Forum Base Militar Web Magazine

Bem-vindo: Sex Nov 22, 2019 11:48 pm

Todos os horários são




Criar novo tópico Responder  [ Array ]  Ir para página Anterior  1, 2, 3, 4  Próximo
Autor Mensagem
 Título: Re: Futuro Heli de ataque do EB?
MensagemEnviado: Sex Jan 09, 2015 9:51 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qua Abr 02, 2008 5:32 pm
Mensagens: 3526
Ghost, o emprego de modernos mísseis e sensores (inexistentes na AvEx) está na doutrina?


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Futuro Heli de ataque do EB?
MensagemEnviado: Sex Jan 09, 2015 10:09 pm 
Offline
Recente
Recente
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Sáb Mar 16, 2013 8:56 pm
Mensagens: 46
Doutrina é diferente de técnica de material.
O que vai mudar são perfis de tiro, distâncias de engajamento, etc, mas a forma como uma operação é conduzida não muda radicalmente e sim é adaptada.
A própria Cia de Rec Atq já tem pelotões de Rec e Pelotões de Atq, com previsão de aeronaves e missões distintas, que inclusive já são treinadas.


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Futuro Heli de ataque do EB?
MensagemEnviado: Sáb Jan 10, 2015 9:41 am 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qui Fev 18, 2010 6:44 pm
Mensagens: 958
Sobre a notícia da aquisição por parte do EB de helicópteros de ataque.
Li essa informação no site Argentino (AVIACION ARGENTINA), bem antes mesmo do lançamento do Plano Estratégico do EB 2016/2019.
Onde esses helicópteros de ataque serão usados, não sei; só sei de uma coisa, ou a pessoa que postou a informação no site argentino deu um pu@#$ ta chute e acertou; ou essa pessoa é muito bem informada, liberando a informação antes mesmo das fontes oficiais do EB.
O fato é que não podemos e devemos ficar restritos ao nosso T.O, pois é de conhecimento geral as aspirações do Brasil no C.S da O.N.U.
Sendo assim, é havendo verbas; temos que orientar nossas aquisições e ou desenvolvimento de equipamentos para emprego global.
Só acho que o EB perdeu uma ótima oportunidade de desenvolver uma versão de Recon dos Esquilos.
Esse modelo, caso já estivesse operacional, hoje poderia ser empregado no O.M dando nos conhecimentos para emprego em situações de conflitos de helicópteros de ataque "puro sangue", por assim dizer.


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Futuro Heli de ataque do EB?
MensagemEnviado: Sáb Jan 10, 2015 5:58 pm 
Offline
Avançado
Avançado
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Seg Nov 03, 2008 12:14 pm
Mensagens: 546
Macegueiro escreveu:
Srs. Não tenho participado, mas vocês sabem que o assunto helicóptero me atrai. Para mim, essas notícias do Forte não têm pé nem cabeça. Principalmente no cenário atual da economia e por o próprio autor ter ido e voltado várias vezes nos "escolhidos".
Mas o que quero dividir com vocês é alguma experiência que tive no ComOpNav sobre Operações de Paz da ONU. O senhores vão entender porque não haverá helicóptero de ataque brasileiro nenhum no Líbano.
Existem dois tipos de operações de paz, segundo a Carta da ONU: Imposição da Paz (Peace Enforcement) e Manutenção da Paz (Peace Keeping). Cada uma está delineada em um capítulo diferente. Uma é do 6 e a outra do 7, mas não me recordo qual é qual.
Desde que a aprovação de operações de paz passou para a égide do Conselho de Segurança (CS), após a Guerra da Coréia, só houve uma missão de Imposição da Paz, a que ocorre nesse momento no Congo. Todas as demais propostas foram barradas no CS. É sintomático que o departamento da ONU que administra ambos os tipos de operações de paz tenha o nome de Department of Peace Keeping Operations (DPKO).
A missão do Líbano, por óbvio, é então Manutenção da Paz, uma vez que foi estabelecida há mais de 30 anos e tem por objetivo separar forças conflitantes e não obrigá-las a um acordo de paz. Uma mudança para Imposição da Paz contaria com o veto dos EUA. Além disso, significaria que os capacetes azuis teriam que derrotar militarmente Israel e o Hezbollah...
Quando um país se propõe a enviar tropas para uma operação de paz da ONU, ele assina um "contrato" formal com o DPKO. Ali constará cada detalhe da operação, inclusive efetivos e todo tipo de equipamento que será empregado. Além disso, estabelece os valores que o DPKO pagará pelo emprego dessa tropa e seus equipamentos.
Absolutamente nada pode ser empregado ou levado para a área de operação sem constar desse contrato. Mesmo que o país da tropa queira bancar. Por que? Porque tudo tem que ser aprovado pelas partes envolvidas, inclusive os belingerantes!
Portanto, Israel, Líbano, Hezbollah, et caterva vão ter que aprovar FORMALMENTE, o envio de helicópteros de ataque para o Líbano. E o DPKO vai ter que concordar em pagar a conta...
Alguém acha que há uma mínima possibilidade dessa aprovação acontecer?
Nenhuma missão de Manutenção da Paz jamais utilizou helicópteros de ataque.



Muito bom!

Participe mais pois qualifica mais o debate.

Um abraço

_________________
Não sabendo que era impossível ela foi lá e fez


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Futuro Heli de ataque do EB?
MensagemEnviado: Sáb Jan 10, 2015 6:14 pm 
Offline
Avançado
Avançado
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Seg Nov 03, 2008 12:14 pm
Mensagens: 546
Um pouco de história com H.
Há muitos anos atrás li uma matéria sobre a participação do Mi-28 em testes na Suécia e resolvi tentar encontrar alguma informação sobre. Achei este sítio espanhol contando um pouco desta história, mas me lembro muito bem que na época (e não havia internet como temos hoje) a matéria falava que a precisão do Mi-28 era superior aos helis ocidentais. (o sítio é espanhol e a tradução é via o oráculo (google) então, perdoem alguma imprecisão).

Havoc Mi-28 na Suécia
Fonte: http://alejandro-8.blogspot.com.br/

Imagem
Mi-28A Havoc por soldados suecos.

Quase 20 anos atrás, o Mi-28 Havoc participou de sua primeira competição. Em 1995, a Suécia decidiu lançar um concurso para substituir sua frota de helicópteros anti-tanque, que consiste em 20 MBB BO 105CB equipado com mísseis TOW Heli. Em março de 1995, o comandante do Exército pediu ao diretor da aviação do Exército convocar uma demonstração técnica.

Em 1996, a Suécia foi no processo de reforma das forças armadas. A Guerra Fria acabou e as forças armadas foram reorientados para a nova situação. O exército pensei que era um bom momento para avaliar um helicóptero polivalente, então foi criada uma lista de possíveis candidatos.

- MDH Apache AH-64A.
- Bell AH-1W Super Cobra.
- Agusta A 129 Mangusta.
- Eurocopter Tiger.
- Atlas / Denel CSH-2 Rooivalk.
- Mil Mi-28 Havoc.
- Kamov Ka-50 Hokum.

Um dos principais objectivos da avaliação era estabelecer como heliópteros iria trabalhar na Suécia. O exército insistiu em que os candidatos na preparação de pilotos e operadores de armas. Os dispositivos devem estar disponíveis em meados de 1995. O custo operacional e suporte devem atender a um limite. A partir da lista de candidatos foram selecionados a Mil Mi-28 Havoc e MDH Apache AH-64A.

No momento da selecção de estragos atenção. Suécia operado materiais ocidental ou própria. A URSS era visto como um possível inimigo por isso estava fora de questão a adquirir material soviético. O fim da Guerra Fria e da desintegração da URSS mudou tudo. A meados dos anos 90, a Suécia adquiriu centenas de BMP-1 e MT-LB na antiga RDA, a preços de pechincha. Também foi feita com vários T-72 e teste avaliou a T-80U, o tanque do exército mais moderno russo. Algumas fontes russas afirmam que essas avaliações eram na verdade uma forma de "check-out" o material russo mais moderno, porque ele nunca teve nada.

Em qualquer caso, um MI-28A chegou na Suécia para o teste. O aparelho (inscrição 042) veio em um Il-76 Candid em Lulea, em 7 de Outubro de 1995. O exército suíço tinha preparado vários motoristas e operadores de armas em Moscou, mas eventualmente o pessoal suecos só voou como operador de armas. Os testes tiveram de ser clarificada com muita precisão que o piloto russo não falava Inglês.

A avaliação sueco foi positiva. No total, o Havoc voou cerca de 30 horas, e foi sempre operacional -não qualquer de missão foi cancelada. Em um lançador de alargamento não funcionou, e um outro mecanismo de corte de energia automática após a ingestão de fumos de um foguete.

Equipe sueca descobriu que o sistema de aquisição de metas trabalhou finos e foi fácil de usar, mesmo para um operador inexperiente. A avaliação constatou que o Mi-28 foi muito forte, com boa proteção balística para os motoristas e os sistemas extensivos de interferência (RWR e ECM). A ergonomia e MMI (Interface Homem Máquina) foram bons, e também ser melhorada.

O relatório oficial do Centro de Avaliação do Exército sueco enfatizou que a precisão das armas de Mi-28 foi boa com excelente repetibilidade, especialmente quando se leva em conta a distância e das condições climáticas desfavoráveis. 9M1154 mísseis foram disparados Shturmand 9M120 Ataka alvos estáticos em distâncias de até 4680 metros. O Mi-28 voando a 220 kmh. Os objetivos foram alcançados com uma precisão de 1 metro. Os foguetes foram precisas até 4000 metros. 35 de 40 possíveis impactos foram alcançados. O tiro com o canhão não foram bem sucedidas, porque não havia sido calibrado corretamente (boresighting).

A vista sueca da Mi-28A é que ele era um helicóptero robusta e fiável, bem adaptada às condições da frente. Algumas reservas sobre vários aspectos do projeto e classificação / sistema elétrico padrão é expresso.

É curioso que a versão enviada para a Suécia já não estava em desenvolvimento. Dada a falta de fundos para o desenvolvimento, Mil-Mi tinha decidido concentrar-se na versão Mi-28N de todos os tempos. Esta foi uma decisão correta, porque a avaliação de visão noturna sueco destacado como uma área que deve ser melhorado.

_________________
Não sabendo que era impossível ela foi lá e fez


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Futuro Heli de ataque do EB?
MensagemEnviado: Sáb Jan 10, 2015 6:36 pm 
Offline
Avançado
Avançado
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Seg Nov 03, 2008 12:14 pm
Mensagens: 546
Como os russos testam a blindagem do helicóptero de ataque Mi-28A

Vídeo incrível dos testes da blindagem do helicóptero de ataque russo Mi-28 com um homem dentro durantes os disparos.

Este é o endereço:
http://www.defesaaereanaval.com.br/como ... ue-mi-28a/

_________________
Não sabendo que era impossível ela foi lá e fez


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Futuro Heli de ataque do EB?
MensagemEnviado: Dom Jan 11, 2015 4:50 pm 
Offline
Recente
Recente
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Sáb Mar 16, 2013 8:56 pm
Mensagens: 46
foxtrot escreveu:
Sobre a notícia da aquisição por parte do EB de helicópteros de ataque.
Li essa informação no site Argentino (AVIACION ARGENTINA), bem antes mesmo do lançamento do Plano Estratégico do EB 2016/2019.
Onde esses helicópteros de ataque serão usados, não sei; só sei de uma coisa, ou a pessoa que postou a informação no site argentino deu um pu@#$ ta chute e acertou; ou essa pessoa é muito bem informada, liberando a informação antes mesmo das fontes oficiais do EB.
O fato é que não podemos e devemos ficar restritos ao nosso T.O, pois é de conhecimento geral as aspirações do Brasil no C.S da O.N.U.
Sendo assim, é havendo verbas; temos que orientar nossas aquisições e ou desenvolvimento de equipamentos para emprego global.
Só acho que o EB perdeu uma ótima oportunidade de desenvolver uma versão de Recon dos Esquilos.
Esse modelo, caso já estivesse operacional, hoje poderia ser empregado no O.M dando nos conhecimentos para emprego em situações de conflitos de helicópteros de ataque "puro sangue", por assim dizer.


Mas idéia é justamente essa, com novos sistemas de armamento, o Esquilo (HA-1) vai evoluir para uma boa plataforma de Rec.
A parte de Atq seria uma outra Anv...


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Futuro Heli de ataque do EB?
MensagemEnviado: Dom Jan 11, 2015 7:36 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qua Abr 02, 2008 5:32 pm
Mensagens: 3526
Ainda falta muita coisa para o Fennec ser considerado uma aeronave de recon moderna. Vejamos alguns sensores indispensáveis:

Sight system com FLIR, CCTV e laser designator.
Imagem

Jammer IR
Imagem

Laser detector
Imagem

Além de sistemas IFF, RWR, chaff/flare dispenser, equipamentos sofisticados de comunicações, etc...


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Futuro Heli de ataque do EB?
MensagemEnviado: Dom Jan 11, 2015 7:38 pm 
Offline
Recente
Recente
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Sáb Mar 16, 2013 8:56 pm
Mensagens: 46
Calma e verás...


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Futuro Heli de ataque do EB?
MensagemEnviado: Dom Jan 11, 2015 7:47 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qui Nov 29, 2007 9:11 pm
Mensagens: 9903
Localização: Caxias do Sul - RS
Este programa também deverá ir para a geladeira do EB.

Sds.


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Futuro Heli de ataque do EB?
MensagemEnviado: Dom Jan 11, 2015 8:48 pm 
Offline
Recente
Recente
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Sáb Mar 16, 2013 8:56 pm
Mensagens: 46
Qual programa?
Se for o de modernização dos esquilos não, pois está indo conforme o previsto.
A modernização do sistema de armamento está em negociação, mas até onde eu sei, não há muito interesse em mísseis no Esquilo, isso já é armamento pra uma futura Anv de ataque.
A idéia é que o Esquilo esteja limitado a Rec armado mesmo, sem mísseis...


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Futuro Heli de ataque do EB?
MensagemEnviado: Seg Jan 12, 2015 1:16 am 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Seg Jan 08, 2007 5:22 pm
Mensagens: 9197
Localização: Brasília - DF, Brasil
Baschera escreveu:
Este programa também deverá ir para a geladeira do EB.

Sds.

Mas desde quando esteve na mesa? Até aonde se sabe, publicamente, este programa é só pra iniciar oficialmente a partir de 2016, para até 2019, conforme dito pelo próprio EB, então não faz sentido esperar alguma decisão para 2015, ou 2016.

Até mais!!! ;)


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Futuro Heli de ataque do EB?
MensagemEnviado: Seg Jan 12, 2015 8:45 am 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qui Nov 29, 2007 9:11 pm
Mensagens: 9903
Localização: Caxias do Sul - RS
Ghost escreveu:
Qual programa?
Se for o de modernização dos esquilos não, pois está indo conforme o previsto.
A modernização do sistema de armamento está em negociação, mas até onde eu sei, não há muito interesse em mísseis no Esquilo, isso já é armamento pra uma futura Anv de ataque.
A idéia é que o Esquilo esteja limitado a Rec armado mesmo, sem mísseis...



Desculpe. Não fui específico. Me referi ao programa dos helicópteros de ataque.

O que existe é um estudo e uma intenção... um ROB tão somente.

Caberá ou não, entrar no roll das possibilidades futuras.... do atual Comandante e seu Estado Maior.

Aliás, seria interessante ter acesso a este hipotético ROB (Requisitos Operacionais Básicos).

Sds.


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Futuro Heli de ataque do EB?
MensagemEnviado: Seg Jan 12, 2015 5:36 pm 
Offline
Recente
Recente
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Sáb Mar 16, 2013 8:56 pm
Mensagens: 46
Tem como achar o ROB sim, mas é meio trabalhoso.
Entra no site da SGEX e pesquisa um por um os Boletins do Exército, num deles foi publicado o ROB, só não lembro qual foi, se não me engano foi entre 2012 e 2014.
Eu tentei o mecanismo de busca do site mas não deu muito certo aqui...
Só para constar, são documentos ostensivos e podem ser consultados por qualquer um pela internet, isto é, se alguém se dispor a procurar...
Deve ter um jeito mais fácil, mas devido às minhas limitações...


Voltar ao topo
 
 Título: Re: Futuro Heli de ataque do EB?
MensagemEnviado: Seg Jan 12, 2015 8:13 pm 
Offline
Sênior
Sênior
Avatar do usuário
 Perfil

Registrado em: Qui Nov 29, 2007 9:11 pm
Mensagens: 9903
Localização: Caxias do Sul - RS
Ghost escreveu:
Tem como achar o ROB sim, mas é meio trabalhoso.
Entra no site da SGEX e pesquisa um por um os Boletins do Exército, num deles foi publicado o ROB, só não lembro qual foi, se não me engano foi entre 2012 e 2014.
Eu tentei o mecanismo de busca do site mas não deu muito certo aqui...
Só para constar, são documentos ostensivos e podem ser consultados por qualquer um pela internet, isto é, se alguém se dispor a procurar...
Deve ter um jeito mais fácil, mas devido às minhas limitações...


Exato. É o que normalmente eu faço... mas precisa de tempo e saco para ler e procurar. Os caras não facilitam.

Coisa de Brasil..... país avançadíssimo e organizado ao extremo.... 8) :lol:

Sds.


Voltar ao topo
 
Exibir mensagens anteriores:  Ordenar por  
Criar novo tópico Responder  [ Array ]  Ir para página Anterior  1, 2, 3, 4  Próximo

Todos os horários são


Quem está online


Enviar mensagens: Proibido
Responder mensagens: Proibido
Editar mensagens: Proibido
Excluir mensagens: Proibido
Enviar anexos: Proibido

Ir para:  
Powered by phpBB © 2000, 2002, 2005, 2007 phpBB Group  
Design By Poker Bandits  
Traduzido por: Suporte phpBB Brasil