e com indicações politicas, se é para isso PODE DEIXAR COMO ESTÁ.

agora se fosse acontecer como queríamos em um país sério seria muito bem vindo, por isso sou radicalmente contra.

Abraços

A situação da transição DAC/ANAC eu conheço, eu trabalhava no Serac-2 e foi uma transição apressada e mal feita, deveria ter sido mais lenta com os civis assumindo de forma mais gradual.
Mas eu te garanto que o DAC tinha muitos problemas e não era a perfeição que os críticos da ANAC apontam, o DAC ja foi pego pela OACI(Organização da Aviação Civil Internacional) mais de uma vez desviando recursos da Aviação Civil para o setor militar do Ministério da Aeronáutica.
Era uma exigência antiga a desvinculação da aviação civil da militar, e agora a ANAC está bem melhor do que nos primeiros anos, corrigindo erros básicos como o maior que foi a dedicação exclusiva a aviação comercial, deixando de lado a aviação geral e a formação de profissionais, chegando a ficar quase sem checadores, causando a revolta de usuários do sistema.


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Guarda Costeira Brasileira
MensagemEnviado: Sáb Mar 02, 2013 1:26 pm 
Offline
Sênior
Sênior
 Perfil

Registrado em: Ter Dez 08, 2009 6:00 pm
Mensagens: 964
Robsonmkt escreveu:
wstrobel escreveu:
Eu que não consigo imaginar o Brasil no futuro sem uma Guarda Costeira independente, achei ótimo o projeto.

Quanto a gastos e geração de empregos, o que é que a MB tem a ver com isso?

Só acho que esta GC não deve se limitar a rios e lagos, devendo atuar nos mares. Abraçando funções que hoje são da MB.


Como o Art colocou, a USGC nao é independente, mas subordinada a US NAVY. Nao vejo porque aqui deveria ser diferente.

O Strobel, pelas suas colocações em posts sobre os mais diversos assuntos, me da a entender que tem afinidade com o neto de vista liberal no tocante a economia, a qual preconiza um Estado mínimo, pouca ou nenhuma interferência do governo na economia, etc e tal.

Além disso, uma característica típica dos liberais e neoliberais brasileiros é um fatalismo/pessimismo no tocante a nossa industria. Geralmente acham que nao vale a pena desenvolver na aqui dentro, que vai sair mais caro e pior os que o que já existe, que devemos aceitar nosso destino manifesto de exportarmos compositores e importarmos produtos manufaturados, etc.

Ou seja, creio que o ponto de vista dele seja uma opinião sincera segundo uma visão de mundo, de uma estrutura administrativa que lhe parece mais racional e funcional, embora possa parecer para alguns que seja aquela velha rixa entre fabianos e marinheiros.

Prezado Strobel, se estou equivocado respeito de seu ponto de vista, sinta- se livre para me retrucar, como eu disse, é apenas uma impressão minha baseado em algumas de suas colocações, ok? :wink:

Porém, no tocante a uma Guarda Costeira Brasileira, o que prevejo que vá acontecer é:

1) aumento de gastos governamentais com a criação de uma estrutura física e de pessoal separada da que já existe, a da MB. Estamos falando de prédios, embarcações e efetivo;

2) diminuição das verbas da MB. Como o pais tradicionalmente nao da importância para a sua própria defesa, apenas para questões de segurança interna (e mesmo essas, mal). Com a separação, veríamos o grosso do orçamento naval indo para a Guarda Costeira e as sobras indo para a MB;

Já vimos isto acontecer antes. No Brasil Império, antes da Guerra do Paraguai, a Guarda Nacional era mais bem vista e equipada do que o Exercito. Nao foi a toa que boa parte da cúpula que veio proclamar a Republica era formada por oficiais do Exercito Brasileiro. Pelo menos foi isso que eu aprendi na escola.

Na minha modesta opinião de leigo, seria melhor se as verbas da MB fossem incrementadas para que ela pudesse cumprir a contento a missão de patrulhamento fluvial e costeiro. Sai mais barato para o pais do que criar e manter duas estruturas burocráticas análogas para fazer aquilo que a MB pode e sabe fazer sozinha.

Ou alguém pensa em fazer uma guarda nacional aérea para patrulhamento de fronteiras e de rodovias federais somente porque a Guarda Nacional dos EUA tem F-16?

Atenciosamente,


Um dia perguntei a um militar da USAF qual seria a diferença entre a ANG (Guarda Aérea Nacional) e a USAF. Senti que ele ficou meio Pu...da cara, mas me explicou que a ANG era compostas por reservistas sem uma carreira militar completa. Depois fui vendo que os pilotos da ANG vinham das universidades depois de terem feito concurso nacional baseadas em cadeiras universitárias opcionais como navegação aérea, metereologia, normas militares, etc... Os pilotos eram engenheiros, médicos, advogados, etc...

Ah, a ANG tem F-15 também veja esse link:

http://www.104fw.ang.af.mil/

Abraços


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Guarda Costeira Brasileira
MensagemEnviado: Sáb Mar 02, 2013 1:35 pm 
Offline
Sênior
Sênior
 Perfil

Registrado em: Ter Dez 08, 2009 6:00 pm
Mensagens: 964
Mais detalhes para quem quer entrar na ANG:

Part-Time Careers
Protect America's skies and serve your country while working part-time for Air National Guard.
-- You can earn up to $20,000 towards college tuition while working part-time in your hometown when joining the Air National Guard.
-- $15,000 Signing Bonus!
-- Did you know that in the Air National Guard you can serve your country while staying close to home, family and friends?
-- While going to school, you only work a minimum of one weekend a month and two weeks a year.
-- You can earn college credit while obtaining military and career training, which will make you marketable after you graduate.
-- Air National Guard offers you more than 180 different career choices including healthcare, communications, avionics and electronics.
-- Find real-time job openings in your hometown.


Achei bem interessante os itens em azul...

Desculpe o OFF-Topic


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Guarda Costeira Brasileira
MensagemEnviado: Sáb Mar 02, 2013 2:08 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Visitar website do usuário  Perfil

Registrado em: Ter Nov 06, 2007 6:50 pm
Mensagens: 4252
Localização: Brasil, RJ
ART escreveu:
Prezados....

Minha visão sobre a guarda Costeira do Brasil é simplesmente o que ocorreu com a ANAC, que foi politizada e colocada como mais um sumidouro de Cargos públicos de partidos politicos com indicação sem nenhuma pessoa capacitada, como tudo que já conhecemos do nosso país não melhorou muito depois que saiu da FAB.

O que vai acontecer é menos verba para a MB e um péssimo serviço prestado ao povo....das duas corporações da MB sem dinheiro e da Guarda costeira sem capacidade técnica e com indicações politicas, se é para isso PODE DEIXAR COMO ESTÁ.

como colocou o colega robson a história mostra que nosso país não dá muita importância as coisas de defesa. tendenciando a deixar em segundo/terceiro plano.

agora se fosse acontecer como queríamos em um país sério seria muito bem vindo, por isso sou radicalmente contra.

Abraços


É como eu penso. o dinheiro que nas condições atuais deveria ser usado na compra de meios de superficie para a função seria usado para se criar a estrutura burocrática necessária para que o futuro órgão possa existir. E aí não se sobrará verba nenhuma para a aquisição de meios e equipamentos.

E aí se irá para a solução mais fácil: a transferência dos meios de superfície de patrulha fluvial e costeira da MB para o novo órgão.

O resultado?

1) Uma MB com menos meios e recursos;

2) Um novo órgão, com prédios, funcionários e burocracia própria para ser mantido pelos cofres públicos;

3) nenhum meio de superfície novo será comprado pelos próximos 10 anos (no mínimo), usando-se somente aqueles que foram transferidos pela MB (NaPaFlu, lanchas e até, quem sabe, NaPa para patrulhamento da costa);

4) resultado: Vamos fazer exatamente o que se faz hoje com os mesmos meios, porém com mais custos para o Tesouro devido a estrutura burocrática duplicada.

Na minha opinião, com a atual mentalidade de nossos gestores públicos, não vale a pena.

atenciosamente,

_________________
::Robson Rocha
http://www.comunicarteei.blogspot.com


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Guarda Costeira Brasileira
MensagemEnviado: Sáb Mar 02, 2013 2:21 pm 
Offline
Sênior
Sênior
 Perfil

Registrado em: Ter Dez 08, 2009 6:00 pm
Mensagens: 964
Robsonmkt escreveu:
ART escreveu:
Prezados....

Minha visão sobre a guarda Costeira do Brasil é simplesmente o que ocorreu com a ANAC, que foi politizada e colocada como mais um sumidouro de Cargos públicos de partidos politicos com indicação sem nenhuma pessoa capacitada, como tudo que já conhecemos do nosso país não melhorou muito depois que saiu da FAB.

O que vai acontecer é menos verba para a MB e um péssimo serviço prestado ao povo....das duas corporações da MB sem dinheiro e da Guarda costeira sem capacidade técnica e com indicações politicas, se é para isso PODE DEIXAR COMO ESTÁ.

como colocou o colega robson a história mostra que nosso país não dá muita importância as coisas de defesa. tendenciando a deixar em segundo/terceiro plano.

agora se fosse acontecer como queríamos em um país sério seria muito bem vindo, por isso sou radicalmente contra.

Abraços


É como eu penso. o dinheiro que nas condições atuais deveria ser usado na compra de meios de superficie para a função seria usado para se criar a estrutura burocrática necessária para que o futuro órgão possa existir. E aí não se sobrará verba nenhuma para a aquisição de meios e equipamentos.

E aí se irá para a solução mais fácil: a transferência dos meios de superfície de patrulha fluvial e costeira da MB para o novo órgão.

O resultado?

1) Uma MB com menos meios e recursos;

2) Um novo órgão, com prédios, funcionários e burocracia própria para ser mantido pelos cofres públicos;

3) nenhum meio de superfície novo será comprado pelos próximos 10 anos (no mínimo), usando-se somente aqueles que foram transferidos pela MB (NaPaFlu, lanchas e até, quem sabe, NaPa para patrulhamento da costa);

4) resultado: Vamos fazer exatamente o que se faz hoje com os mesmos meios, porém com mais custos para o Tesouro devido a estrutura burocrática duplicada.

Na minha opinião, com a atual mentalidade de nossos gestores públicos, não vale a pena.

atenciosamente,


X3...

Para mim, o Brasil não tem uma atuação Geopolítica tal qual os americanos têm.

A USNAVY tem que estar presente em vários pontos do mundo (tal como a USAF) para manter a influência americana.

Para não deixar seu próprio território sem guarida é que existem as forças (guardas) nacionais...

Comparando as vantagens das carreiras de um reservista da ANG com as de um militar da USAF, entendi o porquê da cara feia do meu amigo da USAF, que conhece quase o mundo inteiro de tanto ser transferido...


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Guarda Costeira Brasileira
MensagemEnviado: Sáb Mar 02, 2013 3:46 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Seg Jan 08, 2007 5:22 pm
Mensagens: 9170
Localização: Brasília - DF, Brasil
wstrobel escreveu:
ART escreveu:
Prezados....

Minha visão sobre a guarda Costeira do Brasil é simplesmente o que ocorreu com a ANAC, que foi politizada e colocada como mais um sumidouro de Cargos públicos de partidos politicos com indicação sem nenhuma pessoa capacitada, como tudo que já conhecemos do nosso país não melhorou nada muito depois que saiu da FAB.

O que vai acontecer é menos verba para a MB e um péssimo serviço prestado ao povo....das duas corporações da MB sem dinheiro e da Guarda costeira sem capacidade técnica e com indicações politicas, se é para isso PODE DEIXAR COMO ESTÁ.

agora se fosse acontecer como queríamos em um país sério seria muito bem vindo, por isso sou radicalmente contra.

Abraços

A situação da transição DAC/ANAC eu conheço, eu trabalhava no Serac-2 e foi uma transição apressada e mal feita, deveria ter sido mais lenta com os civis assumindo de forma mais gradual.
Mas eu te garanto que o DAC tinha muitos problemas e não era a perfeição que os críticos da ANAC apontam, o DAC ja foi pego pela OACI(Organização da Aviação Civil Internacional) mais de uma vez desviando recursos da Aviação Civil para o setor militar do Ministério da Aeronáutica.
Era uma exigência antiga a desvinculação da aviação civil da militar, e agora a ANAC está bem melhor do que nos primeiros anos, corrigindo erros básicos como o maior que foi a dedicação exclusiva a aviação comercial, deixando de lado a aviação geral e a formação de profissionais, chegando a ficar quase sem checadores, causando a revolta de usuários do sistema.

Nesse último ano eu tenho trabalhado bastante com o pessoal da ANAC e SAC/PR e concordo com o exposto pelo Strobel, o problema na ANAC foi mais ou menos como acontece quando um pai que é dono de uma empresa e que mantem um controle rígido e nada colaborativo, de repente morre e o filho, que sempre foi deixado longe para não entender muito de como o negócio era feito, tem que assumir as coisas abruptamente, ai já viu, sempre aparece alguém para "ajudar", mas quer apenas se aproveitar, mesmo assim, com o passar do tempo, a coisa vai engrenando, o que não presta é jogado fora, o que não for de sua competência é repassado a outros, até as coisas ficarem boas. É assim em todo o processo de reestruturação. Perguntem aos que estão atualmente na FAB se eles querem reaver o controle e regulamentação da aviação civil?!

O bom disso é que a FAB está aprendendo a focar seus recursos (humanos e financeiros) estritamente na sua principal função, ou seja, defesa do espaço aérea brasileiro.

Até mais!!! :wink:


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Guarda Costeira Brasileira
MensagemEnviado: Sáb Mar 02, 2013 6:55 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Sex Jan 01, 2010 9:52 pm
Mensagens: 9189
Se é tão bom centralizar, eu quero que alguém aponte um país do mundo que esteja pensando em desativar sua Guarda Costeira e passar suas atividades para a Marinha.

Vejam a dos argentinos: http://www.prefecturanaval.gov.ar/web/e ... ortada.php

Inventory

Main ships

Mantilla class (Halcón II class): 1,000 ton with helicopter deck built by Bazan (Ferrol), Spain
GC-24 PNA Doctor Manuel Mantilla
GC-25 PNA Azopardo
GC-26 PNA Thompson
GC-27 PNA Prefecto Fique
GC-28 PNA Prefecto Derbes

GC-13 PNA Delfín, 700 ton patrol vessel

Z-28 class: 81 ton built by Blohm + Voss, Germany
GC-64 to GC-83: Last two lost in Falklands War

Stan Tender 2200 class: 61 ton built by Damen, Netherlands
GC-122, 123, 124, 125, 129, 130, 150, 151

Stan Tender 1750 class: 55 tn built by Damen, Netherlands
GC-118, 119, 133

Damen Alucat 1050 class: 15 ton built by Damen, Netherlands
GC-137, 138, 139, 143, 144, 145, 146, 147, 148, 149

At least other 50 vessels on the 8/15 tn range

Aircraft

The PNA operates a small air fleet of 17 aircraft, including 10 helicopters.

Aircraft..................................In service
Aérospatiale Puma.........................2
CASA C-212.................................5
Aérospatiale Dauphin 2...................4
Piper Cherokee............................ .2
Schweizer 300,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,4

Fotos Wikipedia
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Guarda Costeira Brasileira
MensagemEnviado: Sáb Mar 02, 2013 7:28 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qui Nov 29, 2007 9:11 pm
Mensagens: 9902
Localização: Caxias do Sul - RS
Ao conrário...nao tem um projeto na Câmara dos Deputados propondo a criação de uma Guarda Fluvial no Brasil ??

Não lembro mais onde eu lí isto..... mas lembro que dizia que custaria uma fortuna !!

Sds.


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Guarda Costeira Brasileira
MensagemEnviado: Sáb Mar 02, 2013 10:21 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qui Mai 28, 2009 1:03 pm
Mensagens: 1785
Esse papo de guarda-costeira vive em looping... por mais que eu leia, não consigo encontrar um único argumento que demontre uma impossibilidade da MB em cumprir essa missão, de maneira mais econômica, desde que receba os meios adequados. Ou seja, a grana que querem dar para uma GC. Também não quero crer que adultos acreditem que o GF vá simplesmente criar uma nova rubrica no orçamento para contemplar uma GC sem efetuar corte equivalente no orçamento da MB. Se acreditam, vivem em Marte! O resultado serão duas instituições mequetrefes e nada de beneficio para a população.
É interessante falarem da ANAC. Quem tiver chance, pergunte a um piloto civil, desses que trabalham para empresários ou pequenas empresas de taxi aéreo, o que precisam fazer para terem suas licenças checadas por um checador da ANAC. Vão começar a entender porque há tantos casos de pilotos com carteiras vencidas como a imprensa ñoticia, especialmente em casos de acidentes...
Depois, perguntem aos pilotos de empresas aéreas quando foi a última vez que fizeram um cheque que não fosse por parte de um checador da própria empresa...
A ANAC simplesmente c@gou para a aviação geral. Só se preocupa com Gol, Tam e equivalentes... contribuidores de campanhas políticas.
Quem quiser tirar ou subir de nível sua CHT, prepare o saco e avise ao empregador que vai levar no mínimo 4 meses depois de cumprir todas as etapas práticas previstas.
Querem isso para a navegação também?


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Guarda Costeira Brasileira
MensagemEnviado: Sáb Mar 02, 2013 11:35 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Sex Jan 01, 2010 9:52 pm
Mensagens: 9189
Macegueiro escreveu:
Esse papo de guarda-costeira vive em looping... por mais que eu leia, não consigo encontrar um único argumento que demontre uma impossibilidade da MB em cumprir essa missão, de maneira mais econômica, desde que receba os meios adequados. Ou seja, a grana que querem dar para uma GC. Também não quero crer que adultos acreditem que o GF vá simplesmente criar uma nova rubrica no orçamento para contemplar uma GC sem efetuar corte equivalente no orçamento da MB. Se acreditam, vivem em Marte! O resultado serão duas instituições mequetrefes e nada de beneficio para a população.
É interessante falarem da ANAC. Quem tiver chance, pergunte a um piloto civil, desses que trabalham para empresários ou pequenas empresas de taxi aéreo, o que precisam fazer para terem suas licenças checadas por um checador da ANAC. Vão começar a entender porque há tantos casos de pilotos com carteiras vencidas como a imprensa ñoticia, especialmente em casos de acidentes...
Depois, perguntem aos pilotos de empresas aéreas quando foi a última vez que fizeram um cheque que não fosse por parte de um checador da própria empresa...
A ANAC simplesmente c@gou para a aviação geral. Só se preocupa com Gol, Tam e equivalentes... contribuidores de campanhas políticas.
Quem quiser tirar ou subir de nível sua CHT, prepare o saco e avise ao empregador que vai levar no mínimo 4 meses depois de cumprir todas as etapas práticas previstas.
Querem isso para a navegação também?

Claro que a MB deve passar os recursos e meios junto com a atribuição.

Parece aquela conversa de alguns Brigadeiros que passariam a Aviação de Patrulha para a MB se a FAB não perdesse os recursos. É um apego as verbas.... Eu vi um Diretor do DAC em uma palestra dizer que a FAB não podia perder esta atividade pois representaria uma perda de XXX milhões no seu orçamento, não me lembro do valor agora.

A Guarda costeira só não vai funcionar direito se a transferência não for bem feita pela MB, mas pela conversa ja vemos que seria feita de má vontade, para falar depois que era melhor antes.

O cheque não inicial dos pilotos das empresas sempre foi feito por checadores das próprias empresas, em 1988 ja era assim. E os que não estão ligados a empresas tinham que esperar que um checador do DAC viajasse para a cidade, ja era assim e dava reclamação. Em Recife só tinham dois checadores de helicópteros, e eram mais antigos que tinham funções administrativas no Serac-2, de Chefe de Divisão, e por isso era difícil viajarem para Fortaleza, Natal, Aracaju e Salvador. Depois resolveram dar cursos de checadores a pilotos da FAB nestas cidades, mas Fortaleza e Salvador não tinham pilotos de helicópteros, só resolveu para asas fixas.

Cansei de ver proprietários de aviões particulares desistirem de resolver problemas no Serac e irem ao Rio de Janeiro e procurar um escritório de despachantes aeronáuticos, que eram de militares da reserva do DAC e resolviam rápido.


Voltar ao topo
 
Exibir mensagens anteriores:  Ordenar por  
Criar novo tópico Responder  [ Array ]  Ir para página Anterior  1 ... 4, 5, 6, 7, 8  Próximo

Todos os horários são


Quem está online


Enviar mensagens: Proibido
Responder mensagens: Proibido
Editar mensagens: Proibido
Excluir mensagens: Proibido
Enviar anexos: Proibido

Ir para:  
Powered by phpBB © 2000, 2002, 2005, 2007 phpBB Group  
Design By Poker Bandits  
Traduzido por: Suporte phpBB Brasil