Forum Base Militar Web Magazine

Bem-vindo: Sex Nov 22, 2019 10:28 pm

Todos os horários são




Criar novo tópico Responder  [ Array ]  Ir para página Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Próximo
Autor Mensagem
 Título: Re: Artilharia de Campanha - Tendências
MensagemEnviado: Qua Mar 21, 2012 7:38 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Sex Abr 17, 2009 2:54 pm
Mensagens: 2245
FLANKER escreveu:
Mauro escreveu:
Prezado Art.

- E quantas Baterias formam um GAC ?

- No GAC AP quantas unidades de M109 formam as Bats e quantas Bats formam a Unidade.

Não querendo abusar; claro.

Mauro


Mauro,

O EB possui, na área do Comando Militar do Sul, 5 GAC/AP, que são:

- 3º GAC/AP (Santa Maria/RS) : M-108 (105 mm)
- 5º GAC/AP (Curitiba/PR) : M-108 (105 mm)
- 16º GAC/AP (São Leopoldo/RS) : M-108 (105 mm)
- 15º GAC/AP (Lapa/PR) : M-109 (155 mm)
- 29º GAC/AP (Cruz Alta/RS) : M-109 (155 mm)

Falando mais especificamente do 3º GAC/AP, Regimento Mallet, aqui de Santa Maria, ele é composto por 4 baterias, sendo uma de Comando.A dotação básica é entre 6 e 8 obuseiros, por bateria.

Nos GAC's (Auto Rebocados), acredito que a composição seja semelhante, quanto ao nº de baterias por Grupo.

Abraço.


São 6 por bateria... em campanha

_________________
"Uma nação que confia em seus direitos, em vez de confiar em seus soldados, engana-se a si mesma e prepara a sua própria queda." (Rui Barbosa)


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Artilharia de Campanha - Tendências
MensagemEnviado: Qua Jun 06, 2012 7:23 am 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Sex Abr 17, 2009 2:54 pm
Mensagens: 2245
Citação:
Artilharia Colombiana

País adquire mais armas de 105 mm


Por Ivan Plavetz
05/6/2012

Exército da Colômbia quer mais peças de artilharia de 105 mm

O Ministério da Defesa da Colômbia esta negociando com a francesa Nexter Systems o fornecimento de um lote adicional de peças de artilharia de campanha de 105 mm para o Exército do país. Segundo fontes próximas ao assunto as negociações em marcha envolvem uma possível aquisição pelos colombianos de um lote de 12 unidades. Esse segundo contrato seria seguido de outros com o objetivo de uma progressiva substituição dos antigos M101A1 Howitzer, reforçando desta forma os meios incorporados nos últimos anos.

Em 2010, a Colômbia recebeu 20 unidades de 105 mm LG1 Mk III helitransportados comprados em 2008 por 30 milhões de euros, incluindo os respectivos serviços de treinamento e apoio logístico. Para essas armas foram pedidas para a espanhola Expal (Explosivos Alaveses) munições de longo alcance e explosivos M1 para a uma empresa da Coréia do Sul.

O Exército da Colômbia possui também em seu arsenal peças de artilharia rebocada de 155 mm. Fornecidos pela General Dynamics European Land-Systems-Santa Bárbara Sistemas SIAC (Sistema Integrado de Artilharia de Campanha), essas armas estão equipadas com sistemas digitais de navegação inercial da Kearfott e terminais de direção de tiro da estadunidense Astronautics Corporation of America. Para a utilização desses sistemas com baterias de artilharia, a Nexter Systems propõe o seu mais recente equipamento para cálculo balístico, o BACARA (Ballistic Calculator for Artillery), produto já adquirido pela Arábia Saudita para seus obuses autopropulsados de 155 mm montados sobre veículos táticos pesados CAESAR (Camion Équipé d’un Système d’Artillerie) pertencentes à Guarda Nacional daquele país árabe. A Nexter esta propondo também o CAESAR para a Colômbia, o qual foi submetido a provas em julho de 2010 naquele país sul-americano.


http://www.tecnodefesa.com.br/materia.p ... 00ac94cbcb

_________________
"Uma nação que confia em seus direitos, em vez de confiar em seus soldados, engana-se a si mesma e prepara a sua própria queda." (Rui Barbosa)


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Artilharia de Campanha - Tendências
MensagemEnviado: Qui Jun 19, 2014 12:11 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Sex Abr 17, 2009 2:54 pm
Mensagens: 2245
Citação:
CAESAR 155 mm no Brasil? Nexter e Avibras assinam acordo na Eurosatory

Imagem
CAESAR (Camion Équipé d'un Système d'Artillerie)

A Avibras e o Grupo Nexter anunciaram a assinatura, na Eurosatory 2014, de um acordo de cooperação visando o desenvolvimento de uma versão do Sistema de Artilharia de 155 mm CAESAR (Camion Équipé d’un Système d’Artillerie), baseada nos mesmos requisitos de mobilidade, logistica e capacidade de comando e controle do Sistema Astros, produzido pela empresa brasileira.

Para a Nexter, essa é uma oportunidade do grupo francês consolidar sua presença no mercado sul-americano, e para a Avibras, de apresentar no Brasil um produto no segmento de artilharia altamente capaz e avançado.

A assinatura desse acordo contou com as presenças do Embaixador do Brasil na França, do Secretario de Produtos de Defesa do Ministerio da Defesa, e de altos oficiais da comitiva do Exercito Brasileiro presentes na Eurosatory 2014.

FONTE E FOTO: T&D por Roberto Caiafa

http://www.defesaaereanaval.com.br/?p=42799


Seria um grande avanço a aquisição do ceasar para a artilharia de campanha

_________________
"Uma nação que confia em seus direitos, em vez de confiar em seus soldados, engana-se a si mesma e prepara a sua própria queda." (Rui Barbosa)


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Artilharia de Campanha - Tendências
MensagemEnviado: Qui Jun 19, 2014 2:40 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qua Abr 02, 2008 5:32 pm
Mensagens: 3526
O EB precisa de uns 100 desses para substituir o jurássico M114.


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Artilharia de Campanha - Tendências
MensagemEnviado: Qui Jun 19, 2014 9:04 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Sex Abr 17, 2009 2:54 pm
Mensagens: 2245
rdx escreveu:
O EB precisa de uns 100 desses para substituir o jurássico M114.


não há duvida precisa aposentar os M114 da epoca da guerra da Coréia mais o grande problema é como vai ser feita a aquisição da classe do Ceasar tem:

ATMOS Israel

Imagem

G6 sul africano

Imagem

Archer Sueco
Imagem

ainda tem um eslovaco

Logo se a aquisição não for feita com uma concorrência...podemos pagar bem mais caro, com a AVIBRAS sendo uma intermediária.

_________________
"Uma nação que confia em seus direitos, em vez de confiar em seus soldados, engana-se a si mesma e prepara a sua própria queda." (Rui Barbosa)


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Artilharia de Campanha - Tendências
MensagemEnviado: Qui Jun 19, 2014 9:41 pm 
Offline
Avançado
Avançado
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Seg Mai 05, 2014 7:05 pm
Mensagens: 359
Localização: São Paulo
ART escreveu:
rdx escreveu:
O EB precisa de uns 100 desses para substituir o jurássico M114.


não há duvida precisa aposentar os M114 da epoca da guerra da Coréia mais o grande problema é como vai ser feita a aquisição da classe do Ceasar tem:

ATMOS Israel

Imagem

G6 sul africano

Imagem

Archer Sueco
Imagem

ainda tem um eslovaco

Logo se a aquisição não for feita com uma concorrência...podemos pagar bem mais caro, com a AVIBRAS sendo uma intermediária.


Realmente incríveis esses sistemas todos de artilharia, mas eu gostaria de ver no Brasil o Archer (acho a qualidade dos produtos nórdicos impressionante) ou o G6 (que é muito imponente :shock: ).


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Artilharia de Campanha - Tendências
MensagemEnviado: Qui Jun 19, 2014 10:00 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qua Abr 02, 2008 5:32 pm
Mensagens: 3526
Prefiro o CAESAR...obrigatoriamente montado sobre o caminhão TECTRAN.

Imagem


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Artilharia de Campanha - Tendências
MensagemEnviado: Qui Jun 19, 2014 10:36 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Sex Abr 17, 2009 2:54 pm
Mensagens: 2245
rdx escreveu:
Prefiro o CAESAR...obrigatoriamente montado sobre o caminhão TECTRAN.


E o seguinte qualquer um já ta bom nos tiraria da guerra da coreia e traria ao séc XXI. Não é uma questão de preferencia tem ter e apoio logístico...munição sistemas diferenciais e gps etc.

O caminhão do Astros é um chassi (antes era Mercedes) agora é um Tatra.

O bom é que padronizaria porém como já disse pode encarecer se não ocorrer uma concorrência.

_________________
"Uma nação que confia em seus direitos, em vez de confiar em seus soldados, engana-se a si mesma e prepara a sua própria queda." (Rui Barbosa)


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Artilharia de Campanha - Tendências
MensagemEnviado: Qui Jun 19, 2014 10:41 pm 
Offline
Sênior
Sênior
 Perfil

Registrado em: Qui Ago 20, 2009 10:28 pm
Mensagens: 1522
ART, boa noite. Porque não estão pensando nas peças rebocadas? Elas não são mais baratas?


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Artilharia de Campanha - Tendências
MensagemEnviado: Qui Jun 19, 2014 10:45 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qua Dez 11, 2013 10:29 pm
Mensagens: 1885
Localização: Hell de Janeiro
rdx escreveu:
O EB precisa de uns 100 desses para substituir o jurássico M114.


Se o Brasil que um assento no vaso sanitá... ops, no CS da ONU, esse número deveria ser pensado em um patamar muito acima.


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Artilharia de Campanha - Tendências
MensagemEnviado: Sex Jun 20, 2014 12:40 am 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qui Nov 29, 2007 9:11 pm
Mensagens: 9903
Localização: Caxias do Sul - RS
ART escreveu:
rdx escreveu:
O EB precisa de uns 100 desses para substituir o jurássico M114.


não há duvida precisa aposentar os M114 da epoca da guerra da Coréia mais o grande problema é como vai ser feita a aquisição da classe do Ceasar tem:

ATMOS Israel

Imagem

G6 sul africano

Imagem

Archer Sueco
Imagem

ainda tem um eslovaco

Logo se a aquisição não for feita com uma concorrência...podemos pagar bem mais caro, com a AVIBRAS sendo uma intermediária.


Por isto que os espertos da Avibrás firmaram a tal "parceria"..... onde vão apenas colocar o logo da empresa no veículo e ...plllliiiiinnnnnnn ... vira um produto "nacional"...e toda aquela conversa mole depois !

Certamente vai custar o dobro do que se fosse comprado diretamente dos franceses.

Sds.


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Artilharia de Campanha - Tendências
MensagemEnviado: Sex Jun 20, 2014 2:25 am 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Sex Jan 01, 2010 9:52 pm
Mensagens: 9235
Abellosi escreveu:
ART, boa noite. Porque não estão pensando nas peças rebocadas? Elas não são mais baratas?

A Indonésia comprou em 2013 os dois modelos 155mm, o Caesar Francês autopropulsado e o rebocado da Coreia do Sul, alem do 105 mm rebocado da Coreia do Sul.

Não estou querendo que o Brasil siga o modelo deles no escuro, para isso seria preciso um análise detalhada das necessidades e aplicação em cada região.


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Artilharia de Campanha - Tendências
MensagemEnviado: Sex Jun 20, 2014 2:49 am 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Seg Jan 08, 2007 5:22 pm
Mensagens: 9197
Localização: Brasília - DF, Brasil
Eu acho que uma coisa não vai excluir a outra. Tenho pra mim que iremos sim com os dois tipos de obuseiro (rebocado e autopropulsado) de 155 mm. Quanto a utilizar o chassis e cabine do Astros, está mais do que óbvio o motivo, aliás, deve-se ter em mente que outras unidades de C², além dos sistemas de guiamento/pontaria, deverão ser os mesmos do Astros, não somente o chassis. Pelo menos é o que eu acho.

Até mais!!! ;)


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Artilharia de Campanha - Tendências
MensagemEnviado: Sex Jun 20, 2014 8:34 am 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Sex Abr 17, 2009 2:54 pm
Mensagens: 2245
wstrobel escreveu:
Abellosi escreveu:
ART, boa noite. Porque não estão pensando nas peças rebocadas? Elas não são mais baratas?

A Indonésia comprou em 2013 os dois modelos 155mm, o Caesar Francês autopropulsado e o rebocado da Coreia do Sul, alem do 105 mm rebocado da Coreia do Sul.

Não estou querendo que o Brasil siga o modelo deles no escuro, para isso seria preciso um análise detalhada das necessidades e aplicação em cada região.


Sim
Na verdade estão pensando em um rebocado e no mecanizado.
O rebocado seria para substituição dos M114 e o mecanizado sobre rodas seriam para as blindadas mecanizadas

Estão pensando em algum existente no mercado M777, e outros como o Santa Bárbara, mais tem que fazer um estudo mais detalhado

M777 EUA
Imagem

santa barbara Espanha
Imagem

_________________
"Uma nação que confia em seus direitos, em vez de confiar em seus soldados, engana-se a si mesma e prepara a sua própria queda." (Rui Barbosa)


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Artilharia de Campanha - Tendências
MensagemEnviado: Sex Jun 20, 2014 3:17 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qua Abr 02, 2008 5:32 pm
Mensagens: 3526
Felizmente parece que o EB está seguindo a nova tendência: substituir o calibre 105mm pelo 155mm.

Agora só falta enxugar os GAC convencionais. Na minha opinião, não precisamos nem temos grana para manter mais de 20 unidades ativas.


Voltar ao topo
 
Exibir mensagens anteriores:  Ordenar por  
Criar novo tópico Responder  [ Array ]  Ir para página Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Próximo

Todos os horários são


Quem está online


Enviar mensagens: Proibido
Responder mensagens: Proibido
Editar mensagens: Proibido
Excluir mensagens: Proibido
Enviar anexos: Proibido

Ir para:  
Powered by phpBB © 2000, 2002, 2005, 2007 phpBB Group  
Design By Poker Bandits  
Traduzido por: Suporte phpBB Brasil