Forum Base Militar Web Magazine

Bem-vindo: Sex Nov 22, 2019 10:16 pm

Todos os horários são




Criar novo tópico Responder  [ Array ]  Ir para página Anterior  1 ... 57, 58, 59, 60, 61, 62  Próximo
Autor Mensagem
 Título: Re: AvEx
MensagemEnviado: Seg Out 17, 2016 10:47 am 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Ter Dez 23, 2008 8:35 pm
Mensagens: 2421
http://airway.uol.com.br/exercito-brasi ... rias-asas/




EXÉRCITO BRASILEIRO QUER VOAR COM AS PRÓPRIAS ASAS


Corporação busca aeronave de asa fixa para não depender da FAB em operações aéreas


154
compartilhamentos
FacebookTwitter
THIAGO VINHOLES — 17 DE OUTUBRO DE 2016

Imagem
O Cessna Caravan é um dos aviões que interessam ao Exército Brasileiro (FAB)


O Exército Brasileiro (EB) também voa, mas atualmente faz isso por conta própria somente com helicópteros, com modelos como o Pantera e o Caracal. Se alguma operação exigir uma aeronave de asa fixa, a corporação precisa coordenar a ação com a Força Aérea Brasileira (FAB), até pouco tempo a única “dona” dos aviões militares a disposição no Brasil.

Em contato com a reportagem, o Centro de Comunicação do Exército (CCOMSEx) revelou que a corporação sente a necessidade de aeronaves “com características que contribuam para operar no ambiente amazônico, suprindo as unidades militares mais afastadas e isoladas”, citando o exemplo dos Pelotões Especiais de Fronteira (PEF).


“Há, portanto, necessidade de serem (aeronaves) rústicas e com versatilidade para pousos em diferentes tipos de pistas, tanto em comprimento quanto em tipo de solo. Outra vertente necessária é o apoio para os lançamentos de militares paraquedistas”, revelou o CCOMSEx.

Aviões da mira do Exército

A aquisição de aviões faz parte do Plano Estratégico do Exército 2016-2019, elaborado em 2014, e prevê a criação de pelo menos uma unidade aérea até 2019. E os oficiais do EB já estão de olho em alguns modelos no mercado.

O Twin Otter é um projeto consagrado, desenvolvido pela De Havilland (Viking Air)
Imagem
O Twin Otter é um projeto consagrado, desenvolvido pela De Havilland (Viking Air)

O Exército confirmou ao Airway que já estudou as seguintes opções: Vulcan Air Observer, fabricado na Itália, Cessna Caravan, dos EUA, e o Viking Air Twin Otter, produzido no Canadá.

Como apurou o Airway, dessas três opções analisadas pelo EB, às que mais agradam são o Cessna Caravan, aeronave que também voa com a FAB, e o Twin Otter, que conta com um longa lista de clientes militares no mundo todo, em especial na América do Sul.

O Observer com seu nariz transparente pode ser utilizado em missões de busca e vigilância (Vulcan Air)
Imagem
O Observer com seu nariz transparente pode ser utilizado em missões de busca e vigilância (Vulcan Air)


“Potência militares, como Estados Unidos e França, possuem aviação de asa fixa em suas forças terrestres. Todos os principais exércitos sul-americanos também contam com este tipo de aeronave, normalmente reservadas às missões de ligação e observação, transporte e lançamento de tropas paraquedistas. O Exército Bolivariano (da Venezuela), por exemplo, utiliza aviões desde a década de 1980. Já o Exército Brasileiro não opera com aeronaves de asa fixa, porque esse papel tem sido exercido pela FAB”, acrescentou o EB.

Imagem
O Cessna Caravan voa com a FAB desde o final dos anos 1980 (FAB)

Exército sem asas


Com a criação da FAB, em 1941, os inventários de aeronaves do Exército e da Marinha do Brasil (MB) foram repassados a força aérea, que teria a exclusividade desse meio até 1965. Nesse ano a Marinha conseguiu a liberação para utilizar helicópteros no porta-aviões NAe Minas Gerais, enquanto os aviões embarcados continuaram sob comando da FAB – a força aérea pousava no porta-aviões da MB com o patrulheiro Grumman P-16 Tracker.

Em 1998, a Marinha recuperou o direito de voar com aviões, mesmo ano em que recebeu os caças A-4 Skyhawk (AF-1), para operarem embarcados no NAe São Paulo.

Já o EB demorou mais ainda para voltar a voar. Em 1986, foi criado o 1º Batalhão de Aviação do Exército e os primeiros helicópteros (Esquilo e Pantera) entraram em operação três anos depois. A “força aérea” do Exército conta atualmente com cerca de 80 aeronaves de asas rotativas.


Imagem
A frota de helicópteros do Exército conta com cerca de 80 aeronaves (EB)

Os principais modelos da frota atual do EB são o Sikorsky UH-60 Black Hawk e o H225 Caracal, helicóptero da Airbus produzido pela Helibras. O Exército também opera o drone de vigilância FT-100 Horus, desenvolvido no Brasil pela FT-Sistemas.

“O EB está aberto para receber propostas para conhecer o que existe no mercado (de aeronaves de asa fixa) e buscar o melhor custo-benefício para atender as nossas necessidades”, concluiu o CCOMSEx.

Nota do editor: O Exército foi a primeira força militar brasileira que voou, de balão!


Voltar ao topo
 
 Título: Re: AvEx
MensagemEnviado: Seg Out 17, 2016 10:55 am 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qui Fev 18, 2010 6:44 pm
Mensagens: 958
Caro wstrobel, além das explicações dadas por nosso colega; há a questão de que o Shepar não é utilizado nem mesmo pelo US Army, e sim pela guarda nacional; que está longe de ser o US Army.
Esse equipamento foi descomissionado pelo Comando Central de Transporte Aerotático Norte Americano ( coisa que deveríamos copiar; um comando único de transporte. E não cada força ter sua própria unidade de transporte).
Sendo assim meu caro, sou contra o EB ter unidade de transporte; mas sou a favor de um comando único de transporte que atenda todas as forças.
Mas como as coisas aqui são ultrapassadas e arcaicas, há a opção de Casa-235; Bandeirantes e outras.


Voltar ao topo
 
 Título: Re: AvEx
MensagemEnviado: Seg Out 17, 2016 1:14 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Ter Dez 23, 2008 8:35 pm
Mensagens: 2421
foxtrot escreveu:
Caro wstrobel, além das explicações dadas por nosso colega; há a questão de que o Shepar não é utilizado nem mesmo pelo US Army, e sim pela guarda nacional; que está longe de ser o US Army.
Esse equipamento foi descomissionado pelo Comando Central de Transporte Aerotático Norte Americano ( coisa que deveríamos copiar; um comando único de transporte. E não cada força ter sua própria unidade de transporte).
Sendo assim meu caro, sou contra o EB ter unidade de transporte; mas sou a favor de um comando único de transporte que atenda todas as forças.
Mas como as coisas aqui são ultrapassadas e arcaicas, há a opção de Casa-235; Bandeirantes e outras.


:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Sei não mestre Fox....
.
São aeronaves de ligação e transporte tatico leve, intimamente ligados aquelas missões do salve-se quem puder do dia a dia....
.
O que isto quer dizer? Que não são estratégicos....duvido que este tipo de aeronave tenha planos de voos de longo detalhamento e previsibilidade de ações....são os faz tudo em que a terminologia de aeronave de ligação exprime o seu sentido de ser...Um C-130 por sua vez tem todos os seus planos muito bem detalhados e priorizados, mas não é o caso destes aviões pequenos....
.
Outro ponto, é o enorme diferencial de ambientes no Brasil, em que as caracteristicas do tipo de avião ao caso é bem especifico.
.
Veja que todos são STOL por excelencia, pé duro para barrão mesmo...pensado bem para o ambiente grosseiro amazonico...não ficaria surpreso se seguindo adiante, decidirem resgatar alguma doutrina para aviões anfibios já que tanto o caravan quanto o Twin Other são perfeitamente aplicaveis e já customizados para isto...
.
Já até falamos muito disto em outros topicos relacionados a equipamentos para Guerra Amazonica e Fluvial>>>>>>
viewtopic.php?f=4&t=3800&hilit=fluvial&start=30


Voltar ao topo
 
 Título: Re: AvEx
MensagemEnviado: Seg Out 17, 2016 2:29 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Seg Jan 08, 2007 5:22 pm
Mensagens: 9197
Localização: Brasília - DF, Brasil
Essa estória do EB vir adquirir apenas aeronaves de ligação, para dizer que não passará disso, parece aquela do cara que "vai botar só a cabecinha".

Amigos, o EB precisa se concentrar naquilo que é sua missão, na parte da aviação no máximo a aviação de asas rotativas (de todos segmentos) e VANTs. O que precisa mesmo é a FAB tomar vergonha na cara e se equipar com mais aeronaves de transporte tático leve, no caso de C-105 Amazonas. Se deixarmos o EB com uma aviação de asas fixas, iremos criar um monstro organizacional que demandará mais dinheiro para mantê-o.


Voltar ao topo
 
 Título: Re: AvEx
MensagemEnviado: Seg Nov 14, 2016 1:12 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Seg Jan 08, 2007 5:22 pm
Mensagens: 9197
Localização: Brasília - DF, Brasil
Imagem

13 de novembro de 2016 at 17:36

ESPECIAL Asas para o EB: Alto-Comando restabelece a prioridade do Projeto Estratégico de Aviação do Exército, e determina que, a partir de 2017, ele entre no portfólio do EPEX

Posted by Roberto Lopes

Imagem

(............................)

Imagem

http://www.planobrazil.com/especial-asa ... o-do-epex/


Voltar ao topo
 
 Título: Re: AvEx
MensagemEnviado: Dom Nov 20, 2016 11:30 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qua Abr 02, 2008 5:32 pm
Mensagens: 3526
A PMERJ perdeu mais um Esquilo. Até quando o EB vai continuar usando essa porcaria para tarefas de ataque?
Antes que algum espertinho diga que o Fennec é uma versão militar e que possui essa ou aquela característica superior à sua versão civil, eu afirmo que ele é completamente inútil, como aeronave de ataque, no campo de batalha moderno. Ou alguém sinceramente acha que a AVex conseguiria combater uma simplória força de guerrilha (armada com manpads, metralhadoras pesadas e canhões 23 mm) com Esquilos?


Voltar ao topo
 
 Título: Re: AvEx
MensagemEnviado: Seg Nov 21, 2016 2:24 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qui Nov 29, 2007 9:11 pm
Mensagens: 9903
Localização: Caxias do Sul - RS
rdx escreveu:
A PMERJ perdeu mais um Esquilo. Até quando o EB vai continuar usando essa porcaria para tarefas de ataque?
Antes que algum espertinho diga que o Fennec é uma versão militar e que possui essa ou aquela característica superior à sua versão civil, eu afirmo que ele é completamente inútil, como aeronave de ataque, no campo de batalha moderno. Ou alguém sinceramente acha que a AVex conseguiria combater uma simplória força de guerrilha (armada com manpads, metralhadoras pesadas e canhões 23 mm) com Esquilos?



O Esquilo é uma aeronave para transporte e olha lá.... para a FFAAs usarem para as atuais funções não se admite mais.

O esquilo da PMRJ não foi atingido por projéteis ao que parece.

Detalhe é que me pareceu que estava em altitude capaz de realizar, apos a pane aparentemente havida no rotor/hélice de cauda, a manobra "da curva do homem morto".... mas me parece que o Macegueiro havia explicado anteriormente que no caso do Esquilo seriam necessários ao menos 550 Kts ou mais para ser viável. Abaixo disto é morte certa....

Sds.


Voltar ao topo
 
 Título: Re: AvEx
MensagemEnviado: Seg Nov 21, 2016 5:46 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qua Abr 02, 2008 5:32 pm
Mensagens: 3526
O Esquilo que caiu era um moderno AS350B3 e estava com a inspeção em dia. A Imprensa disse que ele voava a uma altitude de 500 a 600 metros no momento da pane.


Voltar ao topo
 
 Título: Re: AvEx
MensagemEnviado: Ter Nov 22, 2016 2:50 pm 
Offline
Avançado
Avançado
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Ter Jul 07, 2009 10:35 pm
Mensagens: 630
Ja teve dois casos de Esquilo caídos devido a pane de rotor de cauda, um foi famoso pois era de um canal da FOX e foi visto pelo "planeta" todo se chocando com o telhado de um pequeno prédio...

O outro foi o Esquilo da Record que caiu ao vivo também, em ambos os casos a correia que liga o rotor principal com o rotor de cauda estava instaladas invertidas o que ocasionou desgaste prematuro e rompimento, causando a pane do rotor de cauda.

Puts sera que é o mesmo caso de novo ? Pois segundo consta não ha marcas de balas nos destroços e nem na tripulação.

[ ]´s


Voltar ao topo
 
 Título: Re: AvEx
MensagemEnviado: Ter Nov 22, 2016 3:24 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Sex Jan 01, 2010 9:52 pm
Mensagens: 9235
Ricardo Pinto escreveu:
Ja teve dois casos de Esquilo caídos devido a pane de rotor de cauda, um foi famoso pois era de um canal da FOX e foi visto pelo "planeta" todo se chocando com o telhado de um pequeno prédio...

O outro foi o Esquilo da Record que caiu ao vivo também, em ambos os casos a correia que liga o rotor principal com o rotor de cauda estava instaladas invertidas o que ocasionou desgaste prematuro e rompimento, causando a pane do rotor de cauda.

Puts sera que é o mesmo caso de novo ? Pois segundo consta não ha marcas de balas nos destroços e nem na tripulação.

[ ]´s

Normalmente os helicopteros usam um eixo ligado a caixa de transmissão para transmitir a rotação necessária ao rotor de cauda. Normalmente com engrenagens.

http://estudantedeaviacao2012.blogspot. ... chive.html

Mas encontrei um modelo que usa correias na transmissão principal, eu não conhecia este sistema.

http://www.vmfaircrafts.com/sistema-de-transmisso

Este aqui da PM de MG teve sorte, tocou o rotor de cauda na água e mesmo com os danos conseguiu pousar em segurança.

www.pilotopolicial.com.br/helicoptero-d ... r-de-cauda


Voltar ao topo
 
 Título: Re: AvEx
MensagemEnviado: Ter Nov 22, 2016 3:46 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qui Fev 18, 2010 6:44 pm
Mensagens: 958
Excelente opção para esclarecimento de Alvos e Colheita de informações para a AVEX.
Imagem

Uma excelente opção para o EB, reside no Vtol nacional FT200FH, havendo interesse do MD, usando o modelo como padrão para
CFN,EB,MB,FAB haverá demanda para novas aplicações e utilidades.
Tais como Indicação de Alvos com Laser, SAR, COMINT, EW etc...
Porém uma coisa que julgo interessante salientar, reside no formato revolucionário desse Vtol, acho que a Flight revolucionou muito kkk.
Aqui não estão acostumados e não são muitos receptivos com inovação e tecnologias revolucionárias; ainda mais quando são desenvolvidas aqui.

Link(http://www.aiab.org.br/noticias-e-eventos2.asp?codnot=100014).

Outra grande opção reside na ANT Falcão-Avibrás, porém essa não há novidades há tempos.
Imagem


Voltar ao topo
 
 Título: Re: AvEx
MensagemEnviado: Ter Nov 22, 2016 3:53 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Sex Jan 01, 2010 9:52 pm
Mensagens: 9235
Esquilo AS350B3 vai precisar de inspeção visual detalhada no rotor de cauda antes de cada voo. Determinação da EASA E FAA.

www.pilotopolicial.com.br/faa-e-easa-em ... es-as350b3


Voltar ao topo
 
 Título: Re: AvEx
MensagemEnviado: Qua Nov 23, 2016 11:41 am 
Offline
Intermediário
Intermediário
 Perfil

Registrado em: Ter Dez 11, 2007 7:19 am
Mensagens: 148
wstrobel escreveu:
Esquilo AS350B3 vai precisar de inspeção visual detalhada no rotor de cauda antes de cada voo. Determinação da EASA E FAA.

http://www.pilotopolicial.com.br/faa-e- ... es-as350b3

Strobel, smj, essa notícia é de 2012


Voltar ao topo
 
 Título: Re: AvEx
MensagemEnviado: Seg Mar 27, 2017 10:24 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Seg Jan 08, 2007 5:22 pm
Mensagens: 9197
Localização: Brasília - DF, Brasil
Programa Estratégico de Aviação do EB.

http://www.defesaaereanaval.com.br/prog ... -exercito/


Voltar ao topo
 
 Título: Re: AvEx
MensagemEnviado: Seg Mar 27, 2017 10:26 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Seg Jan 08, 2007 5:22 pm
Mensagens: 9197
Localização: Brasília - DF, Brasil
Helicópteros UH-60A Black hawks, revisados, serão oferecidos no Brasil.

Imagem

Imagem

Imagem

http://www.defesaaereanaval.com.br/heli ... no-brasil/


Voltar ao topo
 
Exibir mensagens anteriores:  Ordenar por  
Criar novo tópico Responder  [ Array ]  Ir para página Anterior  1 ... 57, 58, 59, 60, 61, 62  Próximo

Todos os horários são


Quem está online


Enviar mensagens: Proibido
Responder mensagens: Proibido
Editar mensagens: Proibido
Excluir mensagens: Proibido
Enviar anexos: Proibido

Ir para:  
Powered by phpBB © 2000, 2002, 2005, 2007 phpBB Group  
Design By Poker Bandits  
Traduzido por: Suporte phpBB Brasil