Forum Base Militar Web Magazine

Bem-vindo: Qua Nov 20, 2019 9:44 pm

Todos os horários são




Criar novo tópico Responder  [ Array ]  Ir para página 1, 2, 3, 4, 5 ... 15  Próximo
Autor Mensagem
 Título: NOTÍCIAS
MensagemEnviado: Sex Set 20, 2013 1:39 am 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Seg Jan 08, 2007 5:22 pm
Mensagens: 9197
Localização: Brasília - DF, Brasil
Citação:
6ª Divisão de Exército realiza a transposição do rio Santa Maria

Guilherme Wiltgen
19/09/2013


Imagem

No dia 18 de setembro, integrantes da 6ª Divisão de Exército, que integra a Força Terrestre Componente do Teatro de Operações Laçador, realizaram a transposição do rio Santa Maria, simbolizando o rompimento da Linha de Contato.

A transposição foi precedida por uma concentração de fogos de artilharia e de morteiro e pelo estabelecimento da superioridade aérea na área de travessia pela Força Aérea Componente, o que garantiu a segurança local para a tropa de Engenharia realizar os trabalhos de apoio à transposição do rio obstáculo.

Imagem

Inicialmente, militares do 9º Batalhão de Infantaria Motorizado e do Grupamento de Fuzileiros Navais de Rio Grande realizaram a travessia do rio, utilizando embarcações de assalto meio-pontão para conquistar a margem inimiga e permitir o prosseguimento da operação ofensiva.

Em seguida, o 3º Batalhão de Engenharia de Combate, o 6º Batalhão de Engenharia de Combate e o 12º Batalhão de Engenharia de Combate Blindado realizaram a montagem de uma passadeira de alumínio, de duas portadas tática leve classe 16 e de uma portada modular pesada Krupp classe 70.

Imagem

Pelos meios de transposição disponibilizados pelos Batalhões de Engenharia, foram realizadas a travessia de tropa de Infantaria, de blindados Leopard, de blindados M113, de blindados Cascavel, de blindados Urutu, de obuseiros 155mm e de outras viaturas leve.

O evento foi prestigiado pelo Comandante do Teatro de Operações Laçador, General de Exército Carlos Bolivar Goellner, por oficias-generais da Marinha e do Exército, por oficiais de nações amigas e por militares das Forças Armadas envolvidos na operação.

Imagem

A Operação Laçador é um exercício de adestramento conjunto conduzido pelo Ministério da Defesa na região Sul do Brasil, com a participação da Marinha, do Exército e da Força Aérea.

Imagem

Imagem

http://www.defesaaereanaval.com.br/?p=28772


Voltar ao topo
 
 Título: Re: NOTÍCIAS
MensagemEnviado: Sex Set 20, 2013 4:06 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Seg Jan 08, 2007 5:22 pm
Mensagens: 9197
Localização: Brasília - DF, Brasil
Notar o uso dos fuzis IA2 (aparentemente uma carabina 5,56) e de um Guarani.

Citação:
Imagem

20 de Setembro, 2013 - 10:06 (Brasília)

Imagem

LAÇADOR 2013 - O EXÉRCITO EM AÇÃO NO SUDOESTE DO PARANÁ

Operação Laçador também é realizada em cidades de SC e do RS. Evento envolve 8 mil militares da Marinha, do Exército e da Aeronáutica.

Imagem
Operação Laçador começou na terça-feira (17) e segue até a próxima sexta-feira (27) (Foto: Cassiane Seghatti/G1)

Imagem
Militares fazem a proteção ao redor da usina (Foto: Cassiane Seghatti/G1)

Imagem
Veículo blindado é usado na operação (Foto: Cassiane Seghatti/G1)

Imagem
Área da Usina de Salto Caxias está toda protegida (Foto: Cassiane Seghatti/G1)

Imagem
Militares descaracterizados sendo vistoriados durante uma das simulações (Foto: Cassiane Seghatti/G1)

Cassiane Seghatti


Cerca de 500 militares de Cascavel, Foz do Iguaçu, Francisco Beltrão, Palmas e Apucarana participam de diversos treinamentos e simulações de guerra na Usina de Salto Caxias, em Capitão Leônidas Marques, no sudoeste do Paraná. A operação, chamada de “Laçador” e coordenada pelo Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas (EMCFA), órgão ligado ao Ministério da Defesa, também é realizada nos estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Ao todo, são oito mil militares da Marinha, do Exército e da Aeronáutica. As atividades, coordenadas pela 15ª Brigada de Infantaria Mecanizada com sede em Cascavel, começaram na terça-feira (17) e seguem até sexta-feira (27).

Na manhã desta quinta-feira, o G1 acompanhou o treinamento dos militares. Ao redor da área da usina é possível ver os militares preparados e atentos para qualquer possível ataque. Divididos em dois grupos, um faz a proteção da usina e o outro fica descaracterizado para tentar invadir o local. O objetivo, conforme explicou o oficial de Comunicação Social da 15ª Brigada de Infantaria Paulo Henrique Rivero, é evitar a entrada de pessoas que possam oferecer algum risco à empresa. “Tudo isso visa aperfeiçoar as nossas técnicas e táticas de combate dessa natureza. De como a gente vai trabalhar em uma situação real. A gente está desenvolvendo toda essa técnica para que, em caso de necessidade, trabalharmos de maneiras mais eficiente”, disse.

No Paraná, somente o Exército participa do treinamento e das simulações, onde são realizadas operações de defesa de estruturas estratégicas terrestres. “Eles estão simulando ataques descaracterizados, ataques à usina, tentativa de invasão, tentativas de sabotagem. O exercício de simulação de combate visa uma integração maior dos militares com as estruturas estratégicas que estão sendo utilizadas para o exercício”, explicou Rivero.

Para evitar confusões entre quem participa do treinamento e civis, os militares, que estão disfarçados, estão identificados com uma faixa no braço. “Isso serve para que a tropa possa agir adequadamente a uma ameaça real. Então, não há risco, tanto para a população como para quem está participando do exercício. Somente para quem for tentar, realmente, realizar uma ação criminosa contra a nossa tropa vai ter uma surpresa desagradável”, acrescentou se referindo ao fato de que alguns militares usam munição real.

As invasões dos grupos disfarçados não são avisadas. Por isso, segundo Rivero, os militares que trabalham na segurança da usina ficam atentos 24 horas para evitar qualquer ataque. Durante a reportagem, por exemplo, alguns rapazes chegaram até a entrada da usina, onde havia um bloqueio, e tentaram adentrar alegando que eram funcionários da empresa. Os militares, no entanto, que faziam a proteção, exigiram a documentação e os revistaram.

"Eles precisam realizar esta ação para verificar se algum deles não carrega alguma arma, explosivos na bolsa. Então, no meio deles pode ter algum infiltrado. Eles [os militares] precisam proteger os funcionários que estão dentro da empresa", relatou. Enquanto o G1 ficou no local, a ação ainda não havia terminado.


Todas as ações realizadas pelos militares são avaliadas por uma equipe para posteriormente trabalhar os erros cometidos. “Eles vão verificando ação por ação. O que foi feito correto, o que poderia ter feito melhor, o que não foi feito, que procedimento deixou de ser tomado, e que procedimento foi tomado e que não estava previsto, mas que foi bom daquele jeito. Tudo isso vai alimentar um relatório final, que é enviado para o Comando Militar do Sul e depois para o Ministério da Defesa”, complementou o militar.

Pela primeira vez, este tipo de operação contou com a tropa da 15ª Infantaria Mecanizada, que possui veículos blindados usados em guerras. “Essa viatura, chamada de Guarani, oferece proteção, bloqueio eficiente de estrada com rapidez e segurança, um apoio de fogo, que vai oferecer proteção contra algum inimigo que venha a atacar. E ele acompanha a tropa até o local do combate, diferente dos caminhões que ficam na retaguarda”, contou.

No centro de Capitão Leônidas Marques, também foi montado um Posto de Comando e Área de Apoio Logístico, de onde são fornecidos os alimentos, equipamentos necessários para a operação e cuidados com a saúde dos militares, entre outros.

http://www.defesanet.com.br/terrestre/n ... do-Parana/


Voltar ao topo
 
 Título: Re: NOTÍCIAS
MensagemEnviado: Sáb Set 21, 2013 9:28 am 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qui Nov 29, 2007 9:11 pm
Mensagens: 9903
Localização: Caxias do Sul - RS
Interessante que já estão utilizando o Guarani em ação !!

Sds.


Voltar ao topo
 
 Título: Re: NOTÍCIAS
MensagemEnviado: Sáb Set 21, 2013 5:19 pm 
Offline
Recente
Recente
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qui Mai 09, 2013 4:42 pm
Mensagens: 52
Baschera escreveu:
Interessante que já estão utilizando o Guarani em ação !!

Sds.


O primeiro lote de Guaranis foi pra Cascavel.
Alguma dúvida de que os oficiais do batalhão iriam estrear o "brinquedo novo"? :lol:


Voltar ao topo
 
 Título: Re: NOTÍCIAS
MensagemEnviado: Sáb Set 21, 2013 7:59 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qui Fev 18, 2010 6:44 pm
Mensagens: 958
O GUARANI e o Mod.. Fal ( IA-2 ) .
Espero que no caso de IA-2 , seja só para avaliação , pois na minha modesta opinião , o ART-TAURUS é melhor para nossas FAA,s.


Voltar ao topo
 
 Título: Re: NOTÍCIAS
MensagemEnviado: Sáb Set 21, 2013 8:35 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qua Abr 02, 2008 5:32 pm
Mensagens: 3526
Não se iludam, daqui a 20 anos ainda veremos o FAL e os blindados da Engesa na ativa.


Voltar ao topo
 
 Título: Re: NOTÍCIAS
MensagemEnviado: Seg Set 23, 2013 10:25 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qui Dez 04, 2008 3:46 pm
Mensagens: 1119
rdx escreveu:
Não se iludam, daqui a 20 anos ainda veremos o FAL e os blindados da Engesa na ativa.



- Duvidar disso sem esmurrar ponta de faca ...realmente, veremos!!! X2.


Mauro


Voltar ao topo
 
 Título: Re: NOTÍCIAS
MensagemEnviado: Ter Set 24, 2013 1:58 am 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qui Nov 29, 2007 9:11 pm
Mensagens: 9903
Localização: Caxias do Sul - RS
Falando em blindados.....

Vejam este novíssimo projeto russo 8x8 que está, ainda, em desenvolvimento.....

Não consegui descobrir o nome.... e o pessoal do Military Photos diz que ainda é (era) secreto !

Imagem
Imagem
Imagem
Fotos/Imagens: MilitaryPhotos by Damian90.

Sds.


Voltar ao topo
 
 Título: Re: NOTÍCIAS
MensagemEnviado: Ter Set 24, 2013 4:17 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qui Fev 18, 2010 6:44 pm
Mensagens: 958
Notar a " SILHUETA " lisa do veículo Russo em comparação ao nosso Guarani .
Também notar a frente rebaixada , diferente da do guarani ( MUITO ELEVADA EM MINHA OPINIÃO ).
Além é claro , de ser um 8x8 ; e de sua silhueta próxima ao solo ( O QUE LHE CONFERE BAIXA VISUALIDADE ; MAS O TORNA MAIS SUSCETÍVEL A MINAS TERRESTRES ).


Voltar ao topo
 
 Título: Re: NOTÍCIAS
MensagemEnviado: Ter Set 24, 2013 5:20 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qui Nov 29, 2007 9:11 pm
Mensagens: 9903
Localização: Caxias do Sul - RS
foxtrot escreveu:
Notar a " SILHUETA " lisa do veículo Russo em comparação ao nosso Guarani .
Também notar a frente rebaixada , diferente da do guarani ( MUITO ELEVADA EM MINHA OPINIÃO ).
Além é claro , de ser um 8x8 ; e de sua silhueta próxima ao solo ( O QUE LHE CONFERE BAIXA VISUALIDADE ; MAS O TORNA MAIS SUSCETÍVEL A MINAS TERRESTRES ).


Este canhão também tem alguma semelhança "fotográfica" com torreta TORC 30 da Ares.....

Sds.


Voltar ao topo
 
 Título: Re: NOTÍCIAS
MensagemEnviado: Ter Set 24, 2013 6:53 pm 
Offline
Avançado
Avançado
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Ter Jun 04, 2013 5:33 pm
Mensagens: 798
Impressão minha ou o exército (FFAAs em geral) estão realizando várias operações esse ano, e principalmente nesses últimos meses??
Nunca vi tanta notícia de operações como estou vendo agora..

mais uma que vi hj:

http://armamentoedefesa.blogspot.com.br ... to-iv.html

_________________
Att,
Flávio Nicoliche


Voltar ao topo
 
 Título: Re: NOTÍCIAS
MensagemEnviado: Ter Set 24, 2013 9:40 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qui Nov 29, 2007 9:11 pm
Mensagens: 9903
Localização: Caxias do Sul - RS
Nicoliche23 escreveu:
Impressão minha ou o exército (FFAAs em geral) estão realizando várias operações esse ano, e principalmente nesses últimos meses??
Nunca vi tanta notícia de operações como estou vendo agora..

mais uma que vi hj:

http://armamentoedefesa.blogspot.com.br ... to-iv.html



Também nunca tinha ouvido falar....

Parece que é a quarta edição anual.

A primeira teria sido em 2010.

Sds.


Voltar ao topo
 
 Título: Re: NOTÍCIAS
MensagemEnviado: Ter Set 24, 2013 10:03 pm 
Offline
Avançado
Avançado
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Ter Jun 04, 2013 5:33 pm
Mensagens: 798
Mas e em relação a quantidade de operações sendo realizadas esse ano está maior que o normal, ou é impressão minha??

_________________
Att,
Flávio Nicoliche


Voltar ao topo
 
 Título: Re: NOTÍCIAS
MensagemEnviado: Ter Set 24, 2013 10:04 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Seg Jan 08, 2007 5:22 pm
Mensagens: 9197
Localização: Brasília - DF, Brasil
Citação:
15ª Brigada de Infantaria Mecanizada testa drone durante Operação Laçador

Guilherme Wiltgen
23/09/2013


Imagem

A convite do Comando da 15ª Brigada de Infantaria Mecanizada, duas empresas de segurança realizaram demonstração de equipamentos de vigilância durante a Operação Laçador, visando o melhor aproveitamento da tropa em operações de Defesa de Estruturas Estratégicas Terrestres.

Uma empresa apresentou sua Unidade Portátil de Segurança (UPS), que é um reboque equipado com câmeras e sensores que podem atingir até 12 metros de altura e registrar imagens durante o dia e à noite. O alcance do zoom da câmera é de 1 km e todos os dados captados, inclusive de áudio, são transmitidos por rádio frequência a uma Central de Gerenciamento Operacional. Também apresentou um DRONE com capacidade de enviar imagens em alta definição para a UPS ou para uma tela com receptor de Rádio Frequência, que fica em solo, próxima ao piloto.

Imagem

Também foi demonstrada a capacidade de alcance e definição de imagem das câmeras da segunda empresa, proporcionando visão termal ou com luminosidade reduzida, mesmo a longas distâncias.

Imagem

Os equipamentos de monitoramento são essenciais para otimizar a utilização da tropa e reduzir o risco em missões de patrulhamento e vigilância, de forma que um militar capacitado substituiu quase um pelotão na varredura do terreno ao redor da Estrutura Estratégica Terrestre, possibilitando o emprego da tropa, em melhores condições, na reação a possíveis eventos que venham a acontecer.

Imagem

http://www.defesaaereanaval.com.br/?p=29058


Voltar ao topo
 
 Título: Re: NOTÍCIAS
MensagemEnviado: Sex Set 27, 2013 3:11 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Seg Jan 08, 2007 5:22 pm
Mensagens: 9197
Localização: Brasília - DF, Brasil
Citação:
Imagem

27 de Setembro, 2013 - 10:57 (Brasília)

Imagem

OPERAÇÃO DO EXÉRCITO NA FRONTEIRA DO AMAPÁ MOBILIZA MILITARES

Exército iniciou operação 'Curare' na terça-feira (24), em Oiapoque. Ação visa combater crimes na região de fronteira do Amapá com Guiana.

Imagem

Abinoan Santiago

O 34º Batalhão de Infantaria de Selva (BIS) do Exército Brasileiro no Amapá iniciou na terça-feira (24) uma mega operação na fronteira do Amapá com a Guiana Francesa, em Oiapoque, a 590 quilômetros de Macapá. Batizada de 'Curare', a ação mobilizou 550 militares, helicópteros, embarcações e viaturas para combater crimes de fronteira.

De acordo com o sub-comandante do 34º BIS, tenente-coronel Ricardo Quadros, a operação tem o apoio de órgãos como a Agência Brasileira de Inteligência, Polícia Federal, Força Nacional de Segurança, Polícia Rodoviária e Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (Ibama), Receitas Federal e Estadual, e ICMBio

"O Exército apoia a logística da operação para prover a segurança de todos esses órgãos para que tenham maior oportunidade de ampliar a sua forma de atuação na fronteira. Esse apoio é com alojamento, alimentação, e segurança", explicou Quadros. "O planejamento da execução de todas as atuações parte do Exército", acrescentou.

operação iniciou na terça-feira e continua no mês de outubro de 2013, no combate aos crimes de fronteiras. "A nossa preocupação é combater os crimes ambientais, tráfico de pessoas, garimpo clandestino e desrespeito aos limites de fronteira", pontuou o tenente-coronel do Exército, referindo-se às infrações mais comuns na região fronteiriça.

De acordo com Quadros, além de combater os crimes, a operação 'Curare' leva serviços sociais às comunidades. "Também estamos com serviços de odontologia, médico e farmacêutico", destacou.

O Exército Brasileiro não divulgou o balanço parcial dos dois primeiros dias da operação 'Curare' para não causar possíveis problemas no curso da operação em Oiapoque. "Vamos falar sobre o que apreendemos somente no término dela, que ainda não tem data definida em outubro", frisou Quadros.

http://www.defesanet.com.br/fronteiras/ ... militares/


Voltar ao topo
 
Exibir mensagens anteriores:  Ordenar por  
Criar novo tópico Responder  [ Array ]  Ir para página 1, 2, 3, 4, 5 ... 15  Próximo

Todos os horários são


Quem está online


Enviar mensagens: Proibido
Responder mensagens: Proibido
Editar mensagens: Proibido
Excluir mensagens: Proibido
Enviar anexos: Proibido

Ir para:  
cron
Powered by phpBB © 2000, 2002, 2005, 2007 phpBB Group  
Design By Poker Bandits  
Traduzido por: Suporte phpBB Brasil